Palavra enxerto

Permita-me explicar

Eu quero fazer parte da nova turma, com você, Lary, e com a Ana Maria, do Rio de Janeiro. Quem são Traça, Ranzinza e Estraga-Prazeres? Por sinal, escrevi A Cópia por você não ter gostado da minha brincadeirinha inicial. Assim, é possível diferenciar quem é quem entre nós duas. Falando em exclusão entre amigos, eu perguntaria de onde veio BULLYING, mas isso já foi respondido. Então, como a Lary Original e Autêntica e supostamente Irreplicável fez uma pergunta sobre biologia, é vez da cópia: de onde vêm as palavras SAFENA, LISOZIMA, ENXERTO, RÁDULA e PARASITA?

Como tenho direito a mais uma, faço outra, que nada tem a ver com biologia: INÉRCIA vem de onde?

Resposta:

Hum, bem-vinda ao nosso grupo de adictos à Etimologia! Gente com interesse e bom humor sempre faz bem.

Responderemos que Traça é o Redator, que não passa de um inseto superdesenvolvido. Ranzinza e Estraga-Prazeres são apenas qualificativos que certas pessoas lhe pespegaram para incomodar.

Ninguém é supostamente irreplicável por aqui exceto o pessoal do site. Tão pensando que é o quê, uma democracia?

1) Do Latim SAPHENA, do Árabe SAFIN, o nome dado às grandes veias do membro inferior.

2) Feita a partir do Grego LYSIS, “afrouxamento”, mais ÉNZYMOS, “o que foi levedado, fermentado”, que também originou enzima.

3) Do Latim INSERTUM, “juntar, acresentar”, de INSERERE, formado por IN, “em”, mais SERERE, “unir, atar”.

4) Do L. RADULA, “objeto rugoso usado para raspar”.

5) Do G. PARA, “ao lado”, mais SITOS, “alimento, grão”.

6) Do L. INERS, “incapaz, despreparado”, de IN, “não”, mais ARS, “preparo, arte, capacidade de fazer”.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!