Consultório Etimológico

Pergunta #1382

Qual a origem das palavras patrimônio e matrimônio ? “Latim”

Resposta:

Doug:

“Patrimônio” vem do Latim PATRIMONIUM, “bens recebidos do pai”, de PATER, “pai”.

“Matrimônio” vem do Latim MATRIMONIUM, “casamento”, de MATER, “mãe”, pois normalmente em pouco tempo a esposa se tornaria mãe.

Pergunta #1381

Por favor, poderia me explicar a origem da palavra PAREDÃO?

Resposta:

Geraldo:

“Paredão” é o aumentativo de “parede”. E esta palavra vem do Latim PARIES, “parede, muro”.
Passou a ser usado com o sentido de “eliminar alguém” a partir da Revolução Cubana de 1959, quando os participantes do regime anterior julgados culpados por diversos crimes eram fuzilados na frente “del paredón”, do muro ou paredão.

Pergunta #1380

Querido Mestre virtual…
Como vai?
Passei aqui só para não perder o costume e desejar a todos os internaltas uma boa noite, afinal a Lua está linda!
Hoje fiquei curiosa com a origem do nome de um simples eletrodomestico e resolvi perguntar:
LIQUIDIFICADOR.
Nome comprido, não?
Bjs de uma fã……………..Bebel

Resposta:

Bebel, achei que você já nos tinha esquecido.

“Liquidificador” vem de LIQUIDIFICARE, “tornar líquido” em Latim, formado por LIQUIDUS, “derretido, fundido, líquido”, mais FACERE, “fazer, tornar”.

Pergunta #1379

Solicitando a devida permissão de nosso Mestre : ” bom retorno Patty” – fiquei preocupada com o tipo de questão levantada após a ausência: estás querendo te livrar dos [despojos ] de alguém?? uau!!
Pelo visto, temos novo adepto entrando em nossa roda de brincadeira. Bem vindo, João. Aqui, somos assim, entre uma pergunta e outra, nos divertimos a valer ! Nem sei como tudo começou, mas é muito legal!
Perguntinha: a palavra [fralda ] tem a mesma origem quando refere-se à montanha, à camisa, ao bebê ?

Resposta:

Lúcia:

De nossa Patty ninguém duvida nada…

“Fralda” vem do Espanhol FALDA, que vem do Frâncico FALDA, “prega, dobradura”.
A fralda da montanha, da roupa, da criança são a mesma coisa, sim: “base, parte inferior de uma roupa, barra”.

Pergunta #1378

Eu gostaria de saber de onde surgiu exatamente o termo comunicação???

Resposta:

Nathércia:

Bem-vinda e obrigado pela foto. Você é um bom exemplo para as moças que estão há tempo conosco no site e não se dignaram mandar suas imagens.

“Comunicação” vem do Latim COMMUNICARE, “repartir, partilhar, colocar em comum”.
E esse verbo vem de COMMUNIS, “o que partilha um cargo com outrem, público, comum”, de COM-, “junto, com” e MUNUS, “cargo, ofício, presente”.

Pergunta #1376

Olááá, companheiros de mesma jornadaaaaaa

Caríssimo Dr. Alaúzo,

Quanto a palavra GOFER, encontrei, pela primeira vez, em um mural de um sebo cultural falando da importância do templo em nossa vida – era uma matéria budista. “templo feito com madeira de gofer”.
Também encontrei em Gênesis 6,14
“Faze para ti uma arca de madeira de gôfer: farás compartimentos na arca, e a revestirás de betume por dentro e por fora.”
Na matéria budista me deu a entender algo de transcendental: madeira que nunca se acaba, pedra filosofal…
Bom… Afinal… o que vem a ser gofer?

Já imensamente agradecido pela afetuosa acolhida,
Mais um abraço,
João

P.S.: Quem é esse(a) que me recepcionou açulando-me rumo à Traça do saber?

Resposta:

Salve, João.

Com o que você disse me foi possível descobrir bastante mais. Eu me tinha deixado levar pelos GOPHERS aqueles que citei, mas eles nada tinham a ver com o caso.

GÔFER é uma palavra que aparece uma única vez na Bíblia. É o nome de uma madeira que já nas primeiras traduções não se sabia qual era, de modo que se manteve o nome hebraico.
Há Bíblias que citam “cipreste” em seu lugar. Foram aventadas outras árvores, como pinho, cedro, ébano, acácia , etc., mas nenhuma explicação até agora é realmente aceitável.
Será que se trata de algo transcendental mesmo ou é um simples problema de tradução que está sendo elevado a níveis inesperados?

