Em: Assunto da Edição

Os Desafetos

 

Para essa gentinha, nosso idioma tem uma série de epítetos que expressam nosso sentimento de desagrado.

Foi lá pelo século 14 que affectio passou de simples “disposição” para “disposição favorável,amorosa, em relação a alguém”.

Tal palavra se originou, parece, de bronco, “áspero, grosseiro, sem suavidade ou refinamento”, do Latim bruncus, “cepo”, que veio por sua vez de brocchus,”saliente, cheio de pontas”.

BRIGA – Muitas vezes a bronca leva a uma briga, verbal ou física. Esta vem do Italiano briga,”disputa, querela, luta”, do Celta briga,”força”.

Como se vê, briga,rixa e luta mudaram pouco nos últimos séculos. Talvez seja porque são palavras que andam tão ocupadas que não têm tempo para mudar.

ALTERCAÇÃO – quando estamos em posições opostas numa discussão, entramos numa altercação, que vem do Latim altercare,”discutir, disputar”, de alter, “outro, diferente, oposto”.

Não se esqueça: dê ouvidos aos seus olhos!

AVERSÃO – vem do Latim aversio,”desgosto por, aversão”, do verbo avertere,”virar para o outro lado”, formado por ad, “a, para”, mais vertere, “virar”, de uma raiz Indo-Européia wer -, “virar, dobrar”.

Seja pelo que for, isso as torna adversárias,do Latim adversarius,”oponente, rival”, derivado de adversus, literalmente “voltado contra alguém”, pois essa é a posição que se escolhe para lutar. Vem também do verbo avertere, como a palavra anterior.

RIVAL – por estranho que pareça, esta palavra vem de rivus, que queria dizer “pequeno curso dágua, riacho”, e que originou rio em Português.

É mais uma prova do caráter agrícola da antiga Roma e dos traços que isso deixou nos idiomas que daí derivaram.

CONCORRENTE -vem do Latim concurrere,”competir, disputar”, de com-,”junto, com”, mais currere, “correr, espalhar”. A noção é a de pessoas disputando uma corrida para ver quem chega primeiro.

COMPETIDOR- sinônimo da anterior, vem do verbo latino competere, “lutar, procurar ao mesmo tempo”, de com-,”junto”, mais petere,” disputar, procurar,inquirir”.

QUERELANTE – é uma forma mui chique de se chamar aquele cretino que tem uma posição oposta à da gente.

¤ ¤ ¤