Palavra universidade

Estudo

Meu avô estava muito contente porsaber que eu tinha entrado na Faculdade. Mas não queria demonstrar que estava babando. No entanto, não conseguia disfarçar sua alegria. Eu o conhecia muito bem; percebia tudo mas fingia que não.

Acredito que ele soubesse que eu sabia, mas aquela cumplicidade tácita corria entre nós há anos e estávamos acostumados a ela.

Ele queria que eu descrevesse como era a minha faculdade e a certa altura perguntou sobre bedel.

– Que é isso, Vô? Nunca ouvi falar. Algum periférico novo de computador?

– Tudo tem que ser eletrônico agora,rapaz? Bedel era um funcionário das faculdades que se encarregava de dar apoio aos professores com listas de chamada e outras tarefas administrativas. Vem do Francês antigo bedel, “infante, oficial deJustiça”, de uma forma bidal, relacionada com o Alemão bieten, “rezar, rogar”.

– Já que o senhor está disposto (piada minha- ele sempre estava), que tal me ensinar umas origens de palavras relacionadas com a faculdade?

– Já que você está disposto a ouvir-me hoje (foi a sua vez, pois eu sempre estava), podemos começar com a própria faculdade. Esta vem do Latim facultas, inicialmente “poder, capacidade, riqueza”, derivado de facilis,”possível de ser feito sem esforço”, derivado de facere, “fazer”. O sentido acadêmico vem da conotação “capacidade de conhecimento”.

As faculdades são parte de um todo, a Universidade. O nome desta vem do Latim universitas,”corpo, sociedade”, inicialmente “o todo, agregado”, de universum, “inteiro, o todo”.

E universum literalmente queria dizer “tornado um”, pois se forma de unus, “um”, mais versus, particípio passado do verbo vertere,”voltar, virar”.

O nosso uso dessa palavra vem da expressão universitas magistrorum et scholarium,”comunidade de mestres e estudiosos”. Aposto que nem o seu reitor sabe disso.

– Puxa! Qualquer dia vou perguntar se ele sabe, caso ele não me expulse por desaforado. Falando nisso, e reitor?

– Vem do Latim rector, “governador, guia,chefe”, derivado do verbo regere, “guiar, governar”. No início era usado só para os governadores das províncias do Império Romano e para Deus. Lá pelo século XVIII ficou apenas para alguns religiosos e para os mais altos dirigentes das universidades.

– E os professores?

– Derivam do Latim professor, “aquele que proclama o seu conhecimento em algum ramo”, de profiteri,”clamar, declarar abertamente”, formado por pro-, “

Resposta:

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!