Pergunta #10129

Muito Obrigada!

Talvez eu comece a aparecer por aqui com mais frequência. Estou pensando em fazer ′Letras′
Vamos ver…rs
Gr abraço e bom final de semana!

Resposta:

Muito bem, em breve uma acadêmica de Letras nos honrará com sua leitura.

Pergunta #10128

Tracinha!!! Quanto tempo. Aff, nem sei se lembra mais de mim, mas… vamos lá.
Estou com preguiça de verificar se já falaram sobre ′sábado′ e ′domingo′…hehehe. Pode me falar sobre suas origens? Uma busca seria muito intressante por aqui, viu. Obrigada!

Resposta:

Mas como não me lembrar de uma antiga paroquiana que, aliás, parece estar com os dízimos atrasados.. Depois olharemos nos arquivos.

Para saber sobre essas palavras, dê uma olhada nas Conversas com o Avô, ed. 44.

Pergunta #10127

Gostaria de saber a origem das seguintes palavras:

1) Passado
2) Presente
3) Futuro
4) Veterano
5) Obra
6) Epidemia
7) Vulgarizar

Obrigado!

Resposta:

1) Do Latim PASSUS, "passo". A idéia aqui se refere a "passos dados, que ficaram para trás".

2) L., PRAESENS, "o que está à frente", de PRAEESSE, "estar à frente", de PRAE-, "defronte", + ESSE, "ser, estar".

3) L., FUTURUS, "o que está por acontecer ou por ser", particípio futuro irregular de ESSE.

4) De VETUS, "velho, idoso".

5) L., OPERA, "trabalho manual".

6) Grego, EPI-, "entre, sobre", + DEMOS, "povo, distrito".

7) L., VULGARIS, "vulgar, comum, de pouco valor", de VULGUS, "gente comum, multidão".

Pergunta #10126


Boa tarde, estou fazendo um trabalho de português sobre valores humanos e gostaria de saber a origem das palavras respeito, compartilhamento e honestidade. Obrigada!

Resposta:

1) Veja 10029.

2) Do Latim COM-, "junto", + PARS, "parte".

3) Veja 10022.

Pergunta #10125

Ihhh, tô correndo mas queria dizer que é interessante essa de CRASSO: “erro crasso” por exemplo. Na Bahia se chama de crassa a pessoa gorda: minha lavadeira (quando as haviam)ao falar assim me remetia ao seu contrário, pela analogia ao contrário: o que não é grosso é fino (ou magro).
Imagino que fino tenha vindo primeiro no uso e aí gerou seu antônimo: Fulano é fino, logo Sicrano é grosso. “Afinar a silhueta” é tão comum quanto “engrossar a voz”, mas pelo uso se entende o sentido.Dizia um velho analfabeto sábio que conheci: “tudo é o tão (tom)”. Até nossa expressão facial define a intenção da palavra – para homônimas então é indispensável. Um cego não sabe a expressão que está usando nem a de quem lhe fala, então faz caretas ao falar, e fala mais alto. A pior das deficiências deve ser a cegueira (Saramago à parte), mais que a surdez, pois gestos são a fala mais real e para usá-los não se precisa de Gramática.
Imagine se eu não estivesse correndo para sair!Desculpem a verborragia.

Resposta:

Sei não, talvez a pior das deficiências seja a de evitar a cultura.

Pergunta #10124

como essas palavras arroz azeitona alface açucar café javali refem vieram fazer parte da linguá portuguesa

Resposta:

Olhe a resposta 10100.

Pergunta #10123

Brasília é Brasil em Latim? Como seria então brasa em Latim – brasilis? Se o Latim se desvanesceu antes, como poderia haver o gentílico deste país em língua morta? Vindo de brasa, então, certo? O vermelho da cor da madeira do pau brasil. E vermelho em Latim seria como? Bigada!

Resposta:

Em primeiro lugar, o Latim não é língua morta coisa nenhuma; ele até é o idioma oficial de um país.
Por isso, ele precisa ser atualizado. Isso explica porque podemos dizer "árvore de Natal" nesse idioma (ARBOR NATALICIA), "ambulância" (ARCERA AUTOMATORIA), "basquetebol" (FOLLIS CANISTRIQUE LUDUS), tudo coisas que não existiam.
Dessa forma se criou, há séculos, o nome deste país em Latim.
Ele vem mesmo de "brasa", BRASA em L., de origem nórdica.

"Vermelho" seria, cf. o caso, RUBER, RUTILUS, RUBICUNDUM, PURPUEREUS, IGNEUS, RUBENS.

