Em: Consultório Etimológico

Olá, gostaria de saber a origem das seguintes palavras:

acre” (e a sua relação com a idéia de “azedo”, “ácido”).

“VATE” (Por que os profetas eram chamados assim ? ! ?).

“AUGURAR”

“FADAR”

GRATÍSSIMO !

Resposta:

1) do Latim ACER, “ser cortante, pungente, amargo”, que acabou tendo o significado de “azedo, amargo”, principalmente o primeiro.

2) Do Latim VATE, “poeta, profeta, aquele que diz”, com origem atribuída ao Grego, ao próprio Latim ou ao Celta – ou seja, não se sabe direito.

3) Veja “augúrio” em nossa lista.

4) Idem idem “fado”.

¤ ¤ ¤
Em: Assunto da Edição

Unidades De Medida

A humanidade, desde que começou a praticar o comércio, precisou utilizar unidades padronizadas para pesos, comprimentos, volumes, etc., de modo a poder normatizar as operações de compra e venda e evitar brigas.

Vamos falar meio desordenadamente, como sempre, sobre algumas que nos ocorrem neste momento.

POLEGADA – vem do Latim pollicata, de pollex, “polegar”. Inicialmente se referia a algo “do tamanho de um polegar” como referência geral. Depois foi que ela se definiu como um doze avos de pé, o que dá os 2,54cm de agora.

Os ingleses chamam esta medida de inch, que deriva do Latim uncia, da mesma raiz de unus, “um”.

PÉ – por comparação geral também com o pé de um homem, vem do Latim pes, “pé”. Mede cerca de 30,5cm.

Antes que alguém pergunte: não, não se sabe quem era o dono do citado pé.

CÔVADO – eis outra medida de que só se ouve falar em livros antigos. Equivalia à medida entre o cotovelo e o dedo médio estendido de um homem, sendo o seu valor no Brasil de 66cm. Naturalmente, variava muito conforme o lugar.

É o mesmo que cúbito.

MILHA – do Latim mille, “mil”, já que era a distância percorrida por mil passos. Note-se que eles contavam os passos dobrados, ou seja, até o pé de apoio do início do movimento estar de novo no chão.

Existem vários tipos de milhas, como a terrestre, com 1609m, a náutica, com 1852 ou 1853m, conforme o país que a usa.

LÉGUA – do Latim leuga, medida usada pelos gauleses, derivada do Celta leuk, “pedra”. Muito usada em romances antigos, hoje não tem mais curso.

Por que pedra? Decerto porque havia muitas pedras nos caminhos da Gália.

Andar uma légua era uma boa puxada, pois em nosso país ela valia uns 6.600m.

acre – ouve-se muito como medida de área nos filmes americanos, não sendo medida oficial em nosso sistema. Deriva do Germânico akraz, “pasto, campo”, e para aí foi a partir do Latim ager, “campo”.

Originalmente, no Inglês, não tinha definição como medida; depois passou a ser a área que uma junta de bois conseguia arar num dia e mais tarde ainda foi mais bem definida, valendo hoje 40,47 ares.

ARE – vem do Francês are, onde foi definida como 100m² (ou seja, equivalente a um quadrado de 10m X 10m) em 1795. Eles escolheram esse nome a partir do Latim area, “área”.

HECTARE – são 100 ares, do Grego hecto, “cem”. Um hectare tem cem metros por cem, num total de 10.000m².

METRO – vem do Grego metron, “medida” do Indo-Europeu me-, “medida”. Deriva de uma idéia de logo após a Revolução Francesa, com sua ideologia da Razão Pura. Foi implantado em 1889, na Primeira Conferência Geral de Pesos e Medidas e redefinido em 1960 e por fim em 1983, com bases físicas mais precisas.

GRAMA – do Grego gramma, “peso pequeno”, que veio de um significado paralelo dessa palavra, que queria dizer “letra do alfabeto”, da raiz de graphein, “escrever”.

QUILO – propriamente, não é uma medida de peso. É simplesmente um encurtamento de quilograma, “mil gramas”, pois kilo em Grego quer dizer “mil”.

TONELADA – vale 1000kg e vem de “tonel”, que por sua vez vem do Latim tunna, “couro”, por extensão, “odre, tonel”.

LITRO – vem do Grego litra, uma medida antiga de peso.

¤ ¤ ¤