Consultório Etimológico

Pergunta #1948

Aber am ersten Tag der süßen Brote traten die Jünger zu Jesus und sprachen zu ihm: Wo willst du, daß wir dir bereiten das Osterlamm zu essen? Er sprach: Gehet hin in die Stadt zu einem und sprecht der Meister läßt dir sagen: Meine Zeit ist nahe; ich will bei dir Ostern halten mit meinen Jüngern. Und die Jünger taten wie ihnen Jesus befohlen hatte, und bereiteten das Osterlamm.

Resposta:

Ana.Maria:

Felix Pascha.

Pergunta #1947

Que significa a palavra GALOPIAE?

Resposta:

Plácido:

Está difícil descobrir. Pode nos dizer a que idioma pertence ou em que frase você viu?

Pergunta #1946

……Seja feita a vossa vontade, amém.
Tudo bem professor, pelo bem de todos “vamu nus, porem vestidos” a tal cerimonia.
Mande-me por carta, e ponha “carta-social”, pague R$ 0,01, que quanto chegar eu visto e me rendo a roupa, mas, somente mas, se me mandares por “carta-social′. e tenho dito.
Abraços e boa pascoa.

Resposta:

Daniel:

Gostei de ver a sua rendição às exigências da nossa Incúria Metropolitana.
Enviarei a roupinha por carta social, mas primeiro vou esperar que cheguem os 50% dos seus rendimentos para poder pagar o porte.

Aproveite a Páscoa junto com a família.

Pergunta #1945

Ipoméia para vossa Páscoa!!
Me dirigía a una ciudad y tenía que salirme de la carretera asfaltada y entrar en un camino de terracería (barroco), pasé por un sembradío de guisquiles, la vegetacion se mantiendo solo con el rocio de la mañana. De repenente encontré entre la maleza y el polvo esta bella flor morada (Ipoméia). Paré el carro y me puse a tomarle fotos. Creo que fué buena idea pues cuando regresé a donde fuí la flor estaba marchita, ya había sido victima del sol abrazador en esas regiones.

Resposta:

Ana.Maria:

Adonde ibas? En que país estabas?

Si me permites, debes escribir “la vegetación manteniéndose solo con…”. Y “de repente”.
La palabra “rocío” tiene acento.
En Castellano se dice “Ipomea”.
Se dice “adonde fuí”, no “a donde”.
Y “abrasador” refiriéndose al calor es con “S”; escrito con “Z” se refiere a “ceñir con los brazos”.

Como se ve, Dueña Patty está en lo cierto: en este sitio se sufre con las exigencias de La Gran Polilla.

Pergunta #1944

Está boa a prova da roupinha?

Resposta:

Ana.Maria:

Muito boa. É bem por aí mesmo.
Quem é que está do seu lado, o Sérgio?

Pergunta #1943

Feliz Páscoa, gente, bigada pelos votos, da minha parte. Sejamos felizes!
Para falar de mensagens, quero passar aquela da Madre Teresa, que estava cuidando de leprosos e doentes de todo tipo, quando alguém disse: A senhora é uma santa, eu não faria isso por dinheiro algum! Diz ela: Nem eu, meu filho, nem eu. Por dinheiro algum…

Resposta:

Ana.Maria:

Isso, tratemos de ser felizes.
Essa da Madre foi muito boa. Ela era esperta.

Pergunta #1942

Ouviram?? Ouviram?? Num programa sobre informática na Rádio Gaúcha, se referiram ao ′nosso site′ – só que deram o endereço no plural> origens da palavra. Mas era este aqui mesmo, pois comentaram sobre o ” bom humor” aqui reinante!! Que outro site etimológico seria tão divertido quanto o nosso???
Viva nossos 15 ′segundos′ de fama. Parabéns a todos e em especial ao nosso Grande Mestre.
A propósito, qual a origem da expressão atingir os [píncaros da glória ] ?

Resposta:

Lúcia:

Verdade mesmo? Uau, e eu sem a roupa de Grande Traça quando chegaram os 15 segundos de fama eterna!
Os parabéns são para todos, que este site nada seria sem este grupo tão especial.

Pois “píncaro” tem etimologia incerta. Ao que parece, vem da raiz de “pico”, mas é só o que se consegue.

