Etimologia no Maternal

OSSOS II [Edição 76]

  Olá, crianças. Lembram-se que na última aula a gente falou sobre um osso de dinossauro que o Soneca achou no pátio e que não passava de um osso de galinha roído? E que através disso aprendemos a origem dos nomes de vários ossos humanos? Pois hoje vamos continuar aprendendo sobre o assunto. Vamos ver… leia mais

CHAMAS [Edição 74]

Céus, chamem os bombeiros! Aliás, colham a ocasião para chamar a Defesa Civil, o Esquadrão Anti-Bombas, a Marinha e os cavaleiros de Átila, o Huno! Pensando bem, nem tentem, que não vai adiantar nada. Que cena se desenrola perante meus olhos aflitos! Minha aula quase em chamas. Vejo meus incontroláveis aluninhos reeditando aqui o Massacre leia mais

EM CANA [Edição 72]

  Se vocês continuarem se comportando desse jeito, só posso adivinhar um futuro negro à sua frente. É fácil imaginar todos com roupas listradas de presidiários, com bolas de ferro acorrentadas aos pés, magros e sujos, dormindo no chão duro sem terem nada mais que ratos para os aquecerem nas madrugadas terríveis da prisão. Agora leia mais

COLETIVOS [Edição 71]

  Cri-an-ças! Me-ni-nos! Me-ni-nas! Parem esta estapafúrdia balbúrdia, esta desordem, este pandemônio, confusão, rebuliço, perturbação da ordem e quejandos! Com este comportamento inumano, vocês lembram um bando de…  não, não vou ofender as outras criaturinhas da Natureza. Mas isso me deu uma ideia. Larguem uns aos outros e se acomodem, que a Tia Odete vai leia mais

UM DESABAFO [Edição 69]

  – Bom dia, Sr. dono deste simpático barzinho perto da minha casa onde eu compro meu pão diário mas onde minhas dívidas não são perdoadas, bom dia aos frequentadores aqui reunidos tanto para fazer suas comprinhas como para trocar informações sobre a vida alheia ou para consumir bebidas espirituosas. Hoje acordei de muito mau leia mais

GASTOS [Edição 68]

  Olhem só que lindinhas estão as meninas, tão arrumadinhas! Claro, isso porque entrei mais cedo na sala de aula, ou já teriam se arranhado, puxado os cabelos e feito outras barbaridades, devidamente ajudadas pelos meninos. Para comemorar esse capricho todo, vou falar um pouco sobre a etimologia de palavras relacionadas aos gastos que seus leia mais

GRACIOSOS II [Edição 67]

  Muito bem, crianças, na última aulinha a gente estava debulhando as origens das palavras que se aplicam a certas pessoas metidas a fazer graça com os outros. Infelizmente essa característica existe em grande quantidade entre meus alunos, com conseqüências bem ruins para minha sanidade mental. Uma dessas palavras é jovial, “alegre, contente, folgazão”.  Ela leia mais

GRACIOSOS I [Edição 66]

  Muito bem, quem foi que colocou uma minhoca dentro da minha maçã, tachinhas na minha cadeira, um sapo seco em minha bolsa e pasta de dente na maçaneta da porta? Sei que, modernamente, isso se chama “liberdade de expressão para os alunos” e que eu devo achar muito engraçado e mandar uma carta de leia mais

TIA ODETE VIAJA DE AVIÃO – I [Edição 62]

– Boa tarde, meu senhor de bonito uniforme preto. O senhor é o proprietário deste aeroporto? Não? Ah, é um dos vigilantes. Não faz mal, eu o achei tão simpático que puxei assunto só para lhe dizer que o local onde o senhor trabalha se chama assim desde 1919, do Inglês airport, inicialmente referindo-se ao leia mais

TIA ODETE VAI AOS CORREIOS [Edição 59]

    Boa tarde, caro senhor. Por acaso poderia me dizer onde fica a agência dos Correios? Ah, bem aqui em frente, veja só. Na verdade eu já sabia, mas foi a maneira que encontrei para fazer contato e lhe dizer que essa palavra veio do Espanhol correo, que por sua vez veio do Provençal corrieu, leia mais

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!