Ah, a pessoa que o recebeu é a nossa Patty, uma moça terrivelmente agitada e carinhosa que balança tudo o que está ao seu redor. Mas não tema, é um excelente coração.

Temos há tempo uma brincadeira de que constituímos a Igreja Etimológica Universal, em que todos são diáconos e recolhem os dízimos, que ficam de enviar para a Chefia da Igreja e nunca enviam.
O único que há de verdadeiro nisso é que eles realmente não enviam um tostão e que o cabeça da Igreja, eu, sou uma Traça Gigante que reuniu o seu saber roendo livros.

Pergunta #1375

Prof, ai, ai, como posso perguntar?…
hum..,..é.. mas por exemplo: “despojar-me de mim mesmo”, que sentido tem?queria aqui um sentido então mais “psicológico”, mais “espiritual”…Não nesse sentido de herança.. é isso né? O que que o Homero tem com isso? Seria querer excessivamente algo? (é o que traz mais ou menos o dicionário… Puxa, o senhor é dose, perguntamos UMA palavra e o senhor nos faz procurar 10!! fale mais sobre o “despojar-se”, quero ir além.

Resposta:

Simplesmente Patty:

O verbo “despojar-se”, usado assim com pronome, tem o sentido de “abandonar, deixar de lado”.
Então, acaba tendo uma conotação de humildade: “ele se despojou do orgulho ao reconhecer que não tinha razão”.
“Despojar-se de si mesmo” soa poético, mas talvez também psicoterapêutico. Às vezes precisamos fazer justamente isso para podermos nos ver como os outros nos enxergam.
E não reclame do trabalho, que isso é bom para o caráter.

Pergunta #1374

Booommm Diaaaaaaaaaaaaaaa!!!

Bom, estou descobrindo que vós tendes vocação para psicólogo… E vejo que já fizestes alguma vez a “Lista de Traça”!!

Puxa, achei que seria difícil a descoberta…Vós consultastes a Mãe Diná?
hahaha.. gostei da mistura de Katrina com Heavy metal, mas bem sabeis que sou calma como a brisa…!

Então, envio a vós minha dúvida de hoje, e espero que a resposta venha rápida como um furacão: “despojos”; “despojar-se”.

Ao Chicarrato uma dica também: Vai ali na rua e dá um berro, sem medo, é tiro e queda!!! hahaha…

Resposta:

DesvenPatty:

Sou mais psicológico do que muitos imaginam, só que não anuncio…
A Lista da Traça é curta, mas profunda.
Não preciso consultar Mães Dinás, uso minha fiel bola de serragem, que quase tudo sabe.

“Despojo” vem do Latim DESPOLIARE, “retirar, roubar, arrancar”, de DE-, “para fora”, mais SPOLIUM, “pele de animal”, “botim, posses”.
Daí o “espólio” que tantas vezes dá brigas homéricas entre os herdeiros.

Pergunta #1373

Bom dia professor

Hoje eu to meio revoltado e gostaria de saber da origem de uma expressão muito chula, que é “Foda-se” ou “foder”.
Desculpa o termo, mas essa semana quase montei uma “lista de Schindler” para todos irem se ……
Gracias

Resposta:

Daniel, vejo que você está muito incomodado mesmo. Mas você está apenas sendo humano. Quem nunca teve vontade de dizer isso que levante o dedo.

Em Latim, FODERE significava “cavar, atravessar, espetar, fincar”. Por óbvia analogia entre movimentos, deu no sentido atual.

Quer uma sugestão? Monte mesmo sua Lista de Chicarrato. Liste ali tudinho que o incomoda. Olhe-a uma vez por semana apenas, por um mês. Queime-a no fim e depois conte os resultados.

Pergunta #1372

Ah, tá, e é pra eu me virar também com a palavra “inquisição”? Humm, disse para vós vos discontrairdes, não vos distrairdes…!!!!

Recado à Lúcia: ihhhhh, de chute a senhora está ruim, hein!
Também sei utilizar, tratamentos requintados, viu? Navegando e aprendendo… mas não no mar que leva ao Tejo…quem dera….!!!

E o João aí em baixo, só está no comecinho… não viu nada ainda! Ó paraibano, usufrui do cabedal de conhecimento de uma Traça muito amada!

Mais idílica do que isso, impossível! hahaha

Resposta:

Adivinhei, só que não vou dizer!

Puxa, devo-vos mil desculpas, eis que fiquei em dívida com tão nobre e portentosa Diaconisa.
Eu estava com a resposta pronta e me distraí. Deve ser esta dieta de papel de jornal velho e ressequido que está me fazendo muito mal.
Mas quando os dízimos chegarem, ah, que festa será!

