Pergunta #733

Será que as amigas do Glaucio testemunhariam?

Resposta:

Prezada Mariasil:
Se a Justiça as intimar a testemunhar, elas certamente o farão, como boas cidadãs.

Pergunta #732

gostaria se saber a origem da palavra testemunhar ! ! por favor !!!!1

Resposta:

Gláucio:
Você não pede, ordena. "Testemunhar" é explicado como um jurmento que os romanos fariam colocando as mãos nos testículos (TESTIS). Mas isso é etimologia popular.
A realidade é que essa palavra vem de TESTIS, "aquele que vê, que testemunha" mais -MONIUM, sufixo que indica "ação, estado". Esse TESTIS vem do Indo-Europeu TRIS-, "três", indicando "uma terceira pessoa, sem ser uma das partes em litígio, que observou os fatos".
A palavra TESTIS para "glândulas genitais masculinas" foi escolhida porque esses órgãos eram "testemunhas" do gênero da pessoa.
A foto está fazendo sucesso.

Pergunta #731

Gostaria de saber a origem da expressão RA-TIM-BUM. Grata.

Resposta:

Rose:
Esta é uma palavra onomatopaica, ou seja, ela imita sons. No caso, é como o ruído de uma banda, a primeira sílaba imitando o rufar de tambores, a segunda o tinir dos pratos, a última o som grave do bumbo.

Pergunta #730

Qual a origem da palavra impeachment?

Resposta:

Louise:
É sua primeira visita, se não me engano. Espero que agrademos.

"Impeachment" veio do Francês EMPECHER, que derivou do Latim IMPEDICARE. Esta palavra se forma por IM-, "em", mais PEDICA, "laço, armadilha", de PES, "pé".
No sentido de "acusar publicamente uma autoridade de governo se usa desde 1568.
Assim, o "impeachment" de uma autoridade é como atá-la pelo pé para que não siga adiante.

Pergunta #729

PREZADA TRAÇA GIGANTE: antes que reclame de minha ausência, cá estou. Em uma recente conferência, d. Boaventura Koplenburg disse que embora vetusto, já está com um novo livro no prelo. Qual a origem das palavras [vetusto] e [prelo]?

Resposta:

Cara Lúcia:
Se você demorar de novo para escrever, eu sou capaz de tomar uma prise de Baratox.

D. Boaventura Koplenburg se considera "vetusto" pelos anos que passaram, embora o que conte mesmo seja a juventude interna.
Essa palavra vem do Latim VETUS, "velho, antigo, de outros tempos, entrado em anos".
Daí vêm "veterano" e "veterinário" (o que tratava dos cavalos do exército velhos demais para o serviço ativo).
Você pode saudar seus velhos amigos por AMICI VETERES; chamar um soldado eterano de VETUS MILES; os antigos filósofos, de VETERES PHILOSOPHI.
"Prelo" vem do Latim PRELUM, de PREMERE, "apertar, comprimir", que é o que ele faz para colocar o papel em contato com a tinta.
E "prelado", será que também vem daí?

Pergunta #728

Boa tarde, Prof.!
Referente à pergunta anterior: Rs… E isso é porque nem sou política!!!
Desculpe-me o exercício que lhe causei logo pela manhã! E, para encerrar meus estudos estatísticos, quero saber mais uma palavrinha: “orçamento”…
Ah! Também a origem de ” Ana”, “Rita”. Até breve!

Resposta:

Sandra:
Com tanto bom humor, não sei se você daria mesmo uma boa política. Deixe assim.
Àquela hora eu já estou a postos para exercícios, de modo que não se avexe.

Quando você lida com um "orçamento", está às voltas com um termo náutico.
O verbo "orçar" vem do Italiano ORZARE, que se relaciona com o Holandês LURTS, uma corda que mantém certa vela de modo a aproveitar melhor o vento. O "L" inicial caiu e a palavra gerou "orça" em nosso idioma.
Velejar implica em fazer cálculos estimativos antes das ações propriamente ditas, e esse sentido acabou determinando o uso de "orçar" para nós.

