Consultório Etimológico

Pergunta #31

Palavras: coca-cola , coke , pepsi-cola

Olá Dr.!

Tenho uma dúvida que me castiga já há algum tempo…

O que significa e qual a origem da palavra “cola” de “coca-cola” ou “pepsi-cola”? Em inglês seria simplesmente “Coke” ou “Pepsi”, o que levou este pessoal a complicar os nomes em português?

Resposta:

O senhor fez uma troca cronológica. Os nomes “Coke” e “Pepsi” vieram depois de “Coca-Cola” e “Pepsi-Cola” e são apenas encurtamentos das marcas originais.
Das duas bebidas, a “Coca-Cola” veio primeiro.
O seu nome foi feito a partir de dois dos seus ingredientes, a COCA (sim, da cocaína, que ela continha em pequena quantidade no início, no séc. 19 – parou de conter há muito tempo) e da COLA, que era retirada da NOZ DE COLA, uma árvore africana da família das esterculiáceas. Esta contém alcalóides estimulantes, do tipo da cafeína.
Com o sucesso inicial da Coca-Cola, qualquer outra bebida do tipo começava anunciando conter COLA.

Pergunta #30

Palavras: taís , thais

Olá…queria saber a etmologia de meu nome…obrigada!

Resposta:

Seu nome tem origem grega e significado incerto. Possivelmente queira dizer “tira para a cabeça”.
 

Pergunta #29

Palavras: pampulha

Gostaria de saber a origem e significado da palavra “Pampulha”

Resposta:

Em Latim, PAMPANUS era a haste da videira coberta de flores e frutos. Mais tarde, este nome foi aplicado também a uma flor amarela parecida com a margarida. Em Arquitetura, “pâmpano” é o nome de um festão de parreira com seus frutos.
O seu diminutivo, PAMPANUCULUM, PAMPANUCLU, teria gerado “Pampulha”.
Em Lisboa há um bairro assim chamado, provavelmente devido à quantidade das citadas flores, cujo nome foi repetido em Belo Horizonte.

Pergunta #28

Palavras: pão

Qual a origem da palavra “pão”?

Resposta:

 “Pão” vem do Latim PANIS. Quando o pão era de qualidade inferior, era chamado de PANIS SECUNDARIUS.

Pergunta #27

Palavras: amâncio , amândio

Gostaria de saber o significado de meu nome, acho que é de origem portuguesa.
um abraço

Resposta:

Seu nome vem do Latim AMANDUS, “o que deve ser amado”, do verbo AMARE, “amar”.
Há outros nomes relacionados, como “Amâncio”, de AMANTIUS e “Amante”, de AMANS, todas palavras derivadas de AMARE.

Pergunta #26

Palavras: cadaver

Saudações a todos.

Parabéns pelo site.
Perdoem pela morbidade do tópico.
Gostaria de saber a origem das palavras cadáver e defunto.
Obrigado e um forte abraço.

Resposta:

“Cadáver” já me foi explicada como sendo a junção das sílabas iniciais de CARO DATA VERMIBUS, “carne dada aos vermes”, em Latim.
Mas veja só o resultado da etimologia popular: muitas vezes vi por aí essa explicação, quando ela não é verdadeira. A palavra vem é de CADERE, “cair”, coisa que as pessoas, quando se tornam cadáveres, costumam fazer.
E “Defunto” vem do Latim DEFUNGOR, “executar, cumprir, pagar, terminar com”. No caso, veio da expresão VITA DEFUNGI, “morrer”, com o sentido de “completar o tempo de vida”.

Pergunta #25

Palavras: meses do ano

Qual a origem do nome dos meses do ano ?

Resposta:

Janeiro – era dedicado ao deus de duas faces, JANUS. Ele presidia à passagem entre coisas, tanto que uma das palavras usadas para “porta”, em Latim, era JANUA.

Fevereiro – era o mês da purificação. FEBRUA era o nome das festas de purificação que ocorriam nesta parte do ano.

Março – na Europa, era o começo da Primavera. Logo, o tempo era mais agradável. Mas aqueles sujeitos, em vez de aproveitarem o tempo bom para folgar, se dedicavam às campanhas militares. Logo, dedicaram o mês ao deus MARS, Marte, que presidia às guerras.

Abril – quando as flores abriam, de APERIRE, “abrir”.

Maio – era o mês dedicado ao DEUS MAIUS, o “deus maior”, Júpiter.

Junho – alguns dizem que era o mês dos JUNIORES, os “jovens”, aqui pensados como os novos soldados da nação.

Julho – recebeu, de Marco Antônio, o nome de JULIUS CAESAR.

Agosto – recebeu o apodo do primeiro imperador romano, AUGUSTUS CAESAR, filho adotivo de J. César. Não querendo que o seu mês fosse menor do que o anterior, tirou um dia de fevereiro para poder ficar com 31.

Os demais meses receberam o seu nome da sua ordem. No antigo calendário romano, o ano começava em março.