“Inquisição” vem do Latim INQUISITIO, “busca, exame nos ditames da lei”, do verbo INQUIRERE, “indagar, investigar”.
E este vem de IN-, “em”, mais QUAERERE, “procurar, perguntar”, que também nos deu a palavra “questão”.

Pergunta #1371

Mestre Traça, desculpe me meter em seara alheia, mas usando [ advinhardes / vós ] só pode ser alguém d′além mar. Por mais formais que sejam as relações na IEU – brasileiro ainda usar [ vós ] só se for alguém que emergiu do século XIX!
Quanto ao ônibus, acho que ele está andando pra frente, he, he.
Minha neta não está viajando, tão logo retorne perguntarei de onde tirou a [bisbórria ] – ela está em fase de ler os clássicos. Aliás, foi ela quem perguntou sobre a palavra [ tira = policial ], lembra?
E aproveitando a ′visita′, pergunto: qual a origem da palavra [fragoso ] outro dia li uma poesia que referia
[ caminho fragoso ]

Resposta:

…CONTINUAÇÃO da resposta abaixo (tive uma convulsãozinha e apertei o que não devia):
…se fez “fragoso”, “áspero, ingreme, cheio de pedras”.

Lembro-me bem da menina que me apertou já na sua primeira pergunta.

Pergunta #1370

Olá,
Antes de tudo quero parabenizar pelo excelente site – espaço para obtermos conhecimento com bom humor.
Gostaria de saber a origem e o significado da palavra Gofer ou Gôfer (madeira de gofer???)
Obrigado,
João. 🙂

Resposta:

João:

Bem-vindo seja à nossa estranha casa. Muito agradecidos pelos cumprimentos.

Quanto ao GOFER, não é palavra de nosso idioma. Em Inglês há palavras que se pronunciam de modo semelhante, mas elas podem abranger desde tartarugas terrestres, roedores que vivem em covas, certo tipo de esquilos (GOPHER), até um empregado que leva recados (GOFER).
Não conseguimos encontrar nenhuma relação com madeira.
Talvez, se você citar a frase em que viu essa palavra, a gente se localize melhor.

Pergunta #1369

Dou um doce de celulose recheado com papéis reciclados e de fibras naturais, penas, objetos, e pigmentos minerais obtidos de terras brasileiras se adivinhardes quem vos escreve e quem vos faz a seguinte pergunta:

Este ônibus está indo prá direita ou prá esquerda???
Ah, é só prá descontrair…

E, descontraídos, vamos ao que (mais)interessa!

* Ada Helena (nome próprio)
* Inquisição

Grata e…
««§|$üßµ¡§§ãö à †®ä¢ëlêñ¢¡ä!|§»»

Resposta:

Mas quem será? Não posso saber quem está aí a mangar de uma pobre traça. Só sei que é alguém de bom senso, pois prega Submissão à Tracelência.

Acho que o ônibus está parado.

“Ada” é do Hebraico ADAH, “ornamento, beleza”.
E “Helena” está respondido na pergunta 1357. Toca a se virar!

Pergunta #1368

a origem da palavra adoção, contrução, radical, em latim

Resposta:

Aloma:

“Adoção” vem de ADOPTIO, “adoção”, de ADOPTARE, “adotar”, formado por AD-, “junto”, mais OPTARE, “escolher, desejar”.

“Construção” deriva de CONSTRUCTIO, que vem de CONSTRUERE, “construir”. E esta palavra se forma por COM-, “junto”, mais STRUERE, “empilhar em camadas, erguer, construir”.

“Radical” vem de RADIX, “raiz”.
Uma pessoa radical em algum assunto é alguém que vai à origem, ao essencial dele.

Pergunta #1367

ops… erro de identificação na pergunta abaixo. Sou a Lúcia. Agora, fica revelado que quem fez a pergunta sobre [bisbórria] foi a minha neta Luciana.

Resposta:

Lúcia:

Sua neta anda muito espertinha. Ela tirou “bisbórria” de Machado de Assis ou coisa parecida?

