Em: Consultório Etimológico

meditações metafísicas

Muito bonita, sem dúvida, essa sua visão sobre o amor e a vida; no entanto, é inegavelmente idealista, não acha? Como poderei amar uma pessoa que, depois de tanto carinho que dispensei a ela, repudia-me, humilha-me? O amor, aí, como num passe de mágica, simplesmente deixa de existir. “Nunca estamos mais desprotegidos ante o sofrimento do que quando amamos, nunca mais desamparadamente infelizes do que quando perdemos o objeto amado ou seu amor”, dizia um gênio do século passado. Se você sinceramenteconsegue ser feliz dessa maneira (e não estiver mentindo para si mesma), então se considere uma mulher de sorte, porque você faz parte de uma minoria privilegiada.

———————-

De onde vem ASSÉDIO?

———————-

P.S.: se ser adolescente (ou escrever para um) é jamais amadurecer, não vejo problemas, pois, em estar sempre receptivo a novas ideias. Ou os senhores acham que em algum dia estaremos suficientemente maduros a ponto de não nos metamorfosearmos?

Resposta:

Vem do Latim ADSEDERE, “sentar-se em”, de AD, “a, em”, mais SEDERE, “sentar-se”. Ao assediar uma cidade, os atacantes metaforicamente “sentavam junto” dela.

¤ ¤ ¤