Resultados da busca para organizar

4 palavras

Palavras: dirigir , organizar , projeto

Ola, eu gostaria de saber a etimologia das palavras: Organizar, Dirigir, Projeto e Meta.

Grato,
Danilo.

Resposta:

1) Do Latim medieval ORGANIZARE, de ORGANUM, “instrumento musical, implemento, órgão do corpo”, literalmente “aquele que funciona”, relacionado a ERGON, “trabalho”.

2) L., DIRIGERE, “governar, guiar”.

3) Do L. PROJECTUM, “algo lançado à frente”, de PROJICERE, formado por PRO-, “à frente”, + JACERE, “lançar, atirar”.

4) Olhe a Lista de Palavras.

Pergunta #8485

Olá professor,aqui mais uma vez, obrigado por deixar eu organizar as mais de 8000 respostas postadas elo senhor, já equipei 25 pessoas só para essa organização todos alunos de letras e estudiosos de latim e grego, daremos início no dia 01 de junho,minha intenção é fazer com que os alunos leiam todas as postagens para aprender bem mais sobre etimologia, mas não vou me apossar, ao término do nosso trabalho mandarei tudo organizado para você, e espero que seja útil, pois darei uma sugestão quando mandar tudo, e quanto ao textos para teatro, já estamos passando alguns do x-8 detetive etimológico, gravaremos e mandaremos o vídeo, mas enfim…

professor, me peruntaram hoje sobre a origem da palavra “chinela”, aí respondi ser do latim planella, que sofreu um mataplasma por palatalização de “pl” para “ch”, até aí acho que acertei, se não, me concerte…mas tive um devaneio, mas não falei nada com medo de errar, pensei no seguinte, teria planella vindo do latim planus, o que na essência da palavra, seria um calçado muito rasteiro e plano, reto ao chão, pensei correto ou passei longe do plano da normalidade etimológica??

Resposta:

Você pensou com a mais absoluta correção.
Se eu vier a falecer – se -, nomearei você entra outras pessoas já comprometidas para levar o site adiante.

Estou encantado com o seu plano e também espantado por ver que uma obra tão modesta desperte tão grande trabalho.
Espero que o pessoal esteja se divertindo!

Pergunta #6880

Gostaria de saber a origem da palavra “organizar”.

Resposta:

José:

Ela vem do Latim ORGANIZARE, de ORGANUM, “instrumento”.

Pergunta #3357

Respeitar as diferenças. Eu ainda me denomino esquerda, seja lá o que isso for hoje.Considero que fronteira é algo atávico (boa palavra), nunca terminará, precisamos marcar território como bichos. Não há como lutar contra a natureza humana, correndo-se o risco de aumentar a loucura geral. Fugir do instinto é suicídio, mas como organizar um planeta cada vez mais habitado e que não cresce de tamanho, com sua população ainda instintiva dentro de uma sociedade tecnológica? Sempre haverá, enquanto houver mundo (e está no fim) o sentido de “nós e eles” pois tribo é instinto, serve para preservação do grupo, mesmo que o grupo hoje mate o outro por questões político-religiosas.Somos ainda quase animais lidando com cada vez mais poderosas armas e artefatos. Como crianças com fogo puro, o final será a Estátua da Liberdade no chão, como no filme Planeta os Macacos. Não tem jeito…
Meu pavê de brilhantes quero com águas-marinhas.

Resposta:

Ana.Maria:

Correto. Somos animais exatamente como éramos há 50.000 anos, mas de lá para cá inventamos regras difíceis de seguir. Mas, sem elas…

Está autorizada a encomendar o seu pavê com águas-marinhas. A IEU a ressarcirá assim que começarem a chegar os recolhimentos dos dízimos.
Meu pavê de chocolate quero recheado com papel Canson.

Pergunta #2876

Não entendi essa do compêndio…
Sobre Direito, vejam voces como nosso cérebro só quer mesmo é funcionar: não basta o lado técnico, é preciso organizar a mente de forma a que assimile a estrutura do idioma. Aí tudo corre automaticamente. Ou seja:não preciso ser advogada para digerir o que a Lei deseja, ou para discernir filigranas da necessidade humana por justiça – ele, esse mesmo que não a constrói.
Tudo isso para dizer que entender palavras é entender o Homem. Inspirada hoje, não? E ainda é quinta (ou quarta?).