Diga à sua amiga Ana que o nome dela significa "a benéfica" em Hebreu (HANNAH). Encontra-se já no Antigo Testamento, de modo que tem uns milhares de anos.
E conte à Rita que o nome dela é diminutivo de MARGARITA.
Santa Rita de Cássia se chamava, na verdade, Margarita.
E este nome vem do Grego MARGARITES, que quer dizer "pérola".

Pergunta #727

Boa tarde, Prof!!
Testando mais uma vez seus doze neurônios (ô, prof, eu acho que o senhor tem mais, hein..), pergunto-lhe: Qual a etmologia das palavras: “numinoso” e “guardião”.
Vai minha foto aí ao lado (risos)

Resposta:

Patrícia:
Você é muito bonitinha. E muito precoce: escreve muito bem par alguém da sua idade. Parabéns.
Da última vez em que fiz a chamada, só doze dos neurônios responderam.

"Numinoso": vem do Latim NUMEN, "divindade, desejo divino". Mais exatamente, o significado era "aprovação divina expressa por uma inclinação de cabeça", do verbo NUERE, "inclinar a cabeça".
Existe a expressão "demissão AD NUTUM", isto é, com uma inclinação de cabeça, sem formalidades legais.

"Guardião": vem do Germânico WARDO, "aquele que cuida, que vigia". Daí derivou o Frâncico WARDING, que deu, em Francês, GUARDEN e depois GARDIEN. Isto gerou o Inglês GUARDIAN e o nosso equivalente.

Pergunta #726

Dr. por que se utiliza o termo repartição pública, todas as repartições não são públicas?

Resposta:

Rennan:
Bem observado. Vamos dar uma analisada:
"Repartição" como "divisão de uma organização para atender a necessidades da comunidade", na verdade, pode ser privada.
Um grande supermercado, por exemplo, tem as suas "repartições" que cuidam de diferentes assuntos, como Logística, Limpeza, Vigilância, Prevenção de Acidentes, Estoque, Pessoal e muitas outras.
Para tornar claro que são de uma instituição privada, tais partes recebem outros nomes: "Secção", "Setor", "Divisão", "Departamento", até "Prefeitura".
Deixou-se a palavra "Repartição" para o caso das organizações governamentais, mas apenas por uma questão de costume, não de organização ou de Gramática.

Pergunta #725

Bom dia, Prof.!
A simpatia desses clientes é mesmo encantadora!
Cada vez mais fico “ligada” nas palavras que falo e ouço, a fim de saber suas origens… Chego “correndo” aqui pra lançar mais um pedido de ajuda. Ultimamente estou cercada de dados estatísticos… aí, quando me cansei de ver e analisar tantos números, pensei, “o que é estatística afinal de contas”???!!! Espero sua explicação. Agradeço muito!

Resposta:

Sandra:
Puxa, você desde cedo me faz colocar os doze neurônios todinhos a funcionar. Isso é bom.

"Estatística", como "ciência que lida com dados relativos a uma comunidade" se usa desde 1770.
Foi posta em uso pelo cientista político alemão Gottfried Aschenall em 1748.
Ela deriva da expressão latina COLLEGIUM STATISTICUM, "série de conferências sobre assuntos de Estado".
Com o significado de "dados numéricos reunidos e classificados", usa-se a partir de 1829.
Antes que você pergunte, "Estado" vem de STATUS, "ficar em pé, manter", que veio do Indo-Europeu STA-, "ficar em pé, erguer-se".
A partir de expressões legais romanas como STATUS REI PUBLICAE, "a condição dos assuntos públicos", se criou o uso da palavra "Estado" como "organização política de um país".
Viu só em que você anda metida?

Pergunta #724

FRANGERE, romper. FRANGO, rompo. Entendi bem? Mas o que é que aquela coisa nojenta que algumas pessoas gostam de comer tem a ver com um signficado tão elegante?

Resposta:

Mariasil:
Pois é. Aqui você me pegou.
A origem do nome dste galináceo de que você parece não gostar mas que é adorado por outros, especialmente pelos donos de galaterias, não está bem definida.
Há várias hipóteses, entre as quais justamente a de que derive de FRANGERE.
Isso por que seria mais fácil de se romper, à mesa, que uma ave com, digamos, mais experiência de vida.
Lembre-se de que, em épocas em que os talheres eram pouco usados, essa diferença era relevante. Ficar forcejando á mesa do rei para retirar uma perna de galinha não devia pegar muito bem.

