Palavra maranduva

Rudes prosônimos e desafios lexicais

Saúdo a distinta equipe deste consultório para compartilhar o gosto por um texto de grande riqueza lexical: “Será o bonifrate?”, de Jô Soares (Revista Veja, 1992). Esse tal me deixou inquieto até que tomasse conhecimento de todos os raros termos lá empregados.
Sem tomar mais do vosso tempo, solicito como obséquio a etimologia de ao menos alguns dos destacados que seguem.
galrear
lapuzice
sodalício
maranduva
peco
bolônio
estarola
contubérnio
conspicuidade
gaivagem
sevandija
saranga
timorato
bulhento
piranga
caramboleiro
larilas (este não consta no texto)
corrilho
tetérrimo
Cordiais cumprimentos do grato que subscreve.

Resposta:

Prezado leitor, já respondemos a sete dessas palavras; olhe por elas em nossa Lista de Palavras, situada ali na página inicial. Destarte, elas se apresentarão puladas agora.

Vamos começar a responder, lembrando que só atendemos s 6 palavras a cada dia; nos dias subsequentes você encontrará as outras no mesmo local onde fez a pergunta ou as verá na Lista.

1) Provavelmente de galrar, “tagarelar, bravatear”, um derivado de garrular, do Latim GARRULARE, “tagarelar”.

2) De lapuz, “grosseiro, rústico”, de origem desconhecida.

3) Do Latim SODALITIUM, “camaradagem”, de SODALIS, “companheiro”.

4) Do Tupi MORA’NDUWA, “notícia, novidade”.

5) Estarola: origem desconhecida.

6) Contubérnio: olhe por esta na Lista de Palavras.

7) Do L. CONSPICUUS, de CONSPICERE, “perceber, notar facilmente”, de COM, “junto”, mais SPECERE, “olhar”.

8) Do L. GAVEA, forma alterada de CAVEA, “gaiola, abertura”.

9) Piranga: temos duas delas em nosso idioma. Diga a qual significado se refere.

10) De carambola; olhe por esta na Lista.

11) Origem obscura.

12) Do Espanhol CORRILLO, “grupo de pessoas discutindo um assunto”, de CORRO, esta de origem indefinida.

13) Do L. TETERRIMUS, aumentativo de TAETER, “escuro, sinistro, sombrio”.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!