Consultório Etimológico

Pergunta #625

Qual o significado de “beijo”?Agradeço a atenção e mando um ao Dr. Alauzo!Aguardo respota.Abraço!

Resposta:

Tia Su:
Essa palavra vem do Latim BASIUM, com o mesmo significado. Ela acabou substituindo OSCULUM, “pequena boca, beijo” (de OS, “boca”, mais sufixo diminutivo), que agora só se usa em linguagem culta ou poética.
Agradeço a gentil lembrança!

Pergunta #624

queria saber o que significa fernanda

Resposta:

Fernanda:
O seu nome vem de FERDINANDO, que vem do Gótico FIRTHUNANDS. E este nome era formado por FIRTHU, “paz” e NANDS, “atrevido”. “Atrevido na paz” queria dizer “aquele que faz tudo para manter a paz”.

Pergunta #623

Como se chamavam os provadores de alimentos da antiquidade que testavam os alimentos antes dos reis e imperadores comerem para verifcar se estavam envenenados?

Resposta:

Ivo:
Não tenho referência a um nome específico para tão perigosa atividade.
O que a sua pegunta me lembrou foi a origem da palavra “salva”, no sentido de “bandeja”. Tal palavra vem do Latim SALVUS, “sem ferimento, indene”, que vem de SALUS, “boa saúde, bom estado” de onde derivou SALUBER, “sadio, salubre”.
Dessa palavra se fez o nome da bandeja (SALVER, em Inglês) onde era colocado o alimento real para o tal provador fazer o teste.
Algumas pessoas importantes podiam dispensar esse serviçal se tivessem um chifre de unicórnio, que tinha a possibilidade de curar todas as doenças e de evitar o efeito de qualquer veneno se fosse sacudido sobre o prato de comida. Ou ele seria anulado ou começaria a ferver imediatamente, chamando a atenção.
Naturalmente, tais objetos eram preciosíssimos; havia toda uma indústria voltada para a obtenção do dente do narval, um mamífero marítimo que possui um longo dente que era usado para enganar os reis.
Conta-se que Jaime I da Inglaterra comprou um chifre desses e o testou: misturou o seu pó a uma comida com veneno e chamou o seu provador, que morreu logo após ingerir o prato. Pelo menos o bom rei teve espírito científico!

Pergunta #622

Queria saber a etimologia das palavras:
Valor
Saudade
Sofrimento, sofrer
Virtude

Resposta:

Paulo César:
Todas estas palavras vêm do Latim.
“Valor” vem do verbo VALERE, “ser forte, valer, significar, prevalecer”. Uma das formas deste verbo era usada como despedida: VALE, “que passes bem”.
“Saudade” vem de SOLITUDO, “solidão, ausência, falta”. O sentido deste derivado se explica muito bem pela origem.
“Sofrer” vem de SUFFERIRE, variante de SUFFERRE, “agüentar, carregar, sofrer”. Este verbo se forma, por sua vez, de SUB-, “abaixo”, mais FERRE, “levar, portar” – tal como quem está por baixo de um peso muito grande. Mais expressivo do que isto é difícil.
“Virtude”: de VIRTUS, “conjunto de qualidades próprias do homem”, por sua vez derivado de VIR, “homem, varão”.

Pergunta #621

O que significa a palavra PSICOMOTRICIDADE.

Obrigado!

Resposta:

Eberton:
Esta palavra vem do Grego PSYCHÉ, “alma”, e do Latim MOTUS, particípio passado de MOVERE, “deslocar, mover”.
Designa aquilo que se refere à ação muscular diretamente a partir da atividade mental.

Pergunta #620

Sei que o nome Matusalém tem origem hebraica e gostaria de saber o seu significado.

Resposta:

Luciano:
“Matusalém” (“Methushael” em Hebraico) quer dizer “o homem do dardo”.
Segundo a Bíblia, ele viveu 969 anos, razão pela qual o seu nome é sinônimo de “velho”.
Existe uma garrafa de vinho com esse nome, contendo 6,15 litros.
Respeitável idade, respeitável garrafa.

Pergunta #619

Professor: As elites, olha as malvadas elites. Após tentativas de aliciar nosso honrado, probo presidente, estão tentando jogá-lo no mar de lama. Qual a etimologia de elite e aliciar? Ah, já ia me esquecendo, e de lama?

