Em: Consultório Etimológico

CAMAFEUS DE NOZES

Eméritos etimófilos multilinguísticos

1) ASSEZ, Fr. (mesma de ASSAI, n’est pas?)
2) assaz, It. (idem, ibidem?)
3) CHIODO, It.
4) CHIEDERE, It.
5) SBAGLIARE, It.
6) MATTO, It.

Grazie!

Ah, a propósito: não sei fazer camafeus de nozes, mas também sou fã incondicional do quitute. Conheço uma cozinheira que sabe fazê-los como ninguém!…

E se a LARY me permite um pitaco gastronômico-etimológico, acredito que apelidaram o doce de CAMAFEU pela similitude que ele guarda com a JÓIA que lhe inspirou o nome. Normalmente, os camafeus eram de MADRE-PÉROLA ou de MARFIM, parecidos com o glacê branco que envolve o doce e com o formato em que ele é feito. Veja a foto abaixo:

http://www.olx.com.br/feliz32-camafeu-em-lindo-broche-pingente-em-ouro-iid-170588409.

Há também BOMBONS de NOZES em formato de “BOLINHAS” e são igualmente deliciosos… Infelizmente, ficamos parecendo BOLINHAS quando os comemos!!!! 🙁 🙁 🙁

Abraços

Resposta:

1), 2) Do latim AD SATIS, “o suficiente”.

3) Do L. CLAVUS, “prego, cravo”.

4) L., QUAERERE, “pedir, implorar, indagar, perguntar”.

5) Possivelmente do L. VARIUS, com o “S” inicial aparecendo apenas como reforço sonoro.

6) Talvez do Grego MATÁIOS, “demente, estulto”; talvez do Latim tardio MATTUS, “bêbado”.

Tia Odete manda dizer que as crianças se abstenham de falar em comidinhas na aula dela, a menos que lhe tragam amostras.

¤ ¤ ¤