Consultório Etimológico

Pergunta #1253

Hummmm… quanta gente nova!!! Espero que as doses sejam bem distribuidas, pois não fosse ficar nenhum dia sem elas!!! organizem-se, hein?! Peça logo o dízimo aos novos participantes… espero não ter desfalque no estoque!!!
– olha só minha crise de ciumes!!! rs….
Boa tarde, prof.! O colorido do carnaval é atrativo, mas não comestível!!! rs…
Bem, neste final de dia, peço sua ajuda para: “atrativo”. Muito agradecida!

Resposta:

Deli:

Não seja ciumenta, tem prá todo o mundo! Possessiva!

“Atrativo” vem do Latim ATTRAHERE, “atrair” mesmo, de AD-, “junto”, mais TRAHERE, “puxar, trazer”.
Não é expressivo?

Aproveitarei o Carnaval para tentar comer confetes e serpentinas, que me disseram ser muito gostosos para um lanche leve.

Pergunta #1252

Caro Prof.
Gostaria de saber o significado do ano “bissesto”, pois se ele se repete a cada 4 anos, menos os multiplos de 400, por quê “bi-sexto” algo que lembra duas vezes seis?
grato pela atenção.
Ari

Resposta:

Ari:

Os romanos contavam os dias do mês de um modo muito diferente do nosso.
Eles fixavam o nome de 3 dias por mês: “calendas”, o dia 1º; “nonas”, o 5º ou o 7º, conforme o mês; “idos”, o 13º ou 15º.
Os demais dias eram nomeados conforme a distância deles em relação a esses três.
Quando eles precisavam colocar um dia extra no ano, eles o colocavam depois do dia 24 de fevereiro, e não depois do 28, como agora.
O dia 24/2 era chamado DIES SEXTUS ANTE KALENDAS MARTIAS, “o sexto dia antes das calendas de março”. Quando havia um dia a mais, esse era chamado BIS SEXTUS DIES ANTE KALENDAS MARTIAS, ou “o segundo dia sexto antes das calendas de março”.
Logo, a palavra não lembra “duas vezes seis”, e sim “duas vezes o sexto”.

Pergunta #1251

Prof.Alaúzo:
Minha dúvida é quanto à origem das palavras “católico” e “catecúmeno”, em verdade, sobre o radical “cat”, de onde derivam ainda catecismo e outras.
Grato pela atenção.

Sérgio Gonçalves

Resposta:

Sérgio Ricardo:

Você farejou bem. Essas palavras começam pelo prefixo grego KATA-, que tinha o significado de “para baixo, de acordo, totalmente, contra, de volta”. Assim, “católico” vem de KATHOLOU, “universal”, de KATA- como “completamente” e HOLOS, “todo”.
“Catecúmeno” vem de KATECHIZEIN, “ensinar oralmente”, de KATA-, “totalmente”, mais ECHEIN, “soar”.

Pergunta #1250

Olá!
Por gentileza, gostaria de saber a origem da palavra GLÓRIA e qual o seu significado em latim…

Resposta:

Miria Isabel, seja bem-vinda.

Essa palavra em Latim era GLORIA, exatamente como agora mas sem o acento, que não existe nesse idioma.
Significava “grande elogio ou honra”.
As origens anteriores ao Latim são incertas.
Lá pelo ano 1300 tinha o significado de “magnificência”.

Pergunta #1249

Boa Noite!
Gostaria de saber a origem da palavras:
Santo
Santificado
Santidade

Muito Obrigado

Resposta:

Olá, Sílvio.

As duas últimas palavras são derivadas da primeira.
E esta vem do nome de um deus romano, SANCUS.
Ele era quem garantia os juramentos. Quando ele era invocado ao se jurar alguma coisa, aquilo ficava SANCTUS, particípio passado de SANCIRE, “consagrar”. Logo, SANCTUS era “consagrado, aquilo que se deve respeitar acima de tudo, santo”.
Nossa palavra “sancionar” deriva daí.