Pergunta #23

Palavras: sino

Estou realizando uma pesquisa e preciso saber a origem dos sinos (campainhas)…
obrigada

Resposta:

“Sino” vem do Latim SIGNUM, “sinal, marca”. Como se tratava de um objeto usado para dar um sinal (horas, chamada para emergências, aviso de morte no local, etc.), acabou recebendo o nome do que produzia e passou à sua forma atual em Português.

Pergunta #21

Palavras: rafael , rafaela , victor

gostaria de saber a origem do nome de minha filha Rafaela, se possível. E de meu filho que vem aí, Vitor. ja grata beijos e abraços.

Resposta:

Rafaela vem do Hebraico “Deus cura”, ou “Deus te curou”. Dos três arcanjos nomeados na Bíblia, um é Rafael.
Já Vitor vem do Latim VICTOR, “vencedor”, do verbo VINCERE, “vencer”.

Pergunta #20

Palavras: coita , coitado

Qual a origem de “coitado”?

Resposta:

“Coitado” vem de COITA, que vem do Latim COACTUM, que veio do verbo COGERE, “apertar, constranger”.

Assim, “coitado” é um sujeito que está numa situação de aperto, que se vê obrigado a obedecer ou atender a determinações alhieas ou contrárias ao seu íntimo e que por isso é infeliz.
COITA pertence ao Português, embora seja de uso muito raro, pelo menos no Brasil. Significa “dor, sofrimento, angústia”.
Não tem parentesco com “coito”.

Pergunta #19

Qual a origem da palavra fascinar ou fascinacao?

Resposta:

Alysson:
Os romanos possuíam uma divindade que se chamava FASCINUS, e que era representada por um pênis. O uso de amuletos fálicos era extremamente disseminado nas cidades romanas, só que isso não aparece nos filmes de época.
Esse amuleto costumava ser colocado ao redor do pescoço, já na infância, para evitar mau-olhado e bruxarias em geral.
A partir daí, a palavra FASCINUM passou a designar “feitiçaria, bruxaria”.
Quando estamos fascinados por alguém, a sensação é comparável a um feitiço. Quem disse que eles só podem ser malignos?

Pergunta #18

Palavras: anima , animar , axioma , conluio , máximo

Gostaria de saber a origem de:
Axioma; conluio; máximo; anima, no sentido de “alma”.

Resposta:

Prezada Luísa:
Em Latim, ANIMA significava “sopro, ar, brisa”, e certamente a partir daí foi que adquiriu o sentido de “princípio vital, alma”, pois esta sempre foi encarada pelo homem como algo imaterial como um movimento do ar.
Também significava “criatura, vida”.
Em Português, o seu uso se restringe à poesia. Mas seu derivado, o verbo “animar”, está em uso constante.

Conluio: do Latim COLLUDERE, de COM, “junto, com” + LUDIO, “brincar, jogar”, de LUDUS, “jogo”. Significava “brincar com outrem” e se fixou na conotação “entender-se secretamente com alguém, em detrimento de uma terceira parte”.

Máximo: em Latim, MAGNUS significava “grande” (v. Alexandre Magno). O seu superlativo era MAXIMUS. Ou seja, muuuito grande.

Axioma: para variar um pouco, esta vem do Grego. AXIOS significava “de valor, válido”. AXIOMA era “o que é aceito”.
Assim, um axioma científico, p. ex., é algo que já se aceita sem discussão por ter tido o seu valor bem comprovado.

Pergunta #17

Dr. Alaúzo Balbuíno

Ave.
Gostaria de saber a correta acepção do nome próprio Antônio.
Grato

Paulo A. Panno

Resposta:

Chique, ser cumprimentado em Latim… Ave, amice, quomodo vales? (salve, amigo, como vais?)
ANTÔNIO é dado muitas vezes como derivado do Grego ANTHOS, “flor” ou até, vejam só, ANTI mais ÓNIOS, “inimigo dos burros”. Se fosse verdade, seria um bom nome para um professor.
Na realidade, tudo indica que ele tenha origem etrusca, tendo passado a denominar uma “gens” romana.
Ou seja, era usado como um sobrenome. Passou a ser usado como nome por influência do cristianismo, a partir principalmente de dois santos, o egípcio que sofreu as tentações no deserto e o frade português S. Antônio de Pádua.
Saludos.

Pergunta #16

Palavras: coping , stress

Gostava de saber a origem das palavras
stress e coping. obrigado

Resposta:

STRESS, muito usado agora cá no Brasil sob a horrenda forma “estresse”, tem um equivalente exato na nossa palavra “tensão”; portanto, não precisamos dele para nosso uso. Mas, já que está por aqui, vamos ver:
Em Latim, o verbo DISTRINGERE (DIS, “afastar” mais STRINGERE, “apertar, atar”) primeiro significava “seqüestro legal de bens para pagamento de algum tipo de indenização”. Depois, passou a representar o sofrimento causado por tal determinação. No Francês Antigo virou DISTRECE e daí passou ao Inglês como DISTRESS (que ainda existe: “sofrer, estar infeliz, necessitado de ajuda”) e se encurtou para STRESS. Assim apesar deste ar anglo-saxônico, é uma palavra latina mesmo.

