Em: Consultório Etimológico

Olá, gostaria de sabe a origem das seguintes palavras:

argumento

Falácia

E tb da expressão “envenenar o poço” que é um tipo de argumento egoísta ad hominem (sei que talvez isso fuja da função ao qual vcs se propuseram, mas, se puderem esclarecer essa minha atordoante dúvida, ficarei muito grato, pois, será de grande valia).

Resposta:

1) Do Latim ARGUMENTUM, de ARGUERE, “tornar claro, demonstrar”, de uma base Indo-Europeia ARG-, “brilhar, ser claro”, a mesma que resultou no Latim ARGENTUM, “prata”.

Bonito, um argumento adequado brilhar como prata polida numa conversa.

2) Do L. FALLACIA, “engano, ardil”, de FALLAX, “o que engana”, de FALLERE, “enganar”.

E “envenenar os poços” se refere à prática usada há milênios quando um povo precisava bater em retirada e jogava animais mortos nos depósitos de água para que esta não pudesse servir ao inimigo. Em dias de hoje se poderia dizer uma “política de terra arrasada”.

¤ ¤ ¤