Pergunta #1248

Olá .. desde já agradeço a atenção!
Ando pesquisando muitas coisas sobre essa palavra, mais infelizmente alguns sites entram em contradição!
Gostaria que vcs me falassem da palavra Therion , o signifcado, de onde surgiu .. e o que puderem me mandar!
Muito obrigada, estarei esperando uma resposta de vcs…

Resposta:

Karina, seja bem-vinda.

“Therion” é Grego e quer dizer “animal selvagem”. Vem de uma raiz indo-Européia GHWER-, “selvagem” (deu WILD em Inglês).
Se você se refere à banda sueca de rock, ela teve início em 1987 e se chamava, no início, “Blitzkrieg”.
Dessa palavra o Grego fez a expressão THERIAKE ANTIDOTOS, “antídoto para o veneno de animal selvagem”, que em Português gerou “teriaga”, com o significado de “antídoto, remédio caseiro”.

Pergunta #1247

Boa tarde, prof.!
Agradeço a posição internacional que vou receber! Mui honrada! Espero que a língua no exterior seja a língua “traçadesa”, pois teria o suporte de V.S. nas traduções!

Um recadinho para Rebebes: cuidado com essa diac.Paty, pois o carnaval está chegando e teremos que organizar o BLOCO. Se ela gasta toda a economia da IEU, como será? Aliás, é preciso pensar no nome para a nossa escola de samba, hein!? Não vá deixar pra última hora e perder as inscrições!

Prof., desculpe-me o desvio do olhar… bem, como sempre, dá-me de sua sabedoria, por favor! Ajuda-me com a palavra: “inexaurível”… hoje, durante uma reunião essa palavra consumiu toda a minha energia! Muito grata!

Resposta:

Deli:

Faça jus às honrarias que lhe são concedidas. Certamente você teria o meu APOIO nas traduções. Melhor dizer assim do que “suporte”, que é uma má tradução do Inglês SUPPORT.

Hum. Lá vêm vocês humanos com essas coisas esquisitas de carnaval. Uma vez fui comer um traje usado para isso e quase quebrei meus dentes nas lantejoulas.

“Inexaurível” é o oposto de “exaurível”, que vem do Latim EXHAURIRE, “tirar as forças, esgotar”, que vem de EX-, “fora”, mais HAURIRE, “derramar, verter, esvaziar, esgotar”.
Veja só, durante essa reunião, a sua força foi “haurida” por causa dessa palavrinha.

Pergunta #1246

saudações!!!

Qual a origem das palavras:

Fanático
Fórmula
Judeu

Grato

Resposta:

Sérgio:

“Fanático” vem do Latim FANATICUS, “pertencente ou relativo ao templo”, de FANUM, “templo”, palavra relacionada com FESTUS, “festivo”.
“Fã” deriva daí.

“Fórmula” é do Latim FORMULA, “regra, método”, literalmente “pequena forma”, pois é o diminutivo de FORMA, “forma”.
Originalmente apresentava o sentido de “palavras usadas num ritual”.

“Judeu” era em Latim JUDAEUM, em Grego IOUDAIOS, em aramaico JEHUDHAI, em Hebraico Y′HUDI, de Y′HUDAH, “Judá” (“o celebrado”), 4º filho de Jacó, que teria originado uma tribo com esse nome.

Saudações também.

Pergunta #1245

Amado Mestre.
Estou um pouco triste, pois discípulas minhas estão sendo previlegiadas nas substituições de férias.O pior disso é que elas saem de férias ANTES de assumirem o cargo. Como Diácono da IEU, aliás, o primeiro e legítimo nomeado diretamente por vossa sapiência, venho requerer meu direito de poderio nos assuntos pertinentes a Teologia, Cosmologia e Transcendentalismos Ufológico!!!

