Palavra patê

Alimentos – Embutidos e Frios

SALAME: é um alimento feito através do ato de salgar, salare em Latim. Acabou recebendo o nome dessa parte do processo de fabricação. Salamen significava “aquilo que foi salgado”.

Aparentadas com a origem desta palavra estão: salário, que data de quando o sal era tão valioso que era usado para pagamentos; salada, que também é um alimento onde se usa sal (a salada de frutas evidentemente fica como um paradoxo); as lâmpadas halógenas, do Grego hálos, “sal”.

SALSICHA: é parecida com o salame não só na forma, como na origem do nome. Em Latim se pedia salsicia nas tabernas, de salsicius, “salgado, preparado com sal”. Em Italiano ainda se pede assim. Na gíria inglesa, ela era chamada mistery bag, “saco de mistérios”, dado que às vezes o seu conteúdo era feito de materiais duvidosos.

PRESUNTO: é mais um alimento cujo nome deriva de uma das etapas da fabricação. A expressão latina per sunctus queria dizer “através da secagem”, pois esta é fundamental no processo. Sunctus era o particípio passado de siccare, “secar”.

Desta forma, se vê que este nome se deve ao modo de preparação; ele não é relacionado com o tipo de carne usada. Muitos acreditam que, se não é com carne de porco, não é presunto. Na verdade, qualquer carne preparada com este método pode ser chamada de presunto.

PATÊ: em Grego, paste era uma mistura de farinha amassada. Passou para o Latim como pasta, indo depois para o Francês como paste. Mais tarde, o “S” desapareceu do meio da palavra e ficou apenas assinalado pelo acento circunflexo: pâte, “pasta”. O pâté é um “empastado” de certas carnes com condimentos. Atualmente, em Italiano e Espanhol, “pasta” significa “massas” de modo geral.

MORTADELA: nossa conhecida mortadela vem do Latim myrtatum, “feito com mirta” . A mirta é uma pequena fruta que pode ser usada para temperar alimentos. Ela era colocada junto com as carnes cortadas que iriam encher uma tripa e formar a mortadela. Em Inglês, a mortadela é chamada bologna, um encurtamento da expressão bologna sausage, “salsicha de Bolonha”, porque essa era a origem da mortadela que primeiro chegou na Inglaterra.

Como, inicialmente, muitos encaravam este alimento com certo desprezo, por ser barato, de bologna se criou a palavra baloney, que significa “empulhação, conversa furada”. Observem bem nos filmes americanos: volta e meia, quando alguém discorda de outra pessoa, lança essa palavra com desprezo.

MORCILHA: há divergências. A possibilidade mais aceitável é que venha do Latim mauricellus, diminutivo de maurus, “escuro”. A cor escura da morcilha teria sugerido este nome. Dá para imaginar que a morcilha dita “branca” foi inventada mais tarde. As palavras “mouro” e “moreno” vêm de maurus e indicam uma pessoa de tez escura.

E antes que alguém faça alguma hipótese errada: a frutinha “amora” não vem de maurus, embora seja escura também. A palavra vem do Latim morum, que era o nome da fruta nas colinas do Lácio.

LINGUIÇA: do Latim lucanica, “salsichão”, talvez originalmente de longus, usando o formato para descrever o objeto.

Resposta:

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!