Pergunta #10122

Peço desculpas,mais cedo pedi a origem da palavra grosso, na verdade queria saber porque se usa grosso no sentido de mal educado, grosseria.Não consigo ver relação entre ser gordo e não ter educação.

Desde já agradeço. O site é realmente muito bom.

Resposta:

Aqui não se trata de "ser gordo" X "sem educação"; obviamente uma coisa nada tem a ver com outra.
Sempre houve uma tendência natural entre as pessoas de associar volume com funcionamento desajeitado, provavelmente com base na comparação do tamanho de animais.

Gratos pelos elogios, leia-nos sempre.

Pergunta #10121

Origem da palavra BRASÍLIA

Resposta:

Esse é o nome do Brasil em Latim.

Pergunta #10120

Qual o origem da palavra BENÇÃO

Resposta:

É o Latim BENEDICERE, "abençoar, falar bem", de BENE, "bem", + DICERE, "falar, dizer".

Pergunta #10119

Pode me enviar as origens das palavras grosso e fino?

Expressões: Ele é um grosso
Ele é um fino cavalheiro

Resposta:

1) Do Latim CRASSUS, "gordo, espesso". No sentido que v. cita, a comparação é evidente.

2) Do L. FINIS, "extremidade, limite, final", que pode designar o que é bem feito, bem-acabado, depois com o sentido de "refinado, amável".

Pergunta #10118

Qual a origem da palavra ESCREVER?

Obrigada

Resposta:

É o Latim SCRIBERE, "marcar com o estilo - vareta de ponta fina usada para riscar em argila ou cera - riscar, desenhar, escrever".

Pergunta #10117

origem da palavra
obediencia
compostura

Resposta:

1) Latim, OBOEDIRE, "prestar atenção, dar ouvidos a", de OB-, "a", + AUDIRE, "escutar, ouvir".

2) L., COMPOSITURA, de COMPONERE, "colocar, pôr".

Pergunta #10116

Je te veux confiante je te sens captive
Je te veux docile je te sens craintive
Je t′en prie ne sois pas farouche
Quand me viens l′eau à la bouche

Laisse toi au gré du courant
Porter dans le lit du torrent
Et dans le miensi tu veux bien
Quittons la rive
Partons à la dérive

Serge Gainsbourg

Pergunta #10115

Verdade: os répteis se distinguem dos anfíbios por possuírem pulmões desde o começo de suas vidas.Eles não passam por transformações como os anfíbios, não mudam da água para a terra. Os répteis saem da casca dos ovos e vão para a terra (tartarugas vão para a água, direto, não sei como sabem – deve ser a luz, sei lá).Mas tirando os jacarés e as gracinhas das tartatugas,é tudo soturno, argh!
As traças só me parecem nojentinhas quando ficam se arrastando mesmo sem pés mas fora isso, se não roerem os MEUS livros, tudo bem.Se gostam de Etimologia então, tim-tim!
Tudo de sangue frio, indo de gente a répteis e anfíbios, ARGHH! Mato seria bom sem gente ou sem essa coisa fria. Ambos não dá.
Estou ouvindo “L´eau à la bouche” , menos ARGH que bichos gelados – se me caírem em cima não respondo por mim.
Cecílias são anfíbias, ainda bem que não tenho esse nome.

Resposta:

Reiteramos: Ana.Maria é cultura.

Pergunta #10114

Tenho TUDO contra insetos e répteis.Amo mato mas sem essas coisas.Só tenho medo disso e de incêndio, fora os medos normais (ou comuns).Estou agora ouvindo musica francesa e clássicos num site ótimo, de frente para o Oeste e na web há horas, o que significa que minha coluna está melhor. Viva!Olhe a figura, ARGHHH!
Reptil tem origem onde, essa praga?

Resposta:

A Senhora tem a coragem de desfazer da espécie a que pertenço? Não posso acreditar em tamanha desfaçatez.

E tem mais: as simpáticas figurinhas aí são de salamandras, que são anfíbios e não répteis.
Palavra esta que vem do Latim REPTILIS, "o que rasteja", de REPERE, "rastejar, arrastar-se".

Pergunta #10113

Gostaria de saber a origem da palavra pena.

Tenho pena dela.

Resposta:

É o Latim POENA, "punição, castigo"; adquiriu mais tarde também o sentido de "compaixão, dó".