Resposta:

Prezado Diácono:

Nossa Tracelência o nomeia, por meio desta, Cósmólogo Máximo e Supervisor de Transcendentalismos Ufológicos, com todas as vantagens dos cargos, inclusive o direito ao uso de chapéu cônico roxo-escândalo com estrelinhas prateadas em ocasiões cerimoniais.
O cargo de Teólogo Sênior, no entanto, será repartido com nossa discípula Lúcia, inegavelmente qualificada para tal.

Pergunta #1244

Amado Mestre
A Diaconisa Paty está dando muito trabalho para nós: O quarto que ela está teve que ser totalmente redecorado a pedido dela,com instalações de Computador, televisão com antenas parabólica e outros aparelhos eletrônicos. Depois espalham por ai que não conseguimos manter nossos gastos…. Tivemos que gastar todo o arrecado, que estava preste a ser enviado para a matriz da IEU.
E agora uma perguntinha: Eu entendi o sentido que a Delicadeza disse em sua última missiva, mas a palavra está certa? Não seria INSPENCIONAR ? Ajude grande mestre e nos diga os significados!!

Resposta:

Prezado Diácono:

Não reclame da nossa Diaconisa e de seus dengues; quem sabe a Grande Traça está testando você? Ela pediu antena parabólica; alegre-se por ela não ter pedido antenas hiperbólicas ou catabólicas. Ou de traça.
Mas pelo menos assim ficamos sabendo aonde estão indo os nosso dízimos e nos tranqüilizamos. Agora é recomeçar as coletas para ver se eu consigo um papel para roer que não seja de jornal.

Fiquei um pouco perdido com o que você falou sobre o que a Diac. Deli disse.
Não vi nada que me sugira “inspecionar” na sua última cartinha.
Mas, já que estamos aqui, não resisto a contar que essa palavra vem do Latim INSPECTIO, “olhar dentro de”, do verbo INSPICERE, “olhar, examinar com atenção”, formado por IN-, “em”, mais SPECERE, “olhar”.

Pergunta #1243

Dr. Alaúzo, bom dia por gentileza gostaria de sáber de onde veio a palavra OXÁLA, uma palavra forte que quer dizer; A vontade do criador “Queira DEUS”.

Muito obrigado e Parabéns pelo site.

Resposta:

Everton:

Essa palavra veio do Árabe WA SHA′ILLAH, exatamente “e queira Deus”.

Agradecemos pelos cumprimentos e esperamos a sua volta.

Pergunta #1242

Mestre Traça, mal retorno de alguns dias longe da civilização e já encontro um e-mail de uma amiga com esta questão:

Palavra muito utilizada no meio acadêmico, em ensaios, dissertações e teses,[ tessitura /tecitura ] tem suscitado alguma polêmica quanto à melhor grafia quando empregada figurativamente para significar “entrelaçamento de fatos, idéias, etc., ou a maneira de urdir, tramar, engendrar, planejar a execução de algo”.
Repasso a “problemática” em busca da “solucionática” – conforme a etimologia, qual seria a grafia mais apropriada? Parece que alguns dicionários referem só [tessitura]. Qual a etimologia de [tecitura] [ tessitura] – se existem ambas as formas.
Bom final de semana, não tome muito sol que não faz bem nem aos humanos, nem aos insetos.

Resposta:

Lúcia, espero que tenha aproveitado seu descanso.

A palavra a que você se refere vem do Latim TEXERE, “tramar, urdir, tecer”. Ela resultou em palavras com “C”, como “tecido”, “tecelagem”, “tecer”.
No entanto, o “X” dessa palavra Latina pode evoluir tanto para “C” como para “S”.
Os dicionários registram “tessitura”, apesar de tantos outros derivados usarem “C”.

Nós artrópodos temos um exoesqueleto quitinoso. Não temos uma pele fraca como certos bípedes…

Pergunta #1241

De onde vem a expressão bola ou búlica?

