Consultório Etimológico

overhaul

Palavras: overhaul

many hope will be the start of an overhaul of the global brand.
Qual a etimologia de overhaul?

Resposta:

Do Inglês arcaico OFER, do Latim SUPER, “acima, sobre”, mais o medieval HAILEN, “puxar, trazer”.

ismália

Palavras: Ismália

Oi, qual a origem de ismália?

Resposta:

Esse nome tem origem discutida. Uns dizem que é grega, outros que é hebraica… Preferimos silenciar.

Anatomia

Palavras: básio

Boa tarde, qual a etimoligia da palavra “básio”?

Resposta:

Do Grego BASION, “fundo ou parte inferior de alguma coisa”.

Parental

Palavras: parental

Ouvi em algum lugar que veio de um erro de tradução, vim me certificar e vi que faltava na lista.

Agradeço o trabalho que vocês fazem, abraços!

Resposta:

Ela vem do Latim PARENTALIS, “relativo a pai ou mãe”, de PARENS, “pai ou mãe”, de PARERE, “dar à luz, fazer nascer”.

Entrou em uso em nosso idioma há relativamente pouco tempo, aparentemente por importação do Inglês, a ponto de muitos pensarem ser uma tradução apressada.

loas

Palavras: loas

. Às vezes entoa loas à vida besta,
que devia jazer para sempre abandonada em Itabira.
Qual a etimologia de loas?

Resposta:

A origem é o Latim LAUDARE, “louvar, elogiar”, de LAUS, “elogio”.

6

Palavras: ah , annoy , ferir , laquê , pervígil , ventarola

I) Annoying (chato em inglês);
II) Ah (interjeição);
III) Ferir (machucado ou dor, “ferire”?);
IV) Ventarola (leque, “ventus”?);
V) Pervígil (que, ou pessoa que não dorme ou que sofre de insônia; vigilante.) Dicio; e
VI) Laquê (cosmético para fixar o penteado).

Grato.

Resposta:

a. Do Ing medieval ENOIEN, do Francês antigo ENOIER, “molestar, machucar, incomodar”, do Latim INODIARE, “causar  raiva”, de IN, “em, a”, mais ODIARE, “odiar, detestar”.

b. Do Latim AH.

c. Do Latim ferire, “golpear, machucar”.

d. Sim.

e. Latim, per, “completamente, totalmente”, mais vigil, “acordado, cuidando, vigilante”.

f. De laca, do Persa LAK, do Sânscrito LAKSHA, “corante vermelho”, de origem discutida.

Canastra – Contribuição

O colega Sergio Silva gostaria de saber qual a correspondência entre o baú CANASTRA e ator CANASTRÃO. Eu tenho uma explicação plausível embora não garanta a sua veracidade.
“Há séculos atrás os atores mambembes – aqueles que se apresentavam, de castelo em castelo, de vila em vila, em espetáculos de produção improvisada, arrastavam seus pertences numa grande mala. Um grande caixote, por assim dizer, que tem o nome clássico de “canastra”. Um baú. Antiquários e muitas famílias tradicionais do interior do Brasil ainda possuem em suas casa tal tipo de móvel. Pois estes atores carregavam suas máscaras, instrumentos musicais, maquiagem, figurinos etc. etc. dentro destas canastras, algumas delas tão grandes que podiam ser chamadas de canastrões. Como tais atores não compunham o universo dos grandes e afamados atores, sendo um time de terceira e quarta categoria na profissão, era natural que não tivessem o mesmo talento que a turma das “estrelas”. Eram ruins diante dos dons dos atores brilhantes.”

Resposta:

Agradecemos sua contribuição.

Gota a gota

As maravilhas das palavras.
Com uma frequência absurda me remetem à história de Alice, aquela que anda passeando até hoje pelo país das maravilhas.
Então, vamos!
“Destilar” já tem na lista de palavras, eu preciso saber a respeito da etimologia de “instilar, instilação e instilado”.
Desde já agradeço.

Resposta:

Todas do Latim IN, “em, sobre” mais STILLARE, “pingar, gotejar”, de STILLA, “gota”.

6

Palavras: me , nós , O' , te , town , vós

I) Pronomes pessoais do caso oblíquo:
a) Me (1ª pessoa do singular);
b) Te (2ª pessoa do singular);
c) O, a, as e os (3ª pessoa macho/fêmea e singular/plural);
d) Nos (1ª pessoa do singular); e
e) Vos (2ª pessoa do singular).
II) Town (cidade em inglês).

Grato.

Resposta:

a. Do Latim ME, “me”.

b. Olhe na Lista.

c. Do L. ILLUM, “o”

d. Do L. NOS, “nos”.

e. Do L. VOS, “vos”.

II. Inglês arcaico TUN, “local cercado, fortificado, granja, vila”.

Oi, perdoem-me por meu erro de logo antes…

*) Não foi por mal: o que e como aconteceu foi que pensei que, enviando minhas mais recentes dúvidas no domingo de noite, seriam postadas na segunda-feira de manhã ou de tarde… assim como enviei outra logo antes no sábado de noite e foram postadas no domingo de tarde! Vocês me entendem bem de verdade?

Da próxima vez em diante, esperarei até que chegue de manhã se for o caso… sem dúvidas! Está tudo em ordem nesse sentido?

A propósito: um Feliz Dia de Nossa Senhora Aparecida e Dia da Criança/Dia das Crianças para vocês todos! Firmeza e tranquilidade?

Resposta:

Nós aqui somos caóticos, não se pode esperar resposta com tempo certo. Às vezes levamos dias para responder.

Nosso lado criança agradece.

