Sobre a expressão Uai

Acredito mais na versão da corruptela do idioma inglês. Vejam o que escutei de imigrantes suíços com os quais trabalhei em BH. Moravam na Vila dos ingleses, em Nova Lima, onde frequentei algumas vezes. Pois bem, me contaram que a origem da palavra “uai”, aportuguesada, é inglesa.
Sim, os ingleses “invadiram” o Brasil em 1808, quando D. João VI abriu os portos “às nações amigas”. Na verdade houve uma cláusula secreta no acordo Portugal/Inglaterra, que deu total cobertura à fuga da corte portuguesa para o Brasil. A abertura dos portos às “nações amigas” se restringiu, na verdade, à exclusividade dos ingleses. E assim os britânicos dominaram o comercio e os negócios brasileiros, desde a mineração à construção de TODAS as ferrovias. Enganam-se aqueles que pensam que o ouro do Brasil ficou em Lisboa. Nada disso, ali era apenas um entreposto. Seguia quase todo para a Inglaterra, como pagamento de dívidas de um país que importava tudo e não tinha manufaturas. Assim era Portugal à época que baseava sua economia na fácil importação agrícola e mineral das colônias.
Os ingleses, engenheiros e feitores, vieram em grande número para cuidar de seus negócios. Foi assim na mina de ouro de Morro Velho, em Nova Lima, que os amigos suíços me levaram a conhecer, e ainda a St. John´s Railways, em São João Del Rey. Isto sem contar os milhares de quilômetros de ferrovias construídas, pontes metálicas, barragens, galpões,locomotivas e tudo mais (garanto que muitos ainda se lembram dos móveis e porcelanas inglesas como as que existiam na casa de nossos avós). Pois bem, esses ingleses eram muito fleumáticos e não dignavam a aprender o idioma português. Veio daí que a escravaria e demais brasileiros quando queriam contrargumentar uma ordem ou esclarecer uma dúvida diziam “why sir ou… uai sô?”, bem aportuguesado.

Resposta:

Gratos pelo seu valioso acréscimo aos nossos conhecimentos de História.