Pergunta #394

Oi, mestre, tudo bem?

Fiquei pensando: todas as palavras tiveram, inicialmente, seu significado. Por que, com o tempo, muda tanto o sentido delas? Por exemplo: religião, política, amor…educação,etc, se observarmos bem, não seguem mais suas etmologias – fico a pensar, ainda: o que será de nós se perdermos a essência de todas elas? Religião, hoje, não o é mais como antes; política, também não; o que nos restou: um amor relativo…E uma educação mentirosa (todos, pilares de uma sociedade). O que nos resta é Deus (mas sem conhecermos aqueles valores, como entendê-Lo?). O que o senhor acha?

Para finalizar, qual a Etmologia da palavra… DEUS.

Meus abraços à Equipe, também.

Resposta:

Reginaldo:
Interessante como lidar com áreas como Etimologia pode levar pessoas com o cérebro no lugar a viajar nos pensamentos e produzir novas noções e dúvidas. É um belo exercício!
A idéia deste espaço não é entrar em discussões deste tipo, mas você falou algo muito certo e quero dizer que sua percepção pegou um caminho quiçá enganoso.
O sentido das palavras que você cita, por exemplo, mudou pouco.
Poderíamos dizer que o homem ou as instituições mudaram e não seguem mais os significados originais.
Mas será verdade? Temos sempre a noção de que antes (há 50 anos ou há 25 séculos) essas palavras eram verdadeiramente atendidas em seu sentido, mas uma olhada mais profunda à História nos mostrará que alguns dos sacerdotes, dirigentes e educadores de antanho tinham os mesmos defeitos que alguns de hoje.
Talvez nos tenham passado informações muito enfeitadas.
Quanto a “Deus”, vem do Indo-Europeu DEIWO, “brilhante, luminoso”. Essa raiz originou também “dia”, “Zeus”, “adeus”, “divindade” e muitas outras.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!