Pergunta #1941

Dr. Alaúzo,
Conta-se que no século passado, um turista americano foi à cidade do Cairo, no Egito,
com o objetivo de visitar um famoso sábio.
O turista ficou surpreso ao ver que o sábio morava num quartinho muito simples
e cheio de livros. As únicas peças de mobília eram uma cama,
uma mesa e um banco.
-“Onde estão os seus móveis?” – perguntou o turista.
E o sábio bem depressa perguntou também: -“E onde estão os seus?”
-“Os meus?” – surpreendeu-se o turista – “Mas eu estou aqui só de passagem.”
-“Eu também.” – concluiu o sábio.

O Senhor Deus ditou ao nosso coração que a vida é breve
e que aqui não temos morada permanente, mas estamos em busca
daquela que está para vir!
A sede pelo Deus vivo e a esperança do encontro com Ele
faz-nos superar os ângulos tortuosos da estrada da vida.
Quando Jesus nos prometeu a “Vida Plena” Ele insinuava também e principalmente
a que é Eterna! Estamos aqui só de passagem!
A Páscoa, portanto, torna-se um refrão na música da vida
lembrando-nos do tesouro que nos espera: a Ressurreição!
Jesus adiantou-se neste mistério, e soprou em nós a Fé de um dia com Ele
cantarmos o Aleluia vibrante em acordes celestes!
Alegremo-nos por esta realidade tocar nossa existência e
faze-la trilhar o caminho da Esperança que culminará na
experiência do Amor inextinguível.

Feliz Páscoa a todos deste meu querido site!

Resposta:

Patty:

Lindas palavras, lindas esperanças.
Agradecemos.

Pergunta #1940

PS: esse Sergio aí não é o meu; com tanto diácono e diaconisa aqui, vai acabar tendo mais cacique do que índio, hein…; sugiro para dia 23 de junho, meu aniversário, a reunião de posse. Pelo jeito vai ser igual àquela missa rezada pelo padre baiano, vixe!Ou o filme Priscila, a Rainha do Deserto, eu posso?

Resposta:

Ana.Maria:

Sei bem que esse Sérgio é o alheio.

Nosso plano é justamente ter uma hierarquia em que não haja os graus inferiores. É exatamente essa a razão das invejas e brigas na maioria das organizações. Sendo todos do mesmo nível, o relacionamento só pode ser dos melhores.
Quem disser que isto não é uma democracia, mando prender e esquecer num calabouço.

Combinada a sua posse então. Já preparou a roupa? Vai ter que colocar foto aqui!

Não, aquele filme é demais para nós. Só vamos fazer a festa naquele estilo se o Chicarrato se dispuser a usar o seu uniforme.

Pergunta #1939

Minha colher torta sobre SANTÉ: “são” é a forma proclítica apocopada de santo. SÃO é também quem tem saúde.Nas Antilhas Francesas o culto afro é SANTÉRIE e em Cuba, por exemplo, é SANTERIA.É o samba da carioca pirada? Ou não? Quem sabe nem não…
Bom, polícia na jogada, meu santo, aí também já é demais, Caetano, me inclua fora dessa.

Resposta:

Ana.Maria:

Por ora, tudo vale nestas hipóteses.

Pergunta #1938

Ainda sobre SANTÉ

No culto estava Pai de SANTÉ e não Pai de Santo. Na policia estava 13º distrito de Santé

Grato

Resposta:

Sérgio:

Mais uma que fiquei devendo. Minhas pesquisas nada mostraram que se encaixe nisso.
Cada coisa esquisita!
Agora você ficou na obrigação de ir a esses dois lugares e perguntar, para satisfazer a nossa curiosidade.

Pergunta #1937

Salve, Salve!

Qual a origem de SANTÉ?

Curiosamente ouvi num programa que tratava de cultos afro-brasileitos essa expressão e também a vi escrita em um quartel da polícia…

Resposta:

Sérgio, salve.

SANTÉ, em Francês, significa “saúde, brinde”.
Não encontrei nada referente a essa palavra em relação a cultos e não consigo imaginar o que ela fazia num quartel.
Se você pudesse me dar a frase em que estava a palavra talvez eu conseguisse algo.