Resposta:

Ana.Maria:

Ué, pensei que você ia gostar do “compêndio”… De “lucro, economia material” o significado se estendeu para “economia de tempo e palavras”, já que se trata de uma publicação resumida. Sacou?

O Homem é o único ser do planeta que apresenta uma linguagem com a capacidade da nossa. Ela é uma característica só dele por aqui. Portanto, estudá-la é realmente entender o seu usuário.

Prazer em vê-la de novo em forma e puxando por nossas sinapses!

Pergunta #1297

Salve aclamadas Antenas, que, por mais que peçam, não deixarão de ser eternamente exaltadas por um seleto público de fãs.
Saiba que, depois deste consultório, a seção “Conversas com o meu avô” é a minha preferida e resolvi expor ao público, não uma conversa com o meu avô, mas um diálogo que surgiu comigo mesma, melhor dizendo, monólogo. Bom, nem monólogo é, ah, seguindo o estilo de suas conversas tentei organizar minhas dúvidas referente a um tema. Eu acho que estou com “metástase etimológica”. E vejo que é incurável. Então, aí vai minha historinha:

Resposta:

Pergunta #1247

Boa tarde, prof.!
Agradeço a posição internacional que vou receber! Mui honrada! Espero que a língua no exterior seja a língua “traçadesa”, pois teria o suporte de V.S. nas traduções!

Um recadinho para Rebebes: cuidado com essa diac.Paty, pois o carnaval está chegando e teremos que organizar o BLOCO. Se ela gasta toda a economia da IEU, como será? Aliás, é preciso pensar no nome para a nossa escola de samba, hein!? Não vá deixar pra última hora e perder as inscrições!

Prof., desculpe-me o desvio do olhar… bem, como sempre, dá-me de sua sabedoria, por favor! Ajuda-me com a palavra: “inexaurível”… hoje, durante uma reunião essa palavra consumiu toda a minha energia! Muito grata!

Resposta:

Deli:

Faça jus às honrarias que lhe são concedidas. Certamente você teria o meu APOIO nas traduções. Melhor dizer assim do que “suporte”, que é uma má tradução do Inglês SUPPORT.

Hum. Lá vêm vocês humanos com essas coisas esquisitas de carnaval. Uma vez fui comer um traje usado para isso e quase quebrei meus dentes nas lantejoulas.

“Inexaurível” é o oposto de “exaurível”, que vem do Latim EXHAURIRE, “tirar as forças, esgotar”, que vem de EX-, “fora”, mais HAURIRE, “derramar, verter, esvaziar, esgotar”.
Veja só, durante essa reunião, a sua força foi “haurida” por causa dessa palavrinha.

Pergunta #847

S.O.S. – uma amiga pergunta-me o signficado de [distractor[, que aparece neste texto em português de Portugal. Saber o que significa?

No que concerne ao ambiente físico, os professores devem chamar a atenção dos alunos para as consequências que os distractores podem ter na aprendiagem, instruí-los em formas de (re)organizarem o local de trabalho e de utilizarem todos os recursos.

Resposta:

Lúcia:
Está aí uma palavra que bem que faz falta aqui em nosso país.
“Distractor” é um adjetivo que se aplica àquilo que desvia a atenção de uma dada tarefa, que “distrai”.
Também é um instrumento usado em cirurgia, mas certamente não é esse o caso do texto.

Passeando Na Pracinha [Edição 12]

  – Ai, meus santos, valei-me! De quem foi a idéia de fazermos um passeio na praça? Artur, largue essas lesmas! Robertinho, saia de dentro do chafariz! Joãozinho e Sidneizinho, larguem a Maria Tereza e a Helozinha! Val, cale a boquinha! Mariazinha, não se meta com o que os outros estão fazendo! Se arrependimento matasse leia mais

Origem Da Palavra