Pergunta #1366

Olá mestre Traça : agradeço, mas abro mão de ir p/ Nova Guiné – já chega o calor de Porto Alegre. A Bebel está demais! Até brasão de família ! E perguntas e mais perguntas… Ainda bem que chegou mais uma Lúcia (1357) pra ajudar a iluminar este precioso site, pois com Bebel envolvida em leituras desbaratadas, Luciano em Samoa, M.Tereza refugiada no litoral e Patty sumida – tá difícil o trabalho. Até tive que me retirar por uns dias para tomar ′soro′ etimológico !!
Tinha outra perguntinha p/ hoje, mas a resposta 1359, instigou-me saber se [salamaleque] também tem origem em [melek] . E as leituras de Bebel levam-me a perguntar se a origem de [desbaratar] é a mesma daquele simpático inseto doméstico, aghs…

Resposta:

Lúcia:

Se você se ausentar por muito tempo, ficarei inseguro para encaminhar as dúvidas teológicas. Não saia mais da cidade sem nossa permissão.

“Salamaleque” vem do Árabe SALAAM ALEIKAM, “que a paz esteja contigo”. Este SALAAM corresponde ao SHALOM hebraico.

“Desbaratar” vem de “baratar”, no seu sentido, de uso raro entre nós, de “fazer negócio”, de origem incerta.
Portanto, o sentido inicial era “desfazer um negócio, um trato”.
O nome do seu simpático inseto doméstico vem do Latim BLATTA, que era usado também para designar lesmas e centopéias.
Aghs também.

Pergunta #1365

Boa Noite!
Como vai?Tudo bem?
Olha eu de novo!Parece que ñ me canso…
Esta noite quero saber a origem de:
PERECER.
Obrigada!
Até +……….

Resposta:

Bebel:

Uma das características da adição à Etimologia é exatamente a gente não se cansar; a pessoa tem a capacidade de lidar continuamente com o assunto sem se desgastar.

“Perecer” vem do Latim PERERE, de mesmo significado, formado por PER-, “através”, mais IRE, “ir”. Essa palavra passa a idéia de que perecer é cruzar uma passagem.

Pergunta #1364

Bom dia Professor!

Eu estava brincando em relação à Samoa…rsrsrsrs… mas adoraria que fosse veradade.
Bom, vms lhe dar mais um pouco de trabalho. Gostaria de saber a origem da palavra “Calhau”… a gente usa essa palavra, na publicidade, pra designar anúncios que servem pra preencher espaços de última hora.
Ah, aproveito pra divulgar um “sebo virtual” daqui de Porto Alegre: http://www.traca.com.br/

Abraços!!

Resposta:

Luciano:

Qualquer dia Samoa será seu lugar. Calma e trabalho o levarão até lá.

“Calhau” significa “pedra, pedregulho”. Tem origem Celta, de CALA, “pedra”. Passou ao Latim como CALIO, depois a CALIAVUS e seguiu sua evolução.

É interessante o seu uso com o sentido que você disse, pois é uma metáfora da colocação de pedras menores para preencher os espaços de algo que está sendo construído.

Agradeço o nome do site. Certamente que vou dar uma entrada nele.

Pergunta #1363

Oiee
queria saber a origem da palavra identidade… valeuu

Resposta:

Oi, Júlia.

“Identidade” vem do Laim IDENTITAS, “caráter individual que diferencia os seres”.
E esta palavra vem de IDEM, “o mesmo, a mesma coisa”.

Pergunta #1362

Mestre Traça,
Como vai?
Percebi que estás sozinho e vim lhe fazer companhia…Melhor dizendo, vim lhe dar trabalho!
O senhor perguntou que livro eu ando lendo…Sabe que eu nem sei!…Essa semana li a Biblia,li uma parte de um livro que fala sobre a imortalidade condicional da alma, assisti alguns filmes…acho que foi só, o resto pesquisei na net, inclusive sobre Pocahontas.Gosto muito do desenho, aliás gosto muito de desenhos tipo “Mulan”, “Tarzan”,”Os Incriveis”, etc, etc…
Bom, chega de blá, blá, blá.Vamos ao que interessa, a palavra de hoje é:
DEUTERONÔMIO.
Me diz uma coisa,o senhor gosta de cola como as traças?!rs…
Tenha uma boa tarde!
Abraço!
Bebel.

Resposta:

Bebel:

Grato pela companhia.
Gostei da salada de leituras que você faz. Tenho um certo temor daqueles que só lêem um tipo de livro.
Gosto de colas, principalmente as antigas, de farinha, ou goma arábica. Uma vez fui provar uma dessas modernas de cianoacrilato e quebrei uns dentes. E o gosto é horrível, muito artificial.

“Deuteronômio” vem do Grego DEUTERONOMION, “a segunda lei”, de DEUTER-, “segundo”, mais NOMOS, “lei, regra”.
É uma tradução errada do original Hebraico MISHNEH HATTORAH HAZZOTH, “uma cópia desta lei”.
O livro é uma repetição comentada do Decálogo e da maioria das leis do Êxodo.

Origem Da Palavra