Consultório Etimológico

Pergunta #616

Dr. Alaúzo,gostaria de saber a origem da palavra zíper. Obrigada

Resposta:

Cristina:
Esta palavra vem do Inglês ZIPPER, criada em 1925. Inicialmente ela designava uma bota que tinha um fecho deste tipo. O fecho propriamente dito era então chamado de ZIP.
Por sua vez, ZIP é uma palavra que entrou em uso em 1852, querendo dizer “mover-se rapidamente”, de origem expressiva (é uma palavra curta, que dá a sensação de velocidade na pronúncia).
Por algum tempo se usou uma expressão derivada do Francês para isso: FECHO-ÉCLAIR, de ÉCLAIR, “relâmpago”.

Pergunta #615

Prezado Dr. Alaúzo:

Gostaria de saber a origem dos nomes dos dias da semana em Português: segunda-feira, terça-feira, etc. O que motiva a questão é que se distinguem de outras línguas, como espanhol, francês e italiano, que tem nomes de planetas ou deuses latinos, ou do inglês, com nomes de planetas e deuses nórdicos. No idioma hebraico, os nomes dos dias são:
Dia primeiro (corresponde ao domingo), dia segundo até dia sexto e Shabat, que corresponde ao sábado. Assim, gostaria de saber se os nomes dos dias em português podem ter se originado do hebraico, de vez que havia uma grande presença de judeus na península ibérica.
Aproveitando, gostaria de saber a origem das palavras feira, férias e feriado.

Abraços,

Miguel

Resposta:

Caro Miguel:
Os dias da semana têm esse nome em Português não pelo idioma em si, mas pelo predomínio da Igreja Católica nesse país.
Parece que ele é o único na Europa que conseguiu acabar com os nomes de origem pagã para os dias de semana.
Pelas determinações eclesiásticas, todos os nomes deles eram terminados em “feira”, que eram acontecimentos com data certa e de enorme importância para abastecimento, comércio e encontros sociais.
No entanto, o “sábado” acabou não mudando o nome devido à influência do “Shabat”, tão citado na Bíblia. O mesmo aconteceu com o “domingo”, DOMENICA DIES ou “dia do senhor”. Os outros mantiveram as suas “feiras” mesmo.
O descanso semanal, para que fosse diferente do da religião judaica naqueles tempos de intolerância, passou para o Dia do Senhor.
Não parece ter havido influência derivativa do Hebraico nesses nomes, portanto.

“Feira” vem do Grego PHEREIN, “levar”, através do Latim FERRE, “levar”. Uma das características das feiras era justamente o ato de “levar” coisas para vender e de “levar” o que fora comprado para casa.

Liga-se esta palavra ao Latim FERIAE, “feriado, festividade, dia consagrado”, pela conotação de “ocasião especial”.

“Férias” derivam daí também, pois podem ser vistas como uma ocasião especial em que a gente não precisa trabalhar.

Pergunta #614

Caro ,

Gostaria de saber qual a origem da palavra Empresa.

Muito obrigado,
Rogério Marques Correia

Resposta:

Rogério:
Essa palavra vem do Latim IMPREHENDERE, formado por IN, “entre” mais PREHENDERE, “tomar, pegar”.
O sentido básico era “tomar algo entre as mãos”, como se faz com as atividades de uma organização voltada à produção de alguma coisa.

Pergunta #613

Dr.Alaúzo, acho que perguntar se torna um ′vício′. Cada vez que leio uma resposta, emerge uma nova questão. Hoje, vi que o senhor está respondendo também sobre a origem de nomes próprios. Lembro-me, de certa vez, ter lido que os nomes “Clóvis” e “Luiz” têm a mesma origem. O senhor confirma esta afirmação?

Resposta:

Cara Lúcia:
É assim que se vê se uma pessoa tem mesmo a propensão para se infectar com o delicioso vírus da Etimologia. Quando ela percebe que as perguntas não param de lhe ocorrer e que a curiosidade nunca se sacia, está ferrada. Mas é um bom vício!

Confirmo o que você pergunta. É assim, ó: o nome Germânico HLUDWIG era composto por HLUT, “fama, glória” e WIG, “vitória”. Ou seja, “combate vitorioso” e, por extensão, “guerreiro ilustre”.
Latinizado, o nome passou a CHLODOVECUS (mais tarde CLÓVIS)e depois a LUDOVICUS. E depois passou a LOOIS e, mais tarde, a LOUIS – ou seja, “Luís”.
Você anda bem informada!

Pergunta #612

Olá, professor, como tem passado?

Preciso da origem da palavra “engenharia”, por favor.

