Em: Consultório Etimológico

WRAKJO

Ainda lendo as perguntas antigas deste valoroso oráculo do saber (adulando um pouco para compensar as alfinetadas anteriores). Encontrei a origem de “garçom” (http://origemdapalavra.com.br/pergunta/pergunta-419/) que por algum motivo qualquer não consta na lista de palavras.
Assim como “garçom”, a palavra “gajo” (muito usada em Portugal) também seria filha de WRAKJO?
E mais uma vez, já que estou aqui, aproveito para incluir mais algumas palavras:
2 – ortoépia (o prefixo me parece ser do G. ORTHOS, “reto, certo”, mas e o restante?)
3 – maisena (antes que falem alguma coisa Maizena com Z é o nome da marca…)
4 – nédio
5 – anafado
6 – banal

Resposta:

1) “Gajo” parece derivar do Caló CACHO, título de respeito usado com indivíduos não-ciganos.

2) Correto; o restante é de ÉPOS, outro nome para “palavra”.

3) Do Espanhol MAÍZ, do Taino MAHIS, “milho”.

4) Do L. NITIDUS, “lustroso, polido”, o que acontece com animais muito gordos.

5) Árabe AN-NAFALA, nome de de alguns tipos de trevo.

6) Do Francês arcaico BANEL, “pertencente à comunidade”, de BAN, “controle legal, permissão para uso de bens comunais, decreto”.

O sentido variou de “de uso comum” para “ordinário, de pouca importância”.

¤ ¤ ¤