Palavra colhões

Testículo

Numa consulta antiga (http://origemdapalavra.com.br/pergunta/pergunta-558/)
vocês disseram na resposta:“(..) mas etimologicamente uma dessas palavras não gerou a outra; ambas descendem da mesma. Essa outra é uma base Indo-Européia TRIS-, “três”” (se referindo as palavras “testemunha” e “testículo”).
TESTÍCULO então teria a ver com três? isto me parece mais uma anomalia… e o portador de tal monstruosidade deveria ter um BAITA saco rsrsrs. Este sim tinha COLHÕES rsrsrs.
Bom… deixando de lado as piadinhas bestas, qual a origem das palavras destacadas acima?
E já que falei em anomalia, qual a etimologia de CORCUNDA?

Como perguntei por BAITA, me ocorreu BAITARRA (que não sei bem porque há em alguns dicionários e não em outros) e BAITACA. Elas tem algo a ver com BAITA?

ps. depois da pergunta da Rafaela sobre pudim, não me sai mais da mente a imagem esdrúxula de um pudim de salcichas. Ergthhh.

Resposta:

1) Esta origem é confusa; uns a relacionam a “prestar conta de uma observação/testemunhar”, como você viu; há quem diga que se trata de uma confusão no Grego entre PARASTATAI, com os sentidos de “testículos” e de “pilares de suporte”. E também se sugere o Latim TESTA, “pote de barro”.

Quando as coisas ficam assim, o etimologista pega seus rolos de pergaminho, seu tinteiro e sua pena e vai saindo de fininho.

2) Viria da gíria dos genoveses, significando “cabana alpestre”. Seu sentido foi exagerado e aplicado a coisas grandes. Não sei por quê, mas não assino embaixo.

3) Do L. CULEUS, originalmente “saco para coar”.

4) Possivelmente relacionado a “corcova”.

5) Vem de “baita” mesmo.

6) Vem de “maitaca”, derivado do Tupi MBAI’TA, “espécie de psitacídio”.

A ligação entre os pudins doces e salgados vem  pela maneira antiga de fazer, que implicava em cozimento dentro de um saco de pano. Um CULEUS, veja só!

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!