Palavra cingir

Sofia, eu li o seu e-mail, só que estou com preguiça de lhe responder.
E, amigos dos alfarrábios, algumas palavras: MÁDIDO (as mádidas pétalas campestres…), FULVO (algo a ver com fulgir, será?), CINGIR (por essa eu tô curioso), PROLEPSE (bonita, essa, né: menino proléptico! – e vá lá saber o que isso quer dizer!) e EXPUNGIR (expungiu o demônio de si!). Se meu limite já não tivesse estourado, eu perguntaria também sobre “viés” e “sepultar”. Mas ele estourou, né. Pena. BUM!

Resposta:

Coisa feia, criança preguiçosa. Se Tia Odete pudesse, corrigia prontamente com aplicações repetidas de sua cinta de couro larga.

1) Do Latim MADIDUS, “orvalhado, umedecido”.

2) Do L. FULVUS, forma paralela de FLAVUS, “amarelo-avermelhado, dourado”.

3) Do L. CINGERE, “rodear, cercar”.

4) Do L. PROLEPSIS, do Grego PRÓLEPSIS, “antecipação”, de PROLAMBÁNEIN, “antecipar”, de PRO, “antes”, mais LAMBÁNEIN, “tomar”.

5) Do L. EXPUNGERE, “marcar um nome duma lista com pontos e traços para eliminá-lo”, de EX, “para fora”, mais PUNGERE, “espetar, cutucar”.

Aposto que você gostou dessa. Lary também.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!