Quanto a COPING (imagino que te refiras à cobertura inclinada de um muro), também veio do Latim: na Idade Média, dizia-se CAPA, uma variante de CAPPA, “capa” mesmo, “roupa para não se molhar com a chuva”.
Tal palavra passou ao Inglês como COPE, “capa”, e passou a ser usada também para uma característica de edificações, não apenas como abrigo pessoal.

Pergunta #15

Qual a origem da palavra “Dezembro”?

Resposta:

Cara Isabel:
Estamos para entrar em dezembro; está mesmo na hora de saber por que, se este é o 12º mês, ele se chama assim.
Ocorre que os romanos, até certa época, tinham só dez meses no seu calendário, e ele era o último, com o nome DECEMBER.
Mais tarde, foram intercalados dois meses novos, com os nomes de JULIUS, em homenagem a Júlio César, e AUGUSTUS, em homenagem a Otaviano, que viria a receber o título de AUGUSTUS, “o mais alto”.
Tenha um bom dezembro.

Pergunta #14

Prezado Dr. Balbuíno,
Gostaria de saber se é possível que a palavra japonesa “né” tenha se originado da homófona portuguesa (ou vice versa), pois é acrescentada no final das frases e tem exatamente o mesmo sentido, de ′não é?′.
Outra: “arigatô” teria derivado de obrigado?

Arigatô,

Miguel B

Resposta:

Caro Miguel B:
O Português teve contatos importantes com a Ásia, principalmente com o Chinês, através de Macau, mas também houve missionários portugueses que pregaram no Japão e, aliás, são responsáveis por um ramo da Igreja Católica que ali perdura até hoje.
Algumas palavras lusas entraram, sim, no vocabulário japonês, como “tempero”, que acabou virando o nome de um prato, TEMPURA.
Confesso que, por ter ligação basicamente com os idiomas gerco-latinos, não posso responder com segurança à sua pergunta. Posso é garantir que o nosso “né” não veio do Japão; se foi de Portugal para lá, não tenho como esclarecer.
O mesmo com ARIGATÔ. Mas que são palavras muito parecidas em sua estrtura, são.
Finas observações as suas, Miguel B.

Pergunta #11

Palavras: próstata , prostituta

Buenas!!

Existe relação entre as palavras “próstata” e “prostituta”?

Resposta:

Diego:
“Próstata” vem do Grego PROHÍSTANAI, “o que fica à frente”, de PRO-, “à frente” e HÍSTANAI, “estar, ficar, manter em pé”. Isso porque este órgão é o primeiro a ser encontrado ao se dissecar a uretra.
“Prostituta” vem do Latim PROSTITUERE, também “ficar à frente de”, de PRO-, “à frente”,  mais STITUERE, “colocar, instalar”. “Estatuto” vem deste verbo.
PROSTITUERE tinha inicialmente a conotação de “expor publicamente”, como é o caso das profissionais que precisam fazer o marketing do seu material, digamos. Daí evoluiu para “trocar sexo por dinheiro” e depois até “trocar princípios éticos por dinheiro ou outra vantagem”.
Assim, essas palavras têm em comum o PRO- inicial e o verbo que segue tem o mesmo significado em idiomas diferentes, embora sem terem exatamente a mesma conotação.
Desse jeito, tinham que acabar meio parecidas mesmo, não?

Pergunta #10

Palavras: separação , união

origem das palavras: uniao e separacao

Resposta:

“União” vem de uma palavra Indoeuropéia OINOS, através do Latim UNUS, “um”. Daqui vieram igualmente “único”, “reunir”, “onça” (a medida de peso, não o felino!), “inch” (“polegada” em Inglês).
Já “separação” vem do Latim SEPARARE, composto por SE, “afastar” e PARARE, “preparar previamente, tornar pronto, prover”. Queria dizer “preparar à parte”.
Qualquer união tem ante si a possibilidade da separação.

Pergunta #9

Origem da palavra amigo

Resposta:

Carlos:
“Amigo” vem do Latim AMICUS, “amigo, confidente, favorito de um rei, aliado”. Este AM inicial vem do verbo AMARE, “amar”, somado ao sufixo ICUS.
Veja você quanta beleza numa palavra tão curta!

Pergunta #8

Qual a origem da palavra “Diabo”?

Resposta:

Vem do Grego DIABOLOS, de DIA, “através”, mais BALLEIN, “atirar”. O significado deste verbo era “difamar”. Parece que, naquela época, esta era considerado uma atividade das mais nefandas. Agora tudo mudou.
BALLEIN gerou também ′balística′, ′parábola′, por exemplo.
Mas é bom não o citar muito, não vá ele se considerar chamado!

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!