Resposta:

Sr. Croquezz:
As malvadas elites são compostas de pessoas “escolhidas”. Isso vem do Francês, ÉLITE (o acento não é tônico, apenas indica que a vogal é fechada), que veio do verbo ELIRE, ELISRE, “escolher, separar”. E este, por sua vez, veio do Latim ELIGERE, “escolher”, tal como se fazia nas colheitas em Roma, pois esta é mais uma das palavras que se originaram na atividade agrícola.
“Aliciar” também vem do Latim; ALLICIARE era “trazer para o seu lado através da sedução, com agrados” e era composto de AD-, “junto” e LACERE, “laçar, prender com armadilha”.
Quanto à “lama” que sobe a pouco e pouco e ameaça atingir gargantas inesperadas, é uma palavra de origem não-latina, pouco definida, mas que não mudou muito de forma nos últimos poucos milhares de anos.

Pergunta #618

Qual origem dos nomes dos 12 meses do ano?

Resposta:

Guilherme:
Vou usar os nomes dos meses como eram em Latim.
JANUARIUS: era dedicado a JANUS,o deus bifronte, com uma face voltada para o futuro e outra para o passado.
FEBRUARIUS: era o mês das FEBRUA, as festas da expiação, quando eram reconhecidos e perdoados os pecados.
MARTIUS: dedicado ao deus MARS, “Marte”.
APRILIS: era o mês da deusa Vênus, pelo nome dela em Etrusco, APRU.
MAIUS: dedicado a Apolo, que tinha sido casado com a deusa MAIA.
JUNIUS: era uma homenagem à “gens” (grupo de famílias) JUNIA.
JULIUS: este nome, em homenagem a Júlio César, passou a denominar o mês que era conhecido como QUINTILIS, o quinto mês (o ano romano começava em março).
AUGUSTUS: o mês SEXTILIS mudou para este nome, devido ao imperador AUGUSTUS (Octavius, na verdade; “Augusto” era um título).
Os demais meses continuaram expressando a ordem numérica: SEPTEMBER, OCTOBER, NOVEMBER, DECEMBER.

Pergunta #617

Gostaria se possível de saber a origem da palavra “cousa” muito usada na novela “Xica da Silva” pois no dicionário contém somente o significado.Agradecendo desde já a atenção

Resposta:

Renan:
“Cousa” e “coisa” são variantes da mesma palavra.
A sua origem é o Latim CAUSA, “assunto, motivo”, que muitas vezes acompanhava a palavra RES, “coisa” e que acabou tomando o significado desta última.

Pergunta #616

Dr. Alaúzo,gostaria de saber a origem da palavra zíper. Obrigada

Resposta:

Cristina:
Esta palavra vem do Inglês ZIPPER, criada em 1925. Inicialmente ela designava uma bota que tinha um fecho deste tipo. O fecho propriamente dito era então chamado de ZIP.
Por sua vez, ZIP é uma palavra que entrou em uso em 1852, querendo dizer “mover-se rapidamente”, de origem expressiva (é uma palavra curta, que dá a sensação de velocidade na pronúncia).
Por algum tempo se usou uma expressão derivada do Francês para isso: FECHO-ÉCLAIR, de ÉCLAIR, “relâmpago”.

Pergunta #615

Prezado Dr. Alaúzo:

Gostaria de saber a origem dos nomes dos dias da semana em Português: segunda-feira, terça-feira, etc. O que motiva a questão é que se distinguem de outras línguas, como espanhol, francês e italiano, que tem nomes de planetas ou deuses latinos, ou do inglês, com nomes de planetas e deuses nórdicos. No idioma hebraico, os nomes dos dias são:
Dia primeiro (corresponde ao domingo), dia segundo até dia sexto e Shabat, que corresponde ao sábado. Assim, gostaria de saber se os nomes dos dias em português podem ter se originado do hebraico, de vez que havia uma grande presença de judeus na península ibérica.
Aproveitando, gostaria de saber a origem das palavras feira, férias e feriado.

