Sugestão: criem uma seção com as etimologias de diversas trapalhadas idiomáticas!

Vão algumas (que já pude comprovar estarem corretas):
___
Canguru vem de “kan garoo”, que significa “Não entendo o que você diz!”, que, por sua vez, foi quando um aborígene australiano respondeu a um colono inglês querendo saber como se chamava aquele marsupial que saltitava e possuía orelhas enormes e uma bolsa na barriga.
___
Yucatán, cidade mexicana significa “Eu não sou daqui!”, que foi quando um turista respondeu a um colono espanhol querendo saber como se chamava aquela cidade.
___
Chocolate vem de “xocoatl”, que significa “O que é que esse cara aí está falando?”, que, por sua vez, foi quando um asteca respondeu a um colono espanhol querendo saber como se chamava aquele alimento produzido a base de cacau.
___
Cachorro significa “filhote de qualquer animal”, especialmente “filhote de qualquer mamífero”, que foi quando um português ouviu um espanhol chamar um “filhote de cão” de “cachorro”.
___
“Cor de burro quando foge” vem de “Corro de burro quando foge”, pois, quando o animal foge, torna-se perigoso e sem controle, sendo capaz de dar um coice em alguém.
___
“Quem tem boca vai a Roma” vem de “Quem tem boca vaia Roma”, que foi utilizado pelo time do Barcelona e se refere à equipe de futebol da Roma e não à cidade, que, antigamente, eram equipes rivais, os torcedores da equipe espanhola provocavam os torcedores da Roma dizendo “quem tem boca vaia Roma”.
___

“Quem não tem cão caça com gato” vem de “Quem não tem cão caça “como” um gato”, esse termo se refere à antiga prática de caça, onde as pessoas utilizavam cães para caçar, quando não tinham um, caçavam sozinhas, como os felinos fazem, os gatos caçam sozinhos.
___

“Hoje é domingo pede cachimbo”, a canção popular, a maioria das pessoas diz “Hoje é domingo pé de cachimbo”, o correto é pede cachimbo, ou seja, domingo pede cachimbo, que era o tipo de cigarro mais comum antigamente.
___
“Batatinha quando nasce, espalha rama pelo chão”, outra canção popular, a maioria das pessoas diz “Batatinha quando nasce esparrama pelo chão” que seria derrubar, na realidade o correto é “espalha rama”, uma vez que a batata é um tubérculo, esse tipo de vegetal possui o caule subterrâneo e as folhas se espalham pelo chão.
___
Rinoceronte-branco, mamífero africano possui esse nome porque os antigos colonos ingleses tomaram a palavra “weid”, que é chifre pela palavra “white”, que é branco.
___
Esculpido em carrara (tipo de madeira): uma expressão usada quando uma pessoa está maravilhada com alguma coisa. Só que, devido a um mal entendido, essa expressão virou escarrado e cuspido, e, para piorar mais ainda, transformaram em cacado e cuspido.
___
Criôlo é mestiço descendente de espanhol, só que as pessoas usam para definir qualquer negro ou afrodescendente, que é outra palavra mal utilizada, porque afrodescendente é qualquer pessoa que tenha descendência africana, independente de cor. A prova disso são as famílias multirraciais, exemplo: a mãe de meu amigo, Luciano Nascimento da Silva é branca e várias primas dele são negras e uma das irmãs dele é parda e tem um filho loiro de cabelo cacheado (ele também pode ser chamado de afrodescendente) e mais um motivo do termo ser mal utilizado aqui no Brasil é que o Brasil é um país colônia e vários europeus passaram por aqui e tiveram filhos com as nativas, resumindo: qualquer brasileiro pode ser tanto afrodescendente como euro-descendente.
___
Antártida foi porque alguém fez a seguinte associação: atlânticos da Atlântida e antárticos da Antártida. O correto é Antártica, variante ortográfica de Antártico, que significa Anti Ártico, ou seja, que é contrário ou oposto ao Ártico.
___
Perdoem-me se forem tantas, mas é porque tive a ideia de contribuir!

Abraços, e, qualquer coisa, estou sempre na área!

Resposta:

Prezado Sávio, agradecemos imensamente a sua contribuição. Não nos leve a mal se lhe dissermos que praticamente todas são fruto de etimologia popular e não se confirmam pelos estudos.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!