Resposta:

Marcos:

Foi você que andou atrás da palavra “gafieira” há tempos, não?
Parece que você sempre consegue algo que nos atrapalha, pois “búlica” não consta de nossos dicionários.
Essa palavra lembra uma que usávamos na infância para citar as bolinhas de vidro de nossos jogos.
Se for o caso, certamente deriva de “bola”. E esta palavra vem do Latim BULLA, “objeto esférico, bolha da pele, bola”.
Há documentos papais que são chamados de “bula” porque recebiam selos e timbres, alguns dos quais eram redondos.
A “bula” de nossos remédios vem daí: um documento com prescrições.

Pergunta #1240

Olá, prof.! pois é… eis-me aqui… em pleno sábado!!! é assim… férias num dia, hora extra noutro… Sua fala anterior não amenizou nada junto ao meu chefe…rs… Bem, aproveito então, nada de lamentações por aqui!!! E já que neste consultório não se fala em “descansar”, pode ajudar-me com as palavras: “romper”, “escolha”, “trato”? Um final de semana saudável para suas antenas!!!

Resposta:

Deli:

Mas que pessoa trabalhadora você é! Quando organizarmos melhor nosso escritório internacional, já sei quem é que vou poder chamar para fazer horas extras, pagas com santinhos da IEU.

“Romper” vem do Latim RUMPERE, “partir, quebrar, arrebentar”.

“Escolha” é do Lastim EXCOLLIGERE, “escolher”, de EX- , “fora”, mais COLLIGERE, “reunir, enfeixar, concentrar”. A noção é “o que é separado e afastado do resto”.

“Trato”: no sentido de tratamento, relacionamento, vem do Latim TRAHERE, “puxar, esticar, mover, fazer acordo”.

Agradeço mais uma vez se pararem de dar bola para estas agitadas antenas.

Pergunta #1239

Gostaria de saber a origem da palavra “TIJUCO”

Grato.

Roberto

Resposta:

Roberto:

“Tijuco” vem do Tupi TU′YUKA, “barro, pântano”.

Pergunta #1238

Oi Anteninhas do meu coração!
Pax!!!
Hoje Lisboa chora…abriu o guarda-chuva e desliza chuva de prata, mesmo assim é lindo esse coração plangente que enamora a alma da gente e dá um sabor de nostalgia a tudo, o Tejo é lenço para o pranto gostoso de inverno, só vendo para sentir.
A piscina redonda é do vizinho, meu amigo embaixador da Argélia, Amado Mestre, siga sempre à direita, ok?!
Para o fim de semana:
– CONCULCAR
– INSTILAR
– PROTRAIR
Tenha um fim de semana em cheio, com muita luz do céu. Um abracinho nas antenas, gosto delas!
Com toda admiração da fã além-mar,
Selma

Resposta:

Prezada Selma:

Já solicitei às minhas amigas que não elogiem as anteninhas, que estão pensando seriamente em declarar independência, convencidas de que podem sair por aí sozinhas e ficar famosas.

Você escreve lindamente; trabalha com poesia? Conte-nos algo.

Se eu seguir sempre para a direita depois da piscina e você não me disser onde parar, acabo fazendo a volta ao mundo ao longo desse paralelo. Diga até onde eu vou.
De que cor é o telhado da sua casa?

“Conculcar”, querendo dizer “tratar mal, desprezar”, vem do Latim CONCULCARE, formado por COM-, intensificativo, mais CALX, “calcanhar, base de alguma coisa, pé”.

“Instilar” é do Latim INSTILLARE, “derramar gota por gota”.

“Protrair” vem do Latim PROTRAHERE, “esticar, puxar para diante”, de PRO-, “à frente”, mais TRAHERE, “puxar”.

Você anda lidando com palavras complicadas, hein?

Pergunta #1237

Bom dia, prof.!
Hoje cheguei cedinho….rs… Estou quase sem respirar por falta da minha dose… Help, please! Pode ajudar-me com as palavras: pirâmide, inovar. Fico muito agradecida, como sempre!

