Sócio [Edição 50]

Silêncio! O famoso, impoluto, competente e mercenário detetive das palavras, X-8, está atendendo em seu escritório empoeirado e totalmente em preto-e-branco.

Ele está com suas roupas de trabalho, gabardine e chapéu, que o ocultam completamente da vista dos curiosos. Ele se veste assim porque sua atividade não lhe permite chamar a atenção.

Senta-se atrás de uma escrivaninha que, se flutuasse, poderia ser usada como porta-aviões.

À sua frente, a palavra consulente de hoje: sócio.

O corajoso detetive está justamente começando a falar sobre a origem dela. Vamos acompanhar sua voz fria de pessoa acostumada a enfrentar perigos deste tipo todos os dias sem nem piscar:

– Pois veja, Sócio, você vem do Latim socius, “companheiro”, originalmente “seguidor”, relacionado com o verbo sequi, “seguir, ir junto, acompanhar”.

No século XVII, sua derivada, sociedade,passou a ter o significado de “grupo de pessoas convivendo numa comunidade regrada”.  E no século XIX passou também a designar “pessoas de destaque e suas atividades”.

As nossas socialaites são chamadas por essa palavra horrorosa, uma adaptação do Inglês socialite, cunhada em 1928 na revista Time, possivelmente uma contração de social light, “luz social”.

Dá para ver que séquito é uma palavra parente sua, pois ela deriva também do sequi de que falamos há pouco. Assim, as pessoas que participam de um séquito – “cortejo, comitiva” -, mesmo que não sejam sócias entre si, têm algo etimológico em comum.

Também o sequaz, “capanga, ajudante de um criminoso”, vem de sequi; ele é a pessoa que segue  outra para perpetrar alguma malfeitoria.

Há uma frase em Latim muito chique que se pode usar para descrever qualquer uma das tantas quadrilhas que assolam nosso país, roubando o dinheiro de nosso impostos: societas sceleris, “grupo de criminosos”.

Esse sceleris quer dizer “pessoa má, criminosa, facínora”, e vem de scelerare, “poluir, profanar, cometer ato criminoso”.

Passando para atividades mais amenas, o nome que o nosso futebol tem em Inglês é seu parente também. O que eles chamam de football nesse idioma é o que por aqui é conhecido por “futebol americano”.

O esporte que tornou Pelé famoso é chamado lá de soccer, derivado de Football Association, “associação de futebol”.

Ele era jogado nas Ilhas Britânicas há vários séculos, mas de forma diferente conforme o lugar.

Em uns se podia bater à vontade, noutros era proibido derramar sangue, uns times tinham 50 jogadores, os terrenos eram do tamanho que se podia obter em cada cidade… Uma confusão.

Lá pelo fim do século XIX, várias universidades inglesas se reuniram para discutir e definir regras que se aplicassem a todos os jogos, o que permitiria serem feitas competições entre times de regiões diferentes.

Dessa Associação é que veio o nome soccer, que inicialmente era uma palavra de uso estudantil, socca.

E passando para outra área, já notaram que depois do nome de um jesuíta sempre vêm as letras “S.J.”? Os menos avisados acham que isso quer dizer “Soldado de Jesus”, mas isso é lenda urbana.

São as iniciais de Societas Jesu, “Companhia de Jesus”, fundada por Inácio de Loiola em 1534, com base em disciplina e obediência militares.

Há uma palavra pouco conhecida, socioleto, que vem a ser sinônimo de “jargão”. Usa-se para designar um conjunto de termos usado por determinados grupos, seja por influência profissional, local ou outra.

Muito bem, Sócio, agora você pode ir para casa e pensar em suas antigas origens e seus parentes.

O dinheiro que você me pagou antes da nossa consulta será muito bem aplicado em asilos de palavrinhas carentes, pode estar certo.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!