Abraços,

Miguel

Resposta:

Caro Miguel:
Os dias da semana têm esse nome em Português não pelo idioma em si, mas pelo predomínio da Igreja Católica nesse país.
Parece que ele é o único na Europa que conseguiu acabar com os nomes de origem pagã para os dias de semana.
Pelas determinações eclesiásticas, todos os nomes deles eram terminados em “feira”, que eram acontecimentos com data certa e de enorme importância para abastecimento, comércio e encontros sociais.
No entanto, o “sábado” acabou não mudando o nome devido à influência do “Shabat”, tão citado na Bíblia. O mesmo aconteceu com o “domingo”, DOMENICA DIES ou “dia do senhor”. Os outros mantiveram as suas “feiras” mesmo.
O descanso semanal, para que fosse diferente do da religião judaica naqueles tempos de intolerância, passou para o Dia do Senhor.
Não parece ter havido influência derivativa do Hebraico nesses nomes, portanto.

“Feira” vem do Grego PHEREIN, “levar”, através do Latim FERRE, “levar”. Uma das características das feiras era justamente o ato de “levar” coisas para vender e de “levar” o que fora comprado para casa.

Liga-se esta palavra ao Latim FERIAE, “feriado, festividade, dia consagrado”, pela conotação de “ocasião especial”.

“Férias” derivam daí também, pois podem ser vistas como uma ocasião especial em que a gente não precisa trabalhar.

Pergunta #614

Caro ,

Gostaria de saber qual a origem da palavra Empresa.

Muito obrigado,
Rogério Marques Correia

Resposta:

Rogério:
Essa palavra vem do Latim IMPREHENDERE, formado por IN, “entre” mais PREHENDERE, “tomar, pegar”.
O sentido básico era “tomar algo entre as mãos”, como se faz com as atividades de uma organização voltada à produção de alguma coisa.

Pergunta #613

Dr.Alaúzo, acho que perguntar se torna um ′vício′. Cada vez que leio uma resposta, emerge uma nova questão. Hoje, vi que o senhor está respondendo também sobre a origem de nomes próprios. Lembro-me, de certa vez, ter lido que os nomes “Clóvis” e “Luiz” têm a mesma origem. O senhor confirma esta afirmação?

Resposta:

Cara Lúcia:
É assim que se vê se uma pessoa tem mesmo a propensão para se infectar com o delicioso vírus da Etimologia. Quando ela percebe que as perguntas não param de lhe ocorrer e que a curiosidade nunca se sacia, está ferrada. Mas é um bom vício!

Confirmo o que você pergunta. É assim, ó: o nome Germânico HLUDWIG era composto por HLUT, “fama, glória” e WIG, “vitória”. Ou seja, “combate vitorioso” e, por extensão, “guerreiro ilustre”.
Latinizado, o nome passou a CHLODOVECUS (mais tarde CLÓVIS)e depois a LUDOVICUS. E depois passou a LOOIS e, mais tarde, a LOUIS – ou seja, “Luís”.
Você anda bem informada!

Pergunta #612

Olá, professor, como tem passado?

Preciso da origem da palavra “engenharia”, por favor.

Obrigaod e até mais!

Resposta:

JD, prezado filósofo:
“Engenharia” vem do Latim INGENIUS, de IN, “dentro”, mais GENIUS, “divindade que preside a cada um”, que veio da raiz de GIGNERE, “gerar”.
O sentido subjacente é o de “talento natural, capacidade inata”.
Com o tempo, a palavra assumiu o sentido de “aparelho, equipamento bem planejado”.
Há muitos séculos passou a significar “aparelho mecânico”.
A pessoa que lidava com máquinas deste tipo, portanto, passou a ser conhecida como “engenheiro”.; para chegar a isso, a pessoa tem que estudar “engenharia”.

Pergunta #611

Caro Alaúzo,

Gostaria de saber o significado de todo o meu nome . Luciana Ferreira Oliveira.

Resposta:

Luciana:
Seu nome é o feminino do nome latino LUCIANUS, um patronímico, ou seja, que dá a idéia de que o pai se chamava LUCIUS. E este vem de LUX, “luz”. Originalmente se usava para designar os nascidos com o erguer do sol.

“Ferreira” parecer ser de origem castelhana. O solar (casa original) se situa em Castela, na atual Herrera de Rupisverga.
O mais antigo antepassado consta ser D. Álvaro Rodrigues Ferreira, rico-homem de Leão, por volta de 1170, que era senhor de Meilas em Castela-a-Velha. Usavam, no alto do escudo de armas, um avestruz com uma ferradura de ouro no bico.

