Etimologia no Maternal

Pressa [Edição 56]

Aiaiai, que gritaria é essa? E estes pulos? E estas crianças indo de um lado para o outro, à toda? Houve algum ataque de demônios contra meus alunos? Não… Pensando bem, eles não se atreveriam a entrar aqui. Só gente burra como eu. Por que estão todos correndo? Ah, estão com pressa para que a leia mais

Três [Edição 53]

Santa Verbena, poupai-me esta cena! Segurai-me, Santa Sofia, para que eu não mate alguém um dia! Ai, São Nicanor, que pavor! A gente não pode sair para beber um pouco d’água, que é o único que uma pobre professora pode usar para matar a sua sede hoje em dia, pois certamente não haverá ninguém suficientemente leia mais

Briga [Edição 52]

AI, meu Santo Pai! Santo Antenor, mas que horror! São Brandão, que vasta confusão! São Delfino,segurai aquele menino! Santa Geraldina, aquietai esta menina! Cri-an-ças! Leônidas enfrentando os Persas era fichinha perto do que vocês conseguem. Eu me afasto um instante da sala de aula e encontro ao voltar uma cena de carnificina que nem os leia mais

Palavras Inglesas [Edição 51]

Palavras: bar , bike , cash , catchup , djs , espetáculo , jeans , plug , show , xou

– Ajudai-me, Santa Terezinha, que começou mais uma rinha! Santo Aniceto, que todo o mundo fique quieto! Santo Antão, quem me mandou ser burra e escolher esta profissão? Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, ajudai-me que eu morro! Por que estão brigando agora, crianças? Hein? A Valzinha disse que o pai do Sidneizinho não sai do leia mais

Alfabeto III [Edição 50]

Palavras: óptica , ótico

Desta vez a Tia Odete aqui se lembra em que letra paramos em nosso estudo da origem do alfabeto. Foi o “K”, portanto agora é o “L”. Vamos nos sentar em círculo e prestar atenção. Não, não adianta acordar o Soneca, deixem-no roncar. Val, pare de falar um pouco. Joãozinho, eu já disse várias vezes leia mais

Alfabeto II [Edição 49]

Muito bem, hoje a Tia Odete aqui resolveu pegar vocês antes que comecem a fazer desordem. Vamos aprender mais sobre as letrinhas de nosso alfabetinho, que começamos a estudar na última aulinha. Eu sei que hoje em dia a moderna pedagogia diz que uma criança não deve aprender nada disso antes dos 8 anos, mas leia mais

Pedagogia Antiga [Edição 48]

Arreda, Satanás! Pega teus demônios e vai para trás! Santa Palma, trazei de volta a calma! Santa Ada, aquietai esta criançada! Parem de tentar se matar entre si; sentem-se aqui ao meu redor que eu vou contar umas coisas antigas para vocês. Sabem, na saudosa escola de antanho havia um instrumento maravilhoso chamado palmatória. Seu leia mais

Cri-an-ças [Edição 47]

Cri-an-ças! Aquietem-se, pelo amor de Santa Rita. Parem de pular, gritar, berrar, assobiar, matraquear, derrubar coisas e de esganar uns aos outros. Deixem-me contar por que é que eu uso tantas vezes essa palavra para chamar a atenção de vocês. Olhem bem, criança vem do Latim creare, “produzir, erguer”, relacionado a crescere, “crescer, aumentar”, do leia mais

Estabelecimentos [Edição 46]

Santa Marmota, eu sou uma idiota. São Xavier, pareço uma burra qualquer. Santa Graça, não há besteira que eu não faça. Santa Cunegunda, mereço um pontapé na – nas canelas. Pois não é que, dentre tantas outras professoras em minha escolinha, fui eu justamente a escolhida para liderar um passeio com estes demoninhos pelo bairro leia mais

Alfabeto I [Edição 45]

Palavras: alfa , alfabeto , beta

– Ajudai-me, Santo Antônio que aqui baixou o demônio! Santa Bondade, trazei de volta a normalidade! Santo Antão, desfazei esta confusão! Santo Olívio, trazei-me alívio! Que é isto, cri-an-ças? Uma batalha em plena sala de aula, mais terrível do que a das Termópilas? Como foi que… Ah, a Patty – tinha que ser! – queria leia mais

Cores I [Edição 44]

Ai, que barbaridade! Mal eu me viro para desenhar no quadro e este grupo de vândalos desata numa batalha corpo-a-corpo que faria inveja aos piratas do Caribe tomando de assalto um navio de Sua Majestade Britânica. Cri-an-ças! Parem já, senão vou chamar o Michael Jackson para tomar conta de vocês! Hum, nada como um pouco leia mais

Mochilinhas [Edição 41]

Ai. Cena dantesca em minha sala de aula. Crianças aos gritos,dando socos em quem passar perto, puxando os cabelos umas das outras, escoiceando, atirando cadernos e lápis, pulando, berrando e dando risadas. Valei-me São Benito que vou ter um faniquito. Santo Antenor, livrai-me deste horror. Santo Anspeçada, desaparecei com esta criançada. São Fernando, devolvei-me o leia mais

Tia Odete Vai Ao Banco [Edição 40]

– Boa tarde, Senhor Vigilante, o senhor vai bem? Sabia que o nome dessa sua função deriva do Latim vigilare, “cuidar, vigiar”, de vigilis, “acordado, atento”, de uma fonte Indo-Européia weg-, “ser forte, ser ativo”? Como? Preciso largar os objetos metálicos nesse guichê para passar pela porta giratória, ahn, está certo. Aliás, não me deixe leia mais

Palavras Complicadas [Edição 38]

Cri-an-ças!! Fiquem quietas um pouco, para que eu possa ouvir meus pensamentos e tentar decidir alguma coisa perante esta dantesca, caótica, assombrosa, sesquipedálica, gargantuesca, titânica, monstruosa, insuperável confusão. Então, quando a aula está por terminar, eu saio por uns instantes para atender a um chamado telefônico e volto dois minutos depois e encontro Aninha e leia mais

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!