Obrigaod e até mais!

Resposta:

JD, prezado filósofo:
“Engenharia” vem do Latim INGENIUS, de IN, “dentro”, mais GENIUS, “divindade que preside a cada um”, que veio da raiz de GIGNERE, “gerar”.
O sentido subjacente é o de “talento natural, capacidade inata”.
Com o tempo, a palavra assumiu o sentido de “aparelho, equipamento bem planejado”.
Há muitos séculos passou a significar “aparelho mecânico”.
A pessoa que lidava com máquinas deste tipo, portanto, passou a ser conhecida como “engenheiro”.; para chegar a isso, a pessoa tem que estudar “engenharia”.

Pergunta #611

Caro Alaúzo,

Gostaria de saber o significado de todo o meu nome . Luciana Ferreira Oliveira.

Resposta:

Luciana:
Seu nome é o feminino do nome latino LUCIANUS, um patronímico, ou seja, que dá a idéia de que o pai se chamava LUCIUS. E este vem de LUX, “luz”. Originalmente se usava para designar os nascidos com o erguer do sol.

“Ferreira” parecer ser de origem castelhana. O solar (casa original) se situa em Castela, na atual Herrera de Rupisverga.
O mais antigo antepassado consta ser D. Álvaro Rodrigues Ferreira, rico-homem de Leão, por volta de 1170, que era senhor de Meilas em Castela-a-Velha. Usavam, no alto do escudo de armas, um avestruz com uma ferradura de ouro no bico.

“Oliveira”: o mais antigo localizado seria D. Pedro de Oliveira, pai de Martim Pires de Oliveira, Arcebispo de Braga. O solar da família é no Paço de Oliveira, freguesia de Santa Maria de Oliveira, nos Arcos de Valdevez. Usam, como timbre sobre o escudo, uma oliveira, como seria de esperar.

Pergunta #610

Gostaria de saber o significado de todo o meu nome: Rogério Maraques Correia.

Muito Obrigado

Resposta:

Preparado? Lá vai:
“Rogério” vem do Baixo Latim RODEGARIUS ou RODIGERIUS, que foi tirado do Germânico HRODGER ou HRODEGAR, de HRUOT, “glória” e GER, “lança”. Portanto, “a lança gloriosa”.
“Correia” é uma das mais antigas famílias portuguesas. Teria começado com D. Soeiro Pais Correa, filho de D. Paio Ramires, rico-homem de Afonso V, na região de Braga.
“Marques”, por sua vez, é um patronímico de “Marco”, isto é, indica simplesmente que aquela pessoa tinha um pai cujo nome era Marco. Como todos os patronímicos, é um sobrenome que surgiu em diversos pontos de Portugal e Espanha, em diversas ocasiões, não sendo possível dizer que todos têm parentesco de sangue.

Pergunta #609

Gostaria de saber a etimologia da palavra : Auto ajuda.
Obrigado

Resposta:

Rogério:
“Auto” é do Grego AUTÓS-, “próprio, a si mesmo, por si mesmo”.
E “ajuda” vem do Latim ADIUTARE, “auxiliar, ajudar, aliviar”.
Temos, em Português, a palavra “adjutor”, que vem daí, e que significa “aquele que auxilia”.
Como se vê, “auto-ajuda” é uma palavra de origem mista.

Pergunta #608

olá, é a primeira vez que entro e gostaria de saber a origem e significado de meu sobrenome uma vez que conheço poucas pessoas com o mesmo.meu sobrenome é “Limiro”
obrigado

Resposta:

Marcos:
Estou muito encabulado por recebê-lo pela primeira vez e não poder lhe dar uma pronta resposta.
Em minha pesquisa inicial, seu sobrenome não se apresenta reconhecível em Latim, Espanhol, Português, Italiano e idiomas germânicos.
É bem possível que ele tenha sido modificado quando seus antepassados vieram para o Brasil. Conheço sobrenomes estrangeiros que ficaram irreconhecíveis em poucas gerações, por desatenção do Registro Civil da época.
Fale com os seus familiares e tente descobrir pelo menos de que país veio a família. Isso me permitirá estreitar bastante a pesquisa.
Aguardo a sua volta.

Pergunta #607

Qual o significa da palavra Delmo

Resposta:

Delmo:
Seu nome vem de ADELMO.
E este vem de um nome Anglo-Saxão, EALDHELM, de EALD, “velho” mais HELM, “capacete, elmo”. Significava “Velho Capacete” ou “Grande Capacete”.

Pergunta #606

A palavra praga que significa calamidade, desgraça e o denominação da cidade de Praga têm a mesma origem?