“Oliveira”: o mais antigo localizado seria D. Pedro de Oliveira, pai de Martim Pires de Oliveira, Arcebispo de Braga. O solar da família é no Paço de Oliveira, freguesia de Santa Maria de Oliveira, nos Arcos de Valdevez. Usam, como timbre sobre o escudo, uma oliveira, como seria de esperar.

Pergunta #610

Gostaria de saber o significado de todo o meu nome: Rogério Maraques Correia.

Muito Obrigado

Resposta:

Preparado? Lá vai:
“Rogério” vem do Baixo Latim RODEGARIUS ou RODIGERIUS, que foi tirado do Germânico HRODGER ou HRODEGAR, de HRUOT, “glória” e GER, “lança”. Portanto, “a lança gloriosa”.
“Correia” é uma das mais antigas famílias portuguesas. Teria começado com D. Soeiro Pais Correa, filho de D. Paio Ramires, rico-homem de Afonso V, na região de Braga.
“Marques”, por sua vez, é um patronímico de “Marco”, isto é, indica simplesmente que aquela pessoa tinha um pai cujo nome era Marco. Como todos os patronímicos, é um sobrenome que surgiu em diversos pontos de Portugal e Espanha, em diversas ocasiões, não sendo possível dizer que todos têm parentesco de sangue.

Pergunta #609

Gostaria de saber a etimologia da palavra : Auto ajuda.
Obrigado

Resposta:

Rogério:
“Auto” é do Grego AUTÓS-, “próprio, a si mesmo, por si mesmo”.
E “ajuda” vem do Latim ADIUTARE, “auxiliar, ajudar, aliviar”.
Temos, em Português, a palavra “adjutor”, que vem daí, e que significa “aquele que auxilia”.
Como se vê, “auto-ajuda” é uma palavra de origem mista.

Pergunta #608

olá, é a primeira vez que entro e gostaria de saber a origem e significado de meu sobrenome uma vez que conheço poucas pessoas com o mesmo.meu sobrenome é “Limiro”
obrigado

Resposta:

Marcos:
Estou muito encabulado por recebê-lo pela primeira vez e não poder lhe dar uma pronta resposta.
Em minha pesquisa inicial, seu sobrenome não se apresenta reconhecível em Latim, Espanhol, Português, Italiano e idiomas germânicos.
É bem possível que ele tenha sido modificado quando seus antepassados vieram para o Brasil. Conheço sobrenomes estrangeiros que ficaram irreconhecíveis em poucas gerações, por desatenção do Registro Civil da época.
Fale com os seus familiares e tente descobrir pelo menos de que país veio a família. Isso me permitirá estreitar bastante a pesquisa.
Aguardo a sua volta.

Pergunta #607

Qual o significa da palavra Delmo

Resposta:

Delmo:
Seu nome vem de ADELMO.
E este vem de um nome Anglo-Saxão, EALDHELM, de EALD, “velho” mais HELM, “capacete, elmo”. Significava “Velho Capacete” ou “Grande Capacete”.

Pergunta #606

A palavra praga que significa calamidade, desgraça e o denominação da cidade de Praga têm a mesma origem?

Resposta:

Lúcia:
A “praga” que rogamos aos que nos desagradam vem do Latim PLAGA, relacionado ao Grego PLEGÉ, “ferimento, machucado”. Por extensão, passou a significar “problema social” e também “maldição, maus votos”.
Outra derivada de PLAGA, mantendo o sentido original, é “chaga”.
Quanto à cidade de PRAGA, (PRAHA, para os seus habitantes), que se definiu em 870, com a construção do primeiro castelo, seu nome tem origem germânica: PRAG.
Foi lá que se inventou a palavra
“defenestrar”. Em 1618, um secretário e dois deputados católicos foram atirados pela janela de um castelo (caíram no fosso) por adversários protestantes, o que deu origem à Guerra dos Trinta Anos.
Como eles foram atirados por uma abertura chamada em Francês FENÊTRE, do Latim FENESTRA, “janela”, criou-se a palavra que agora significa “livrar-se de alguém”, mesmo que sem atirar do alto.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!