Pergunta #723

Olá, professor querido, ah, desculpe, mas o senhor é querido mesmo, fazer o que…!!! “Querido” aqui em SC é sinônimo de simpático.
Para ampliar meu novo dicionário etimológico preciso de sua preciosa ajuda com as seguintes palavras: crise, voto (sentido de compromisso ou promessa). Muito grata.
OBS. Estas flores é uma homenagem a todos os os “clientes” deste site, afinal, o que seria dele sem nós?(risos)

Resposta:

Patrícia:
Ouçam todos! Patrícia sabe das coisas! Ela diz que sou simpático e manda flores!
Muito obrigado. Você fez uma linda homenagem a todos nós. Só falta acrescentar uma flor, que é a sua foto. Mande, que eu quero espalhar um ciúme mortal por aí!

"Crise" vem do Grego KRISIS, "ponto de virada de uma doença", como usado por Hipócrates e Galeno. Deriva do verbo KRINEIN, "separar, distinguir, julgar", de uma base Indo-Européia KREI-, "colher, escolher, distinguir". O sentido básico se situava em "momento de decisão", mas agora se usa mais para designar a situação que nos leva a tomar uma decisão.

"Voto" vem do Latim VOTUM, "juramento, promessa, dedicação", do verbo VOVERE, "prometer, dedicar". Mais remotamente, de uma palavra Indo-Européia EWEGWH-, "falar solenemente, jurar". Passou pelo Sânscrito VAGHATI, "aquele que faz um sacrifício".

É verdade que, sem a distinta clientela, nós deste site estaríamos muito tristes.

Pergunta #722

Olá,
Bom dia.

Por favor, gostaria de saber significados das palavras fragmentação e imagem.

Resposta:

Jorge:
É a sua primeira visita, não? Bem-vindo.
Aqui a gente trabalha com as origens das palavras; os significados estão nos dicionários comuns. Mas muitas vezes eles acabam aparecendo quando a gente estuda as origens.

"Fragmentação" vem do Latim FRAGMENTUM, "pedaço, parte rompida de alguma coisa". E tal palavra vem do verbo FRANGERE, "quebrar". Logo, "fragmentação" é o resultado do ato de quebrar.
Os sinos das igrejas antigamente tinham a inscrição FULGURA FRANGO, "eu rompo os raios", pois se acreditava que o som deles impedia a ação dos raios numa tempestade. Não dava certo, mas o pessoal se sentia mais seguro.

"Imagem": do Latim IMAGO, "cópia, representação, retrato, estátua, idéia". Esa palavra se forma a partir do verbo IMITARI, "copiar, reproduzir, imitar".
A fonte mais antiga é o Indi-Europeu AIM-, "copiar".
Portanto, "imagem" é o aspecto de alguma coisa.

Pergunta #721

Prof. Me desculpe, errei o seu nome na ultima pergunta.” Mil desculpas…”

Gostaria de saber qual a origem da palavra ” brincar “.
Muito obrigada.

Resposta:

Maria Isabel:
Ao que tudo indica, "brincar" vem do Germânico BLINKAN, "gracejar".
Não se desculpe, pois sei que quem entra nesta seção quer é falar comigo mesmo.

Pergunta #720

Prof. Aluisio, entrei neste site por
acaso e fiquei apaixonada!

A minha pergunta ′e qual a origem da palavra acuado.

Resposta:

Maria Isabel, seja bem-vinda.
Fico contente pela paixão provocada. Mantenha-se assim que o site tudo fará para corresponder.

"Acuado" é do verbo ACUAR, para o qual se faz a hipótese de se originar no Latim ACCULARE, derivado de CULUS, "traseiro".
O sentido inicial se ligava ao ato de um animal se agachar, colocar o traseiro junto ao chão, fosse por medo, fosse por teimosia.
O "acuar" dos cães é o ruído que eles fazem para manter a presa quieta, sem fugir.