Pergunta #1936

Dr.Alaúzo:
Hoje, em uma aula de História da Arte,analisou-se o período Barroco,originário da Itália e seus diferentes matizes nos demais países,como o Barroco Absolutista da França, o Barroco Frívolo da Inglaterra, o Burguês,dos Países Baixos,o das Cortes, da Espanha.
Pergunto qual a origem da palavra “barroco”,mesmo sabendo que isso é uma longa história,complexa e de muita controvérsia.Obrigada.

Resposta:

Maria Tereza:

Sempre obtendo dúvidas de etéreas e cultas esferas! Bonito.

Pois essa palavra tem mais de uma hipótese de surgimento. É certo que veio do Italiano BAROCCO, e parece que este teria vido do Português BARROCO, “terreno acidentado”, da raiz de “barro”.
Ter-se-ia aplicado ao estilo pelas suas oposições plásticas, pela alteração de direção das linhas.
Também se associa a sua origem à “pérola barroca”, como eram chamadas essas gemas quando assimétricas, mas o adjetivo delas continua com a mesma explicação.

Será que alguma vez se fez um barraco barroco? Talvez com uma barrica barroca para recolher a água da chuva ao lado?

Pergunta #1935

Ahahahahahahaha tu ta de sacanagem comigo né?
Ta certo que sou brasileiro, mas usar roupa verde está fora de cogitação, mesmo porque atleticano roxo que sou nao vou usar as cores do meu arqui-rival(eita, eh assim que escreve???)o arh!!! coritiba, ahahahahaha lembra do argh!!!.
Ok, posso até ser nomeado diaconato, mas as vstimentas eu prefiro usar as minhas, certo?
Mudando de saco pra mala, gostaria de saber a origem de “bike” e bicicleta.
Abraços mestre….

Resposta:

Daniel:

Ah, você gostaria de ver nosas diaconisas com as roupinhas transparentes que a gente desenha para elas, mas na sua vez não quer, né?
Uma alternativa para as roupas descritas é uma roupa igual à do Super-Homem, com capinha e tudo, nas cores que você quiser. É pegar ou largar, que nossos diáconos não podem ir às cerimônias vestidos como se fossem comuns mortais.

BIKE, usado a partir de 1882, vem de BICYCLE, “bicicleta”. E esta palavra se forma do Grego BI-, “dois”, mais KYKLOS, “círculo, roda”.

Pergunta #1934

SAMBA DO GREGO DOIDO: lá-láláiá-láláiá, lálá-iá, lálá-iá…

Resposta:

Pergunta #1933

Taquipsíquica desse jeito, explica aí pra turma,é rápida no pensar ( ou pensam que sou alguma outra coisa psico).E a preá predadora, como fica?
“Dislexia” vem do Grego DYS- Então a DISfunção que falei pro Osmar estava certa etimologcamente, não só como orientação, viu só? Não foi um DISparate.E sufixo para BEM, contrário de DIS?Hmmmm…?
“Eu já a conheço; não me venha querer dizer que o “lalalará” vem dos sambas que os gregos faziam enquanto acampavam perto de Tróia.” Ahahahahahah! Já me conhece meeesmo!
” Fora a pronúncia irregular.” sim , claro.Portugues nós escrevemos como falamos, ou quase, mas ingles tem exceção demais e complica.
Falar em Platão, leiam uma frase ótima, mas não dele: Dentro de mim existem dois cães, um bravo outro manso, mas brigam o tempo todo; vence aquele ao qual alimento melhor. Lindo, não?Já alimentou seu belezinha hoje?

Resposta:

Ana.Maria:

A “preá”, pobrezinha, não é predadora. Seu nome vem do Tupi APEREÁ, e “predador” vem do Latim PREDARI, “saquear, roubar”.

PREfixo(viu bem?)grego para “bom, agradável, eficaz”: EU-, EV- (eutrofia, evangelho).

Discordo. A escrita e a fonética portuguesa são muito diferentes. Quam fala italiano e espanhol se horroriza com este nosso idioma. E com razão.

Sei não, o outro dia deixei o portão aberto e acho que os dois cães fugiram.