Resposta:

Lúcia:
A “praga” que rogamos aos que nos desagradam vem do Latim PLAGA, relacionado ao Grego PLEGÉ, “ferimento, machucado”. Por extensão, passou a significar “problema social” e também “maldição, maus votos”.
Outra derivada de PLAGA, mantendo o sentido original, é “chaga”.
Quanto à cidade de PRAGA, (PRAHA, para os seus habitantes), que se definiu em 870, com a construção do primeiro castelo, seu nome tem origem germânica: PRAG.
Foi lá que se inventou a palavra
“defenestrar”. Em 1618, um secretário e dois deputados católicos foram atirados pela janela de um castelo (caíram no fosso) por adversários protestantes, o que deu origem à Guerra dos Trinta Anos.
Como eles foram atirados por uma abertura chamada em Francês FENÊTRE, do Latim FENESTRA, “janela”, criou-se a palavra que agora significa “livrar-se de alguém”, mesmo que sem atirar do alto.

Pergunta #605

OLÁ Dr. Alaúzo!
Desejo saber a origem das palavras:
Brasil
União
Banco(intituiçao financeira)

Resposta:

Adriana:
Olá!
Falando na origem do nome deste nosso país, descobrimos que até nela há fatos nebulosos.
As versões em sua maioria apontam para o nome da madeira PAU-BRASIL, uma madeira usada para extrair pigmento vermelho, que era abundante no país.
Essa madeira já existia na Ásia e já tinha esse nome quando Cabral por aqui aportou. O nome dela vinha de BRASA, “madeira ardendo”, devido à cor. E a palavra BRASA em si viria de um idioma germânico, com o mesmo significado.
As coisas se complicam um pouco é quando são descobertas referências de bem antes da Descoberta sobre terras chamadas HY BRASAIL ou O BRASILE situadas para este lado do Atlântico.

“União” vem do Latim UNIO, “ligação, união, junção”.
Por seu lado, esta palavra vem de UNUS, “um”. Sua origem remota é no Indo-Europeu OINOS, “um”.

“Banco” vem da época em que os comerciantes que lidavam com câmbio e empréstimos, na Europa, trabalhavam atrás de uma BANCA ou mesa. Aliás, quando eles faliam era costume quebrar o móvel para que se soubesse que eles não estavam mais habilitados a fazer negócios desta ordem: estavam de BANCARROTA, “com a mesa quebrada”.

Pergunta #604

Dr.Alaúzo:

Voltando de um concerto no Teatro São Pedro, onde assisti El Amor Brujo de Manuel de Falla,ocorreu-me perguntar a etimologia da palavra “bruxo”.
Mais uma vez, obrigada!

Resposta:

Maria Tereza:
É um bálsamo ver que existem pessoas que se dedicam aos clássicos!
Mas agora você me apanhou: não posso dizer com dose razoável de certeza a origem desta palavra.
Uma das hipóteses é que ela viria do Celta BROUXA, “altura, pico de montes”, já que elas teriam preferência por se reunirem em locais assim.
E antes que você pergunte se o “bruxulear” da vela tem a mesma origem, adianto que não. Ele vem do Espanhol BRÚJULA, “bússola” e originalmente se referia à tentativa de espiar as cartas de um adversário no jogo, à procura de orientação para a próxima jogada.

Pergunta #603

Boa tarde, professor.
As CPIs e suas inusitadas, as vezes humorísticas tiradas:
“Se esse destrambelhado fosse funcionário do Congresso, estaria demitido na hora!”
“Fulano (e Sicrano e Beltrano)chafurda (m) no bornal do mensalão!”
Qual a etimologia de destrambelhado e de bornal?

Resposta:

Prezado Sr. Croquezz:
“Destrambelhar” vem de “trambelho”. Esta palavra designa uma peça de madeira com um furo no meio, usada para poder puxar cabos, cordas e adriças.
E “trabelho” por sua vez do Latim TRABECULA, diminutivo de TRABS, “viga, trave”.
“Bornal” ou “embornal” tem origem discutida. Significando em geral “bolsa para uso ao ombro”, originou-se do nome de uma bolsa de ração para eqüinos.
Há quem pense que a palavra vem de um Latim LABURNUS, “forragem para animais”.

Pergunta #602

Dr. Alaúzo:
Qual a origem da palavra sincero?
Obrigada.