Pergunta #10112

Narguilé ou Arguile, pq a letra N em árabe etc.etc.
E não é que os acepipes voltaram? Ypi-ypi-Urrah!
Meu céu não seria assim cheio de tracinhas pq gostaria de levar para lá muitos livros, e aí…
Meu céu, para não ficar muito chato tocar harpa o dia todo (dia?), seria cheia de meus discos, meus livros e nada mais. Bem… podia tb ter uns unicórnios para transporte, muita fruta madura,muito algodão doce para os unicórnios e anjinhos menores.E um bom colchão pra mim.Luz suave e praias de águas mornas.Doce de todo tipo sem perigo de engordar. Nada de dentista, médico ou exames.Roupa nova todo dia e acesso a tudo que eu quisesse saber.Nada de insetos e répteis, isso fica bem mais abaixo, no inferno.Cinema de graça o dia todo.Todo mundo se gostando e nada de vícios.Pra melhorar, uns bononos dando exemplos.

Resposta:

Favor explicar o que a Sra. tem contra insetos.

Pergunta #10111

José Furtado me furtou a idéia, ou parte dela: ficaria muito interessantre mesmo as perguntas e respostas daqui num livro. Mas tire as minhas, ou ficaria um livro assim meio para a loucura.
Eles estão vendo o jogo, eu estou vendo o por-de-sol e lhe digo:
Ludovicense é pela influência da França na cidade. Luís em francês é Louis, que provém do germânico Hlodoviko, que em português é Ludovico. Mas também é correto são-luisense.

Pergunta #10110

As pessoas quem nascem em São Luís-MA chamam-se Ludovicense… Acontece que não sei a origem desse nome! você pode ajudar?
Gostei desta página e pergunto se vc já possui algum livro com o tema .. pois acho interessante juntar todas as perguntas com as respectivas respostas e publicar!
Um abraço.

Resposta:

Elas se chamam assim porque, em Latim, "Luís" se dizia LUDOVICUS.

Não, resolvemos que nosso livro seria apenas virtual, o que já nos satisfaz.
Já leu as outras seções?

Pergunta #10109

Qual é a Origem da palavra sucessão?

Resposta:

É o Latim SUCCEDERE, "vir depois, vir no lugar de outrem", de SUB, aqui como "depois", + CEDERE, "ir, mover".

Pergunta #10108

Em primeiro lugar parabenizo pelo site que mostra de forma muito clara e objetiva a origem das palavras, e aproveito pra fazer minha pergunta.
Qual a origem das palavras “planejamento” e “estratégico” ?

Obrigado e abraço a todos

Vanderson

Resposta:

Opa, se não fosse o aviso de uma vigilante do site a gente passaria pela sua pergunta. Desculpe o atraso e aí vai:

1) Do Latim PLANUM, "superfície lisa ou achatada". A noção de "planejar" vem de rabiscar esquemas ou mapas numa superfície.

2) Do Grego STRATEGÓS, "general".

Gratos pelo elogio!

Pergunta #10107

Isso tá parecendo aquela do camelo que vinha buscar côco nos trópicos e voltava com coqueiros entre as corcovas, resultado da longa travessia entre os fumadores de “anguilé?” e suas bugigangas de fumar:
CAMELO COM CÔCO NAS COSTAS E COQUEIRO NAS CORCOVAS, CADA COISA, CUIDADO.
Na hora da morte falar bem o vernáculo, ora pois…faça-me o favor!Nessa hora eu falaria ou falarei até romeno ou celta.Só um Tobias para falar assim.É pra xingar ou rezar, não tem outra. E mesmo assim não adianta nada.
(Não me perguntes quem é o Tobias pq vou fazer a mesma onda)
Eu falaria deste jeito, como Vinícius: não tenho medo da morte, mas sim saudades da vida! Mas o moribundo:
“Estou almejando é o céu, não quero almejar é no outro sentido, entendeu, enfermeira? Estou agonizando , dá um jeito nisso doutor, e pare de almejar só o seu salário que eu não sou só um organismo em funcionamento, agora almejo que alguém dê um jeito nessa ***** dessa sonda!”
Engraçado é que ninguém quer morrer mas todos querem ir para o céu, dá pra entender? Como pode? Fazer omelete sem quebrar os ovos nem pensar.

Resposta:

"Narguilé", quiçás?

Pois mesmo IN EXTREMIS a Grande Traça falaria de acordo com o Vernáculo e com o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, tenha certeza, antes de ir para aquele Céu onde há lindas Tracinhas saltitantes e montes e montes de papel na paisagem fofa.