Abelhudo

Palavras: abelhudo

Abelhudo, qual origem?

Resposta:

De abelha, do Latim APIS, lembrando um conjunto desses insetos esvoaçando e se metendo em tudo que é lugar.

Embriologia

Palavras: genoma

Bom dia, qual a etimologia da palavra Genoma?

Resposta:

Do Alemão GENOM, feita a partir de GEN, “gen”, mais CHROMOSOME, “cromossoma”.

Diferença de palavras

Palavras: burilar

Tudo bem?
Qual a origem da palavra burilar? E também gostaria de saber, qual é a diferença dela (burilar) com aprimorar?

Resposta:

De buril, que vem do Francês BURIN, do Italiano BULINO, do Germânico BORO, “broca, furador”.

Já para a diferença, o local apropriado é o dicionário.

Duvida

Preciso saber sobre a palavra Aricobé. Sei que vem do tupi antigo e que designava uma tribo. Mas não achei o significado.

Resposta:

Sentimos muito, mas não dispomos de material sobre a etimologia do Tupi.

Canastra

Palavras: canastra , canastrão

Bom dia, gostaria de saber a origem da palavra Canastra. E quando ela aparece nas expressões Tatu-canastra, Serra da Canastra, Jogo de canastra e ator Canastrão, se trata da mesma origem? Muito obrigado e parabéns pelo site.

Resposta:

Sim, derivam todas do Grego KÁNASTRON, “cesto de vime”.

Por algum motivo acabou se aplicando a “pessoa velha” e a “artista em decadência, mau artista”.

6

I) Disso (preposição);
II) Disto (idem);
III) Daquilo (idem);
IV) Media (mídia em inglês, especialmente em Windows Media Player);
V) Cowboy e caubói (vaqueiro em inglês); e
VI) Vaqueiro (cowboy em português).

Grato.

Resposta:

a. Latim, DE- mais ISTUD, “isto”.

b. Idem, DE, mais IPSUM, “o mesmo”.

c. De DE-, mais ACCU-, enfático, mais ILLUD, do gênero neutro.

d. Do Latim medium, com o sentido de “canal de intermediação”. Em Latim queria dizer “meio, o que está entre duas partes, intermediário”, relacionado ao Grego meso, que foi gerado por uma fonte Indo-Europeia medhyo- a partir da base me-, que queria dizer “entre”.

e. A palavra em Português é evidentemente uma alteração do Inglês COWBOY, de COW, “vaca”, mais BOY, aqui com o sentido de trabalhador em determinada atividade.

f. De vaca, do Latim vacca, “vaca”.

etImologia

Bom dia.
Por favor, estou querendo saber a origem da palavra latina: FILIUS.
Desde já, grato pela colaboração

Resposta:

Lamentamos, não dispomos de material sobre a etimologia desse idioma.

Felicitações

Parabens pelo trabalho e pela obra!
Obrigado por tanta contribuição.
Felicidade e saúde para todos.
Willian de Lucia Jr.

Resposta:

Willian, agradecemos sua gentileza!

… ainda o congóleo!

Prezados, volto para dar um feedback e aprender mais com a equipe ODP:
Vocês estavam certos, Veríssimo não cometeria mesmo tal barbaridade na p. 105 do seu livro “Um lugar ao sol”. Continuei pesquisando e encontrei a palavra “congóleo”, a princípio, na Lei 3.520 de 30/12/1958 – Altera legislação do imposto de consumo e dá outras providências. Art 18 alínea IV item 9 “Tapetes e tapeçarias, congóleos e linóleos, passadeiras e artigos semelhantes – 10%”.
E na sequência, (serão os algoritmos de pesquisas!?) passei a encontrá-la em alguns poucos artigos de blogs, e penso que seja um tipo de piso, pois encaixa no contexto da narração daquela parte do livro: “Clarissa notou logo as mudanças na sala de refeições. … O congóleo de losangos coloridos era o mesmo.”
E aqui no site já consta a etimologia de linóleo!
O que me intriga, é como essa palavra “congóleo” não apareceu nos dicionários, se ela participou duma Lei e romances, em algum momento ela foi mais próxima de nós. Se tiverem algo pra dizer neste sentido, será um prazer ouvi-los.
Sempre grata!

Resposta:

Primorosa, a sua pesquisa. Parabéns.

Mas aqui continuamos em nossa humilde ignorância, agora um pouco mais iluminados graças a você.

Não poderá ser uma marca de linóleo?

Etimologia de mais outras seis palavra (cinco em inglês e uma em espanhol)

Palavras: cresa , maggot , mouth , squirm , wet

1) ‘Mouth’ (boca, buraco, abertura, foz ou declamar) [em inglês]

2) ‘Squirming’ (contorção, contorcer-se ou sofrer) [em inglês]

3) ‘Prut’ (estúpido ou molhar) [em inglês]

4) ‘Wet’ (chuva, contrário à lei seca, molhado ou molhar) [em inglês]

5) ‘Maggot’ (larva, minhoca ou verme) [em inglês]

6) ‘Cresa’ (larva, minhoca ou verme) [em espanhol]

Por favor, muitíssimo obrigado e um grande abraço!

Resposta:

a. Inglês arcaico, MUTH.

b. Possivelmente imitando a palavra WORM, “verme”.

c. Só encontramos como um rio da Ucrânia.

d. Ing. arcaico WAETAN.

e. Ing. medieval MAGOT.

f. Do Espanhol CRESA, “larvas de moscas”, de FREZA, “sulco deixado por um animal, ovos de anfíbios, fezes de certos animais”, do Latim FRICARE, “esfregar”.

Origem Da Palavra