Pergunta #719

Boa tarde, Prof. ABC
Puxa a clientela está crescendo, hein!
Aquela Alaúza toda que eu disse, foi o sucesso que a etimologia está fazendo aqui, cada nova palavra com seu significado tem despertado muitas curiosidades e nossas conversas estão ficando mais eruditas. Noosssa!! (risos)
Então, poderia me dizer a etimologia de “CORAGEM”, “FORTALEZA” E “VIRTUDE”.
Eu faço uma propaganda bem positiva do seu site, viu? Ah… não só do site, claro!!! Ei, não fique SISSE, hein!!

Resposta:

Patrícia:
Ainda bem que a clientela está crescendo, pois assim dou por bem usados o meu tempo e a minha pesquisa.
Legal, saber que a Etimologia está provocando alaúza e sucesso. Quando a infecção pega, é difícil se livrar. Nem há porquê.
Continuem com as conversas eruditas!

"Coragem" vem do Latim CORATICUS, que vem de COR, "coração", pois este sempre foi associado à força interior.

"Fortaleza" é do Latim FORTALITIA, de FORS, "forte". Significa "local defendido, fortificado" e, por extensão metafórica, "força, resistência individual".

E "virtude" vem também do Latim, de VIRTUS, "força moral, valor, excelência", de VIR, "homem".
Naturalmente essas qualidades também existem na mulher.

Pergunta #718

Qual a origem e significado da palavra personalidade ?

Resposta:

Alessandra:
Esta palavra tem uma história interessante.
Em Latim, PERSONA, era "máscara".
Os teatros da época eram muito grandes, impossibilitando aos espectadores mais distantes enxergar direito as expressões dos atores. Estes, então, se valiam de máscaras que simbolizavam os seus sentimentos em dado momento da peça (elas são até hoje um símbolo da arte cênica).
Elas muitas vezes tinham megafones embutidos, para aumentar o alcance da voz.
Assim, os atores "falavam através" da máscara: PER-, "através", mais SONARE, "soar".
Com o tempo, PERSONA acabou significando, no teatro, o que hoje chamamos de "personagem".
Pelo séc. 19, "personalidade" passou a indicar o conjunto de características internas que compõem um indivíduo.

Pergunta #717

Bom dia, bom domingo, “Prof.”!
Puxa, fiquei contente com sua “humilde aceitação” sobre o tratamento referido na última consulta!
Por favor, gostaria de saber sobre as palavras: “jardim”, “recanto”, “estratégico” e “valor”. Estou a cada dia mais curiosa!!! Estou entusiasmada com suas explicações. Muito agradecida!

Resposta:

Sandra:
Não foi uma humilde aceitação do tratamento de "professor", foi uma orgulhosa apropriação de um título indevido. Chame-me como lhe der na telha.

"Jardim": vem do Latim HORTUS GARDINUS, "plantação cercada
". A última palavra da expressão vem do Frâncico GARDO, do Germânico primitivo GARDON, "local cercado", relacionado com "guarda".

"Recanto" vem do Latim CANTHUS, "aro metálico de roda", do Grego KANTHOS, "ângulo do olho". Adquiriu o sentido de "esquina, canto, ângulo de prédio". O RE- aí é intensificativo.

"Estratégia" é do Grego ESTRATEGIA, "o ofício de um general". STRATEGOS era "general" e vinha de STRATA "multidão, exército", literalmente "o que é espalhado", mais AGOS, "condutor, líder", de AGEIN, "chefiar, conduzir, levar".

"Valor": do Latim VALOR, "valor", do verbo VALERE, "ser forte, ter poder, ser capaz". Veio de uma raiz Indo-Européia WAL-, "ser forte".
No sentido de "coragem", em uso desde o séc. 16.

É bom ver alguém ser levada por este vício!

Pergunta #716

Caro Dr. Alaúzo:
Depois de assistir a um documentário sobre Chico Buarque, escolhi a frase de uma de suas lindas canções para ilustrar minhas perguntas:
“Sei que há léguas a nos separar
Tanto mar, tanto mar…”
Quais as origens das palavras légua e mar?( e também da palavra SEA)
Um abraço.

Resposta:

Prezada Maria Tereza:
"Légua", uma medida de comprimento com definições diferentes, foi usada mais no continente europeu,; para os ingleses, tem uso quase só literário. Diz-se LIEUE em Francês, LEGA em Italiano. Vem do Celta LEAK, "pedra", que gerou LEUGA em Latim.