Resposta:

Maria Tereza:
Bom dia.
“Sincero” era em Latim SINCERUS. O significado inicial era “puro, sem defeito, íntegro, imaculado”.
Os romanos tinham a expressão SINCERA FIDE, “de boa fé”.
Sua origem se prende mais uma vez à agricultura, área onde começou a ser usada essa palavra para significar “de um brotar só”, isto é, sem mistura com outra plantas, sem hibridismo.
A fonte remota é o Indo-Europeu SEM- ou SIN-, “um” (como em “singular”), mais KER-, a raiz do verbo CRESCERE, “crescer”.
Sinceramente, é um caminho longo, não?

Pergunta #601

Lendo o livro de Ivan Izquierdo “Silêncio, por favor”, deparei-me com a palavra = balbúrdia=.
Qual sua etimologia?

Resposta:

Lúcia:
Eu a estava esperando há um tempo aqui no consultório.
“Balbúrdia” é uma palavra cuja origem não está atestada com rigor.
Todos desconfiam, mas não há provas ainda, de que ela derive do Latim BALBUS, “gago”, que originou “balbuciar”.
De qualquer modo, o som dela é muito expressivo. Que palavra seria melhor do que ela para designar uma balbúrdia?

Pergunta #600

Olá Dr.!

Volto abalado por uma duvida de comuna paranóico!

Qual a origem da palavra “cuba-libre” (a bebida)?

Estive pensando que poderia ser uma palavra americana que simbolizaria que cuba só seria livre quando houvesse coca-cola por lá (um dos simbolos do capitalismo). Aí eles poderiam dizer: “O socialismo em Cuba está com os dias contados… Já se bebe até coca-cola por lá!” hehhehehe

Procede ou eu tenho que me tratar???

Abração professor!!!

T.

Resposta:

Prezado Sr. Tcheloco:
Consta que essa bebida feita com rum e refrigerante de cola tem o seu nome originado na bebida que se fazia, durante a Guerra de Independência de Cuba (fins do século 19), aquecendo mel até engrossar e acrescentando água depois, em substituição ao café.

Pergunta #599

Olá, professor, esqueceu da minha pergunta ou está muito ocupado com os alunos atrasados em seus trabalhos de escola, hein!?

Origem da palavra restauração
Valeu, Patrica

Resposta:

Céus, Patrícia!
Nada disso, eu é que estou com os neurônios em curto-circuito por fadiga de material mesmo.
“Restauração” vem do Latim RSTAURARE, de RE-, “novamente”, mais STAURARE, “estabelecer, colocar em posição”. Queria dizer “reparar, consertar, renovar, reconstruir”.
Sempre que eu não responder, puxe minhas orelhas!

Pergunta #598

Boa Tarde Professor,
hoje, pela manha, escutei no Radio um palestrante explicar que inspiraçao (estar motivado)viria de por a “pira” (doideira) pra fora e achei estranho. qual é a verdadeira etmologia?
obrigado.

Resposta:

Alysson, há tempo não nos falávamos!
Acho que quem botou a “pira” para fora foi o tal de palestrante.
Essa realmente me impressionou. Tenho visto as pessoas virem com as explicações mais doidas para cima dos outros.
Felizmente há gente com bom senso, que investiga antes de engolir essas barbaridades.
Essa palavra vem do Latim INSPIRARE, “inspirar, receber um sopro dos deuses”.
Foi formada a partir de uma bonita metáfora, na qual se pensava que uma idéia muito boa deveria ter sido recebida de um ser superior.
Parabéns. Continue desconfiado!

Pergunta #597

Eu de novo, professor. leio, deliciado, notícias das CPIs e constato um novo uso para o termo blindagem. Qual a etimologia de blindagem?

Resposta:

Prezado Croquezz:
Estes tempos vêem usos inusitados para palavras e até peças de roupa.
Pois não é que fui informado que se anda usando a inexistente palavra ADENDAR, com o significado de “anexar, fazer um adendo”?!! Às vezes parece que a pena de morte faz falta.
Quanto à palavra que o Sr. cita, ela vem do Indo-Europeu BHLENDHOS, “escuridão, confusão, noção indistinta”. Seu sentido se alterou para “cegueira”, dando BLIND, “cego” em Inglês.
Em Alemão, usa-se a palavra BLENDEN, “cegar”.
E foi daqui que o Francês criou BLINDER, em 1697, termo naval para descrever a situação de um navio que, por ter o casco especialmente reforçado, podia metaforicamente passar entre os inimigos como um cego, sem tomar conhecimento deles.
Assim, esta palavra é parente da inglesa, mas lá se usa apenas com relação à dificuldade de enxergar. Quando eles querem dizer que algo é “blindado” como nós por aqui entendemos, dizem ARMORED ou ARMOURED. Isto já deu ocasião mais de uma vez a que ARMORED CAR, “veículo blindado” seja traduzido por “carro armado”.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!