Resposta:

Deli:

Muito bem, chegar cedinho mostra que uma pessoa é interessada no seu trabalho. Ou que quer fazer acesso ao nosso site de uma vez. Ambas as possibilidades falam a favor da pessoa.

“Pirâmide” vem do Grego PYRAMIS, “pirâmide” (tanto o túmulo real como o sólido geométrico), talvez do Egípcio PIMAR, “pirâmide”.

“Inovar”: do Latim INNOVARE, “tornar novo, renovar”, de IN-, “em”, mais NOVUS, “novo”.

Pergunta #1236

Feliz ano novo e boa tarde

fui visitar minha nona, e contei que tinha um site(foi duro explicar o que é um site) que me dava a origens da palavra – lembra de diacho/diabo? Ela ficou feliz com o elogio. Contei a ela da origem da dor de cotovelo, que alguem perguntou(nao lembro quem) e ela ficou me ouvindo igual eu sempre ouço ela, com admiracao, foi muito bom.
Ela me pediu pra ver daonde vem a expressao …” lagrimas de crocodilo”.
Fico grato e depois te conto a reação dela

Resposta:

Daniel:

Bom ano, feliz tarde e parabéns pelo seu afeto com sua antepassada. Vejo que ele é bem retribuído, sinal de que você merece. Continuem assim.

Diga à nonna (qual é o seu nome? Quero publicar aqui no site) que a expressão “lágrimas de crocodilo” vem dos bestiários da Idade Média, livros que contavam fatos fabulosos sobre animais exóticos aos olhos europeus.
Uma das histórias que se narravam ali era que os crocodilos eram seres muito, muito bondosos, que se condoíam do sofrimento das suas vítimas ao ponto de derramar tristes lágrimas enquanto as devoravam.
Daí a expressão, que indica uma preocupação de alcance muito curto, pois o bicho nem por isso deixava de comer quem estivesse ao seu alcance.

Pergunta #1235

Bom dia, Drº Alaúso, por gentileza gostaria de saber qual a origem da palavra Deus, seu significado é “o criador”?

grato

Att,

Everton

Resposta:

Everton:

A origem desta palavra é o Indo-Europeu DEIWOS, relacionado com “luz”. Dessa raiz também surgiu a palavra “dia”.
Analogia mais bonita é difícil, não lhe parece?

Pergunta #1234

Bom dia, prof.!
Agora a coisa está ficando “braba” por aqui!!!… a Diaconiza em terras valeparaibanenses!!! Vê só se dá pra aguentar! Imagine se meu chefe descobre que os cultos na IEU sairam do virtual! Xiiii… ele não vai gostar nada, nada! Agora, cá entre nós: sair lá do SUL pra vir expecionar a SEDE… essa vale para o ano todo! e nem saimos de janeiro ainda, hein?!
Bem, vou ver se consigo uma audiência com Rebebes e Paty… levarei meu chefe… aí quero ver só!!! rs… agora ou nunca: ele me libera pra participar de todos os eventos da IEU ou me dá um bonus de 02 horas diárias para efetivar meu tratamento neste consultório! Ele agora está num beco-sem-saída! rs…

Prof., hoje estou “light”, a dose é bem pequena, veja só: apenas uma plavrinha: pode me ajudar? “aniquilamento”.

Muito agradecida!

Resposta:

Deli:

Realmente, andam ocorrendo movimentações diferentes na seara da IEU. Nosso Setor de Inteligência está alerta.
Sua audiência com a citada Diaconisa está garantida devido à horizontalidade de nossa hierarquia.
Diga ao seu chefe que o seu caso é grave e que você precisa dessas 2 horas diárias para alimentação cerebral.

“Aniquilamento” vem do Latim NIHIL, “nada”. ANNIHILARE era o que todos os exércitos gostam de fazer com os adversários: tornar em nada.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!