Pergunta #10106

Quem está agonizando almeja é ficar bom, não é a mesma coisa. Uma situação é o contrário da outra: “ai,ui, tô morrendo,agonizando, almejo é ficar bem, não quero agonizar, meu alvo é a saúde!”.
Fora isso, só o suicida.Deixa pra lá…

Resposta:

Não é assim. Se a pessoa sabe bem o vernáculo, ela gemerá: "Ai, ui, estou almejando, não quero morrer, almejo - no outro sentido da palavra - ficar bem, meu alvo é a saúde!"

Pergunta #10105

boa tarde professor
A muito tempo atras eu visitava o site, com muito mais frequencia, porem mau fico na internet, pois fico o dia inteiro na frente do computador, bom prometo que visitarei mais tempo o senhor…
Tenho algumas duvidas, e queria tira-las de uma vez so pois, sinceramente, prefiro ficar no mundo real do que o virtual.
Vamos a elas:
*Queria saber daonde da expressão: no pau da goiaba;
*a palavra jeep, do carro utilitario e
* ate aonde eu sei, voce, veio de vossamerce, correto? entao ao ela fez varias variaçoes e ate ficar voce, agora a questao, daonde associou vossamerce de “you”?
Obrigado pela ajuda, agora vou aproveitar o tempo chuvoso e dar uma atualizado no seu site.
Aquele Abraço

Resposta:

Olha só, finalmente encontramos um dos 17 fãs do site!

Da primeira expressão não conhecemos a origem. Em se tratando de expressões, há muito pouco material para pesquisa. E, na verdade, não se trata de Etimologia e sim de lidar com gíria.

JEEP é um nome derivado da expressão americana GENERAL PURPOSE (GP), "utilitário", que era usada para descrever este veículo na II Guerra.

Não entendemos o assunto "vossamercê/you", pode explicar melhor?

Aproveite a chuva e reveja-nos!

Pergunta #10104

Não. Isso de AGONIZAR então não tem nada a ver com alma e nem com ALMEJAR. Só para poetas ou filósofos, então o que me resta é ir esse caminho.Não vejo parentescos se as origens são diferentes: uma vem de AGON e a outra vem de ANIMA.
Deixa pra lá!Já sabe que no mes que vem vou deixar de mandar meus pontuais dízimos mensais.

Resposta:

Não dissemos que havia parentesco, sua teimosa, dissemos que o significado era o mesmo!
Tiácono, dê um jeito nessa sua parceira de dança.

Pergunta #10103

Então faça-me por favor a mágica de me esclarecer sobre AGONIZAR. Não estou de brincadeira, é sério, não consigo juntar os dados. Pode ser a dor, ou não, mas essa não peguei. Muito obrigada de novo pelos caldeirões do mágico de FANTASIA, do Disney, onde mexes tuas poderosas colheres.

Resposta:

Ai, ui, me-ni-na.
"Agonia" quer dizer "últimos momentos, situação de sofrimento intenso, estertores".
Vem do Grego AGONIA, "luta pela vitória", de AGON, "reunião para uma competição", de AGEIN, "agir, conduzir".
Referia-se originalmente à situação mental de um competidor quando a contenda estava chegando ao fim.
Vai-se acalmar agora?

Pergunta #10102

Qual a origem da palavra Inquietude?

Resposta:

Vem do Latim IN-, negativo, mais QUIETUS, "parado, calmo, em repouso".

Pergunta #10101

Amado Mestre
O primeiro e único está voltando….Depois de um longo período voltarei em breve.
Mas saiba que nossa sede da IEU está mais ativa do que nunca….os granitos foram trocados por Mármore de Carrara…os lustres de bronze por prata-de-lei com detalhes em ouro….A renda não está muito alta devido as declarações ao IR….E os papiros do Mar Morto estão devidamente separados e guardados em temperatura controlada para que Vossa Tracência se deleite….Ah…A Patyconiza manda lembranças…

Resposta:

Hum, Rebebes preparando a sua volta.
Isso é muito bom. Aguardamos as suas perguntas, já que a Pattyconisa não quer saber mais do site.

Pergunta #10100

Olá!
Desculpem, eu ja consegui descobrir a origem das palavras arroz, azeitona, alface, açúcar, café, javali e refém Menos arroz, as outras todas vem do arabe.
Só peço uma orientação de onde conseguir uma resposta para como essas palavras vieram a fazer parte da Lingua Portuguesa e como elas se tornaram comuns com diferentes grafias em várias partes do mundo.
Aguardo um retorno e agradeço mais uma vez.

Resposta:

Aí v. tem que atualizar seus conhecimentos de História para se informar dos 800 anos que os árabes dominaram a Península Ibérica, deixando nos idiomas locais enorme número de palavras.
Primeira Anterior 123456 última
; ?>