Pergunta #1932

Donimará… tsck, tsck, tsck… Problema de escrever se trata com quem, Osmar? Eu escrevo rápido demais, a cabeça cheia de idéias e perguntas, comentários, mil signos, daí dislalo!!Dá a dica de dislexia e dislalia, Fessô!

Resposta:

Ana.Maria:

Taquipsíquica desse jeito, você dá umas dislexadas daquelas!

“Dislexia” vem do Grego DYS- “mau, anormal, difícil”, mais LEXIS, “palavra”, de LEGEIN, “ler”.

“Dislalia” vem de DYS- mais LALEIN, “falar”.
Eu já a conheço; não me venha querer dizer que o “lalalará” vem dos sambas que os gregos faziam enquanto acampavam perto de Tróia.

Pergunta #1931

Dislalia, Osmar, deve ser tratada primeiro com Pediatra (se nota em criança geralmente), que encaminha, se necessário, para outra especialidade ou, quase sempre, para Fonoaudiologia.Se for dificuldade na leitura é dislexia, então o Pediatra encaminhará pois é da Neurologia.
Professor, acha que um dia o Ingles donimará?
O Platão então era um chato, coitado?E prato tem a ver com Platão,o chato, né? E prenhe, uma linda palavra para gávida, tem a ver com plenitude, preenchimento,impregnar (ou delirei?).E prear não devia derivar de predador, pois predar é NHACK ! Comer,não querendo ser platônica.

Resposta:

Ana.Maria:

Viu, Osmar, que gente sábia temos por aqui? Não se afaste que você ainda poderá nos ajudar.

O Inglês dominando a conversa do dia-a-dia em todos os países? Não creio. Já não basta ele dominar as comunicações científicas e comerciais? Não é pouco – e é merecido, pois é um idioma fácil. Fora a pronúncia irregular.

Não, o Platão era um largo, coitado.

Prenhe, etc., OK.

Pergunta #1930

Olá!
Curso Normal Superior na Faculdade Cenecista de Capivari, e gostaria de receber alguma explicação sobre ROTACIZAÇÃO do R e L (problemas de pessoas que trocam o R pelo L e vice-versa) e problemas de dicção da mesma natureza.
Antecipadamente agradeço.
Osmar Francisco de Lima

Resposta:

Osmar:

Somos um pobre grupo de etimologistas amadores, nem sequer temos um professor de Português entre nós.
Nossos conhecimentos não atingem a área da Fonoaudiologia, embora ela tenha tão grande importância.
Desta forma, vamos ficar devendo.

Pergunta #1929

Eu gostaria de saber qual a etimologia das palavras q usamos dentro da morfologia (substantivo, adverbio, artigo,numeral, pronome, verbo, adjetivo, preposição, interjeição)
É muito?

Resposta:

Paula:

Todas essas palavras vêm do Latim.

1) De SUBSTANTIVUM, “o que se mantém por si”, de SUBSTANTIA. Esta deriva de SUBSTANS, de SUB-, “sob, de baixo para cima”, mais STARE, “estar, ficar de pé”.
É usado em Gramática desde 1393, através do Francês, que o tirou da expressão NOMEN SUBSTANTIVUM, “palavra de substância, palavra que se mantém sozinha”.

2) De ADVERBIUM, “o que é acrescentado a um verbo”, de AD-, “a”, mais VERBUM, “verbo”.

3) De ARTICULUM, diminutivo de ARTUS, “articulação, objetos encaixados”, que foi aplicado aos determinantes do nome.

4) De NUMERALIS, “referente a números”, de NUMERUS, “número”.

5) De PRONOMEN, “no lugar do nome”, de PRO-, “no lugar de”, mais NOMEN, “nome”.

6) De VERBUM, “verbo”, originalmente “palavra”.

7) De ADJECTIVUM, “o que é acrescentado (ao nome)”, de ADICERE, jogar ou colocar algo perto de”, formado por AD-, “a, junto”, mais JACERE, “atirar, lançar”.

8) De PRAEPOSITIO, “colocar antes”, de PRAE, “antes”, mais PONERE, “colocar”.

9) De INTERJECTIO, “o que é atirado ou colocado entre”, de INTER, “entre”, mais JACERE.

Depois quero saber a nota que você tirou.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!