"Sea" vem do Germânico antigo SAIWAZ. O interessante é que, nessa época, tal palavra era usada tanto para conjuntos de água doce como de água salgada. Isso talvez refletisse a geografia da região báltica, onde deve ter-se originado o nome.

E "mar" veio de uma palavra Indo-Européia MARI, "grande extensão de água".

Pergunta #715

Caro Dr. Alaúzo:

Pergunta #714

Qual a origem da palavra homosexualismo ?

Pergunta #713

Qual a origem da palavra homosexualismo ?

Resposta:

Vera Lúcia:
Essa palavra tem origem mista. Vem do Grego HOMOS, "igual, o mesmo", mais o Latim SEXUS, "sexo". E esta última vem do verbo SECARE, "separar", pois o sexo "separa" uma espécie em dois grandes grupos, masculino e feminino.

Pergunta #712

Em primeiro lugar, peço desculpas por denominá-lo “Prof”… vejo que todos os demais clientes tem a gentileza de tratá-lo como “Dr.”… Não quero ser excessão!
Portanto, “Prezado Dr., boa tarde! Ajuda-me com as palavras: “privilégio”, “autorização”. Obrigada.

Resposta:

Sandra:
Um dos meus desejos sempre foi o de ser Professor. De modo que, se você continuar me tratando assim, vou gostar.

"Privilégio" vem do Latim PRIVILEGIUM, "lei aplicada a uma pessoa", de PRIVUS, "indivíduo" mais LEX, "lei".
E "autorização" vem do Latim AUCTORIZATIO, de AUCTOR, "fundador, aquele que faz crescer", do verbo AUGERE, "aumentar, erguer".
No século 14, AUCTOR passou a ser usado como "aquele que emite afirmações por escrito".
Uma "autorização" é, portanto, uma licença emitida - hoje, nem sempre por escrito.

Pergunta #711

Professor, qual a origem da palavra Jovem, e se algum momento da história ela significou adolescente.
Obrigado.

Resposta:

Erivelton:
"Jovem" vem do Indo-Europeu YEU-, "força vital, vigor jovem". Passou pelo Latim como JUVENIS, "jovem".
JUNIOR era o comparativo dessa palavra: "mais jovem".
Não tenho notícia de que tenha tido o significado específico de "adolescente", embora obviamente possa ter esse uso.

Pergunta #709

Hoje a curiosidade é musical. Qual a origem das palavras [violoncelo e as demais da família] e [oboé]. Bom final de semana, prezada traça !

Resposta:

Prezada Lúcia:
Só porque veio a público que sou um inseto, não quer dizer que eu possa sofrer desprezo. Sou uma Prezada Traça com maiúscula, no mínimo!

Essa turma toda, "violino, violão, viola, violoncelo", veio do Latim VITULA, "instrumento de cordas" (fonte de FIDDLE, em Inglês).
Há duas hipoteses para a palavra em Latim.
Segundo uma, ela teria vindo de VITULA, uma deusa romana da alegria. Conforma a outra, viria do verbo VITULARI, "exultar, cantar vitória".
Seja como fôr, os nomes desses instrumentos têm uma origem alegre.

"Oboé" vem do Provençal HAUTBOY, de HAUT, "alto", e BOY, "madeira". Isso porque ele tem o registro mais alto entre os instrumentos de sopro de madeira.

Pergunta #710

Bom dia Professor,
eu gostaria de saber o que significa a palavra “viés” e como usá-la?
Grato.
Alysson

Resposta:

Alysson:
Olá. Essa palavra vem do Antigo Provençal BIAIS, através do Latim BIGASSIUS, do Grego EPIKARSIOS.
Esta se forma de EPI-, "sobre", mais KARSIOS, "oblíquo, torto".

Modo de usar: um pano que se corta enviesado é um que sofre um corte não paralelo às beiras.
Um olhar de viés é um olhar de lado, torto, oblíquo.
Encarar uma situação sob um determinado viés é olhá-la apenas de um ângulo, com predisposição, com preconceito.

Pergunta #708

Bom dia, adoráv, ops, desculpe. Bom dia, Sr.ABC!!!
Fizeram tanta alaúza hoje aqui, o senhor nem sabe!! Mas mudando de assunto, o que tem a ver o prefixo (acho que é prefixo) “hepato” com o fígado? Uma inflamação neste órgão não deveria ser denominada “fígadotite”?? (risos) Por que “hepatite”?

Resposta:

Patrícia:
Obrigado por não me ter feito desmaiar de novo.

A sua pergunta envolve uma situação muito interessante. Acontece que, em grego, "fígado" era HEPAR, em Latim era IECUR.
Esse HEPAR gerou os derivados cultos, significando "referente ao fígado": "hepático", "hepatite", "hepatócito".
Por sua vez, os gansos destinados à produção de figado para a indústria alimentar eram engordados com figos.
O fígado deles, aumentado e com degeneração gordurosa pela alimentação forçada, era chamado IECUR FICATUS, algo como "fígado preparado com figos".
Como acontece em tantas expressões, uma das palavras - IECUR - desapareceu e restou o FICATUS, que virou "fígado" e acabou nomeando o órgão.
Agora me diga: Etimologia é bonita ou não é?

Conte-me sobre a alaúza daí.

Pergunta #707

Gostaria de saber a origem e significado da palavra ” Empório “.

Resposta:

Helder:
Essa palavra vem do Latim EMPORIUM, "mercado, local de compra e venda", do Grego EMPÓRION, "mercado, centro de comércio, porto de comércio".

Pergunta #706

Olá, Prof.! Que rapidez!!!! Estava ainda formulando esta mensagem e lá estava sua resposta da anterior… Puxa, surpreendendo o cliente! Parabéns! Gostaria de saber a origem de: “apoio”, “clínico”, “cadastro”, “Sandra”. Obrigada!

Resposta:

Sandra:
Hoje estou com algum tempo sobrando. Não conte sempre com isso...

"Apoio" passou pelo Italiano APOGGIO, "base, sustento, apoio", vindo do Grego POUS, "pé".
"Clínico" era em Latim CLINICUS, "aquele que visita o doente acamado", do Grego KLINIKÓS, "relativo à cama", que veio do verbo KLINEIN, "recostar, deitar, inclinar".
"Cadastro" é do Francês CADASTRE, do Italiano CATASTRO, que veio do Grego KATÁ STÍKHON, "linha por linha", querendo dizer "uma lista, um registro".

E o seu nome é um encurtamento de "Alexandre", feito em Italiano (Alessandro - Sandro), veja só.
Por sua vez, este nome vem do Grego ALÉXOS, "afastar, proteger, rechaçar", mais ANÉR, "homem". Queria dizer "protetor" ou "vencedor dos homens".

Pergunta #705

Puxa, com essa calorosa “boas-vindas”, a única alternativa é aproveitar-me de seu conhecimento.
Pois bem, na próxima semana vou ter audiência com o Prefeito da minha cidade… asuntos básicos, sabe como é!!!… Vou preparar-me bem! Quero saber o que significa “audiência”, para não dar nenhum fora!!! rs… Ah! Também o que significa “prefeito”…
Até mais.

Resposta:

Sandra:
O que eu tenho de conhecimento é para ser repartido. Use-o!
Já que você está muito importante e vai falar com o Prefeito, pode até contar para ele que a origem dessa palavra é o Latim PRAEFECTUS, "supervisor público, diretor", que é o particípio passado de PRAEFICERE, "colocar à frente de , investir de autoridade". E este verbo se compõe de PRAE-, "à frente de", mais a raiz do verbo FACERE, "fazer, realizar".

Sua "audiência" com ele vem do Latim AUDIENTIA (mais uma vez o "T" soa "C"), "um ouvir, uma escuta". Esta palavra vem de AUDIENTUM, particípio passado de AUDIRE, "ouvir", que vem do Indo-Europeu AWIS-, "captar, perceber fisicamente". No sentido de "recepção, escuta formal de autoridades" é usado desde pelo menos 1377.

Pergunta #704

A pergunta aí em baixo é minha, tá?

Resposta:

Patrícia:
Nem precisava dizer. Quem mais é capaz de tratar tão bem uma esfroçada traça gigante?
